terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Per saltum

Do Sol:

Uma mulher de Tábua que deixou de estudar na adolescência saltou seis anos de escolaridade em pouco mais de um ano, frequentando agora uma licenciatura em Coimbra. É um exemplo polémico do Novas Oportunidades.


Uma outra originalidade deste governo: a invenção das licenciaturas "per saltum". Ou, em português corrente, "em saldo". Há quem diga também, "a saque".

Como soi dizer-se, "os exemplos vêm de cima".

6 comentários:

Unknown disse...

vivemos uma época de parecer, o resto é para os outros. o sintoma da mão estendida esta a dar frutos, já falta pouco para entregar-mos o controlo deste pais ( por sinal o mais antigo da Europa) a quem não conseguiu pela força das armas. como dizia o outro é a vida, mas porra começo a ficar um poucochinho farto...

Tino disse...

O crápula que nós bem conhecemos anda entristecido porque não consegue passar 1.500.000 diplomas. Parece que é mais custoso do que parecia escrever uma história de vida em A4 e só conseguem passar 100.000 diplomas...

Colmeal disse...

Para quem fez bandeira de que o principal problema do País era a falta de qualificação dos seus cidadãos, foi esta a solução encontrada - e que triste solução... Na realidade existe uma falta de qualificação, mas de quem nos (des)governa munido de um canudo de uma engenharia da farinha amparo, concluido num modelo tipo novas oportunidades e cuja instituição de ensino encerraram com uma rapidez nunca antes vista para evitarem mais embaraços. E têm estes tipos a mania das exigências e do rigor ???

TENHAM MAS É VERGONHA NA CARA ! (caso conheçam o significado...)

Karocha disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH

Anónimo disse...

Não há dúvidas que a nação está a transformar-se numa fantochada, cujo resultado não pode ser outro que não uma calamidade a prazo.

Ljubljana disse...

Este assunto, de extrema gravidade, comentado assim torna-se até hilariante.

Comé qué?