Páginas

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

A corrupção é um mal sistémico, diz Cébrian, o da Prisa.

 Juan Luis Cébrian, o presidente da Prisa que acabou o Jornal da Noite de Manuela Moura Guedes, na TVI, por pressão do então primeiro-ministro José Sócrates, diz agora abertamente:

“La corrupción no es fruto de unos desalmados, sino que es sistémica. Si no se acaba con el sistema, no se acaba con la corrupción. No es una cuestión de comportamientos individuales, sino de un sistema que los genera”.

4 comentários:

Floribundus disse...

da Net
Corrupção é o ato ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata onde se favorece uma pessoa e se prejudica outra. É tirar vantagem do poder atribuído. "Corrupção" vem do latim corruptus, que significa "quebrado em pedaços". O verbo "corromper" significa "tornar-se podre".

não há corruptos.
para cébrian está tudo podre
devido a micotoxinas

está na altura de apanhar e deitar fora a cacaria

Zé Luís disse...

O Quim Oliveirinha, o amigo Joaquim, inspira-se no Cébrian. Percebe-se como arreou as calças perante os sócretinos.

Rui Moringa disse...

Ela, a corrupção, é sistémica, porque as pessoas criam o sistema. O sistema não aparece do nada.
Claro, não é acabando com um comportamento corrupto que se atinge o sistema. É preciso atacar as relações corruptas sistémicas entre as pessoas, mudando regras e levando há Justiça quem prevarica. quem vai ou devia de ir à justiça são pessoas, não são sistemas. Ora é preciso acabar com comportamentos corrptos e com regras que facilitam esses comportamentos e quase os legalizam.
Parece haver uma certa corrupção legal, ou seja é corrupção mas a lei passa-lhe al lado.

Lura do Grilo disse...

Cebriam sabe bem do que fala: afinal sobrevive bem, com maior ou menor dificuldade pontual, seja qual for o regime que está na Moncloa.