Páginas

terça-feira, 23 de setembro de 2014

E já me esquecia disto...

Esta notícia pequena é do Diário de Notícias de 20.9.2014. Sábado passado. Este indivíduo que aqui figura foi figura dos serviços de informação muito tempo. Demasiado tempo. Tempo demais para o cargo. Muito, muito tempo mesmo. Era tempo de voltar para a desembargadoria. Ele e outros como ele que estão "nos serviços" há demasiado tempo. Muito tempo. Tempo demais. Muito, muito tempo. O tempo nestes cargos desgata muito as pessoas e é preciso poupá-las a isso.


8 comentários:

Floribundus disse...

já disseram
'o poder corrompe, o absoluto corrompe absolutamente'

josé disse...

Esse tipo de poder cria hábitos pouco saudáveis em magistrados.

Joaquim Carlos disse...

Cria vícios e dependências.

josé disse...

E serve para arranjar um "sistema de contactos".

Não percebo a razão de se escolher um magistrado para cargos destes.

Floribundus disse...

'seguro-não recebo lições de moral tuas
costa-mas faziam-te falta'

comprem ouro
ou fujam

que o condicional vai ser risonho

Floribundus disse...

Ferro, filho de um dos parodiantes de Lisboa
esteve em Abrantes em visita partidária

perguntou com a graça que o caracteriza
'-qual o contentor onde julgaram a lurdes?'

os novos deuses dos mitos suburbanos

a informática é ciência idêntica à das previsões meteriológicas

com a desvantagem dos hackers

Amélia Saavedra disse...

E por falar em...
"a informática é ciência idêntica à das previsões meteorológicas..."

Deixo este vídeo deveras curioso.. deveras mesmo...

https://www.youtube.com/watch?v=4GSV6SfZUuk

Isto porque a 4ª classe antiga ainda dá algumas vantagens...

José Domingos disse...

É só quintais e capelinhas. Não esquecer, que o vinte ecinco, começou por uma questão corporativa. Aí começou o descalabro e Marcelo Caetano, foi fraco, não percebeu o que estava a acontecer.