quarta-feira, 7 de março de 2018

O museu da rádio fica adiado, na casa de Igrejas Caeiro

Segundo esta notícia do CM de hoje, a casa do Alto do Lagoal, em Caxias, que foi do radialista Igrejas Caeiro, já falecido, está um caco. Pertence agora à Fundação Marquês de Pombal por legado do mesmo. Deveria ser para se transformar em museu, mas parece que não vai lá...


Esta casa está situada num lugar belíssimo e construída num estilo que me agradou quando a vi pela primeira vez, na revista Flama de 21 de Agosto de 1970. Até recortei uma foto da biblioteca que está guardada por aí,  algures...


É uma pena que esta casa não seja preservada e destinada ao seu fim desejado pelo legatário: um museu da rádio que todos possam visitar. Mais não seja para revisitar estas imagens de um outro tempo.

13 comentários:

joserui disse...

Se está um caco, estou chocado! Estou mesmo. Em Oeiras há é dinheiro para "eventos" e arruinar árvores com podas selvagens.
E outra coisa, diz que a fundação gastou 400.000€? Mas esta gente tem noção do que são 400.000€? É muita recuperação, está um caco então porquê?
Eu lembro-me de cá já se falar em milhões como quem come broa de Avintes, quando nos filmes americanos, qualquer coisa que envolvesse um milhão de dólares colocava os protagonistas todos de boca aberta a salivar… porque um milhão de dólares significava muito dinheiro. Mas eles é que são os ricos. Cá não custa a ganhar aos borra botas.

Floribundus disse...


a lástima caeiro, a que acrescentavam um 'gu'

tinha em 49
'os companheiros da alegria'

uma xaxada ou xuxada

AAA disse...

A casa na foto do CM não é a mesma da Flama. A do CM parece um anexo...

Floribundus disse...


Austria, attacco con coltelloa Vienna:
quattro feriti gravi, arrestato un giovane afghano

hoje é o dia de
'meninas à sala !'
em nova versão horizontal sem horizontes

Floribundus disse...

Montaigne considerava 3 espécies de governo

este é o DESPÓTICO

antonio das mortes, entertainer, rio
'os 3 da vida airada'

José Lima disse...

A casa é lindíssima mas parece estar bastante descurada, ao menos no seu exterior - http://www.fmarquesdepombal.pt/cfigrejas.php

José Lima disse...

De resto, eu pessoalmente nunca deixaria algo a uma fundação que tem por patrono o tal Marquês, mas enfim...

Floribundus disse...

o homenzinho era um 'cagão'

que comentários posso fazer num rectângulo onde

um assassino deixa viva a testemunha que o condena

no mundo de mafiosos da bola só atacam um funcionário

o governo leva o país para situações 'louváveis':
sns em maus lençóis
ponte em pré-colapso

'lá vamos cantando e rindo ...'

Floribundus disse...


Net
"um parafuso em aço com cerca de 60 centímetros e três quilos quase ia caindo em cima de um casal de turistas e de um português que passeavam numa zona mesmo por baixo da ponte."

josé disse...

É a mesma casa da Flama mas acho estranho que não mostrem a vista para o estuário.

Se calhar está atulhada com algum mamarracho.

Ricciardi disse...

É uma casinha com valor suficiente para o estado não colocar lá um cêntimo.
.
Há por aí casas imensamente com maior valor arquitetónico, Cultural e histórico para beneficiacoes.

A do Aristides Sousa Mendes por exemplo. Um grande grande português que tem creditado na sua conta a salvação de milhares de almas. Esse está no céu. Certamente.
.
Anyway, a casa do Aristides vai brevemente abrir ao publico. Dinheiro bem aplicado e que gerará receitas turísticas.
.
Rb

A Mim Me Parece disse...

E que o clã Soares vai embolsar. Mesmo depois de morto continua a esmifrar o pessoal.

Floribundus disse...

Jorge de Sena na diás-porra

Ouço os meus filhos a falar inglês entre eles.
Não são os mais pequeno só
Mas os maiores também e conversando
Com os mais pequenos. Não nasceram cá,
Todos cresceram tendo nos ouvidos o português.
Mas em inglês conversam, não apenas serão americanos:
Dissolveram-se, dissolvem-se num mar que não é deles.
Venham falar-me dos mistérios da poesia, das tradições
Duma lingugaem, de uma raça, daquilo que se não diz
Com menos que a experiência de um povo e de uma língua.