Páginas

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Machete e o meio mentiroso


Rui Machete, o ministro improvável, queixa-se de assassinato político. Coitado. Queixa-se de alguém pretender matar um ministro que se suicidou politicamente. Venha o Columbo, da tv de antanho e que passou há poucas semanas, no RTP Memória,  para deslindar esta farsa.

Machete move-se num meio mentiroso e por isso a meia verdade que hoje repetiu no Parlamento, a propósito do que afirmou sobre a SLN e sobre as declarações em Angola são apenas o estertor da cicuta que já tomou.

3 comentários:

Floribundus disse...

a cicuta que matou Sócrates e muitos outros
encontra-se em grandes quantidades nas ribeiras entre Loures e Mafra.
a Net fornece tudo sobre a sua preparação

este ao menos não arruinou este país, que não sairá da desgraça antes do fim do século

preparem-se para continuar a viver de acordo com o desejo dos credores

portolaw disse...

José,

Não misture pf o grande Peter Falk com este protótipo de governante...

Kaiser Soze disse...

Só lamento que seja o BE a bater como se deve bater num tipo destes e numa situação destas.
Ontem vi uma deputada do BE (cujo nome não me recordo) a dizer tudo que deveria ser dito sobre este tipo numa das intervenções e, em resposta, o Machete disse que optava por não responder.

A coisa é tão estúpida que começo a duvidar se o Machete não começa a perder faculdades.
Ou isso ou é a prova provada que gente muito limitada intelectualmente consegue viver à sombra dos amigos.