Páginas

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Jornalismo português em 1940

Este Primeiro de Janeiro de 2 de Setembro de 1940 noticia a invenção de um míssil ( "torpedo aéreo") nos EUA, através de "comunicação de Springfield, via U.P.

O modo como se redige a notícia dá nota de uma linguagem que desapareceu dos nosso jornais actuais. Quando? Algures nos anos setenta. E era uma linguagem primorosa e explicativa como hoje não há. É ler...


E no dia 14 de Setembro desse ano, na última página dava-se conta do ambiente de praia, na  Foz ( do Porto e não Figueira como escrevi antes), numa ilustração de Ary d´Almeida.



3 comentários:

Floribundus disse...

ontem na rtp1 a conferência de imprensa do Ministro Crato foi feita por uma analfa

estamos em tempos de VOPs (very ordinary people) no sentido mais pejorativo do termo

os factos e a sua descrição objectiva desapareceram do jornalismo por altura do maio de 68

revolução anti camisas de Afrodite
a favor da indústria farmacêutica das 'pírulas'

exemplo da pinderiquice jornalistca:
concerto por artistas xyz com os respectivos elogios
não se indica:o local, a data, a hora

arrium porrium

luis barreiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
josé disse...

É evidente e tem toda a razão. O PJ era do Porto...