sexta-feira, 22 de maio de 2009

O bastonário em figura de peixeira

TVI, Jornal Nacional, agora mesmo:

Manuela Moura Guedes- Você é um bufo!

Marinho e Pinto- Ó Manuela...Você faz um jornalismo que envergonha os profissionais. Você não tem a legitimidade de fazer o tipo de jornalismo que faz. Você viola sistematicamente todos os dias o seu código deontológico.

Pronto. Perdeu as estribeiras, o Marinho e Pinto.

115 comentários:

Galactus disse...

o homem é simplesmente louco...

Paulo C disse...

espetacular

Roma disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leonor disse...

Se dúvidas havia, hoje ficaram dissipadas. A entrevista foi esclarecedora quanto à posição que os advogados irão tomar no referido baixo-assinado. É pela boca que morre o peixe.

cfr disse...

Desta vez em desacordo, José. Marinho Pinto portou-se como humano (falo da parte final).Reagiu como o josé , eu e todos os que se sentem teriam reagido. E esteve bem na defesa da sua honra perante duas ou três deselegâncias saídas da boca da manela. Não sei até se o marinho não terá dado cabo da carreira de mmguedes como apresentadora do telejornal. Na próxima semana ou ela apresenta um caso ( que pode ser o que todos estamos a pensar eheheheheh) com provas clarinhas do que afirma ou toda a gente se irá lembrar do que disse Marinho. De qualquer modo foi um momento de televisão para ficar nos anais da decadência em que vivemos.
Um bom fim-de-semana para todos.

Carlos Alberto disse...

Uma atitude de coragem face a uma "inquisidora" que de jornalista só tem o nome.
Grato ao Bastonário da Ordem dos Advogados pela desmontagem que fez do programa "diz que é uma espécie de noticiário".
Bem haja.

josé disse...

cfr:

Discordo. MMG nunca passou as marcas no jornalismo sobre os casos que tem apresentado. Tem contado factos. Nem opinião atravessada, como é a do Marinho e Pinto, passa no Jornal Nacional.

Repare: o Marinho acha que pelo facto de um tipo que era do CDS e sabia coisas sobre o Freeport ter falado com a PJ e esta entidade aconselhado a fazer uma anúncia anónima, isso, para ele, é um "cozinhado".

Não é nada disso. Inúmeras denúncias, no tempo do Independente, contra o governo de Cavaco, começaram assim.
Algumas dessas denúncias foram inclusivamente citadas por Marinho e Pinto num artigo publicado no Jornal do Centro, contra a família Soares.

Marinho e Pinto pareceu-me nitidamente desequilibrado. Como a professora da gravação...

josé disse...

Marinho e Pinto tinha verdadeiramente estourado com tudo se reproduzisse o que disse ao 24 Horas, sobre a firma PLMJ.

Se repetisse com nomes, estava feito.

E bem gostava que o tivesse feito, porque um dia destes faz. E nesse caso, tem razão...

Leonor disse...

cfr: engana-se!
A MMG não terá menos credibilidade do que aquela que já tem. Há quem goste e há quem não goste. Quando muito, servirá apenas para continuar a ser atacada pelos colegas, mas isso não é novidade nenhuma.
Já Marinho Pinto cavou mais fundo o poço que vem abrindo à sua volta. Portou-se da pior forma possível e não refutou as acusações, nem esclareceu factos ou intenções. Aliás, a citação do que ele disse há um ano acerca da vontade dos advogados em que ele se demitisse foi de mestre. Aí, o homem ficou sem palavras e escudou-se na "ilegalidade" da assembleia.

Joao Quaresma disse...

Um peixeiro, sem dúvida. E por isso mesmo tem futuro na política se quiser, o que me parece que quer. No actual momento em que a opinião pública está tão descrente quando deprimida, um peixeiro pode ir muito longe.

Tirou partido do estilo de entrevista de MMG, entre o provocador e o insinuador, para se fazer de vítima e fazer um frete "contra o jornalismo que se faz aqui".

Sabe muito este menino.

Leonor disse...

Como pode MP dizer publicamente que no caso freeport não há nada?! Que não há suspeitos, não arguidos, não há indícios, etc? Que ssabe ele? A que título e com que intenção diz publicamente isto? Tal como levou esse assunto ao boletim da OA?

Leonor disse...

Está a começar o sorteio do euromilhões na TV, mas deve ser engano porque ouvi dizer que o euromilhões tinha sido à JP Sà Couto!!

josé disse...

Há uma coisa na entrevista que ficou clara: não houve papas na língua de parte a parte, como acontece com o melífluo Crespo, esse sim, distorcedor de factos.

zazie disse...

Foi uma coisa horrível. O sujeito passou-se e insultou o MMG da forma mais porca.

cfr disse...

"MMG nunca passou as marcas no jornalismo sobre os casos que tem apresentado"
De acordo, José. Mas no meu entender passou-as com o Marinho e por mais do que uma vez: "o sr é um bufo", "...tenho-o aqui a si. ( para demonstrar o desprestígio dos advogados)...e o Marinho passou-se. E retorquiu-lhe na mesma moeda. Adiante...

Sempre a considerá-lo.

marta disse...

Postura indigna e vergonhosa para um Bastonário da Ordem dos advogados. E nós ainda gozamos com as peixeiras da praça da figueira ou do mercado do bolhão.......

Colmeal disse...

José,

Será que este tipo pode dizer o que disse em directo, perante milhões de pessoas e safar-se de ser processado?
(caso a apresentadora o entenda e se sinta prejudicada pelo mesmo)

josé disse...

Ela só lhe disse isso do bufo na sequência do Marinho não justificar as aleivosias que mandou contra os advogados em geral... ao mesmo tempo que criticava a bufaria no Freeport.

Neste contexto que foi o real nem insulto foi, sequer.

zazie disse...

Isso do sr. é um bufo foi depois do tipo ter dito que ela manipulava e alterava factos e muito mais coisas.

Não faço ideia qual a mensagem que passa para a opinião pública.

Mas ela devia tê-lo entalado.

josé disse...

Colmeal:

Tanto quanto julgo saber, não penso que MMG possa ou deva processa-lo pelo que disse. Marinho disse o que pensava, disse a sua opinião, como aliás MMG lhe fez notar.

É isso mesmo que defendo: a liberdade em se dizer o que se pensa, mesmo que esteja errado.

zazie disse...

Exacto, dissemos ao mesmo tempo

":O)))

josé disse...

Não ofende quem quer e o Marinho está rapidamente a perder a capacidade de ofender, porque se descredibiliza a cada entrevista

cfr disse...

Eu não sou advogado e tanto se me dá que esteja lá este ou o Júdice ou o Alves. Dos três parece-me o melhor mas isto é visto de fora e de muito de fora.
Quanto ao euromilhões, segundo o 24horas, saiu foi aos tios e mãe do sócrates
À JP Sà Couto saiu o 2º prémio.

zazie disse...

Também penso que não. Não há processo para nada.

Nós é que estamos mal habituados e gostamos muito das mentirinhas e hipocrisias com punhos de renda.

josé disse...

O Marinho está desequilibrado notoriamente. Em stress permanente sobre as indignações contra isto e aquilo.

Agora, agarrou-se ao poder deste governo. Se calhar pensa que o safam, mas está enganado.

Karocha disse...

A mim também me chamaram peixeira!
Até liguei para a TVI para dizer uns nomezitos, que o Sr. Bastonário sabe , porque eu lhe os disse também!!!!

josé disse...

Não digam nada, mas também prefiro este Marinho da OA. O desprestígio é só para ele... e entretanto vai dizendo umas enormidades próprias dos tolos da aldeia. Verdades que ninguém diz.

zazie disse...

Mas ele estava histérico e o histerismo era todo ele político.

Aquilo foi o mesmo que dizer por quem tomava partido.

Fez um suposto balanço da MMG que mais não foi que o balanço das amarras que ele próprio tem.

E isso parece-me claro para quem tenha assistido.

Nenhum bastonário é chamado a opinar sobre a qualidade jornalística de quem o entrevista.

E o sujeito fê-lo mentindo, atirando com fabricações intencionais da MMG que nunca existiram.

E acabou por deixar as dele à mostra.

Colmeal disse...

Sim, concordo, se bem que ele deve ter estado mesmo no limite das marcas .... quanto à MMG penso que deve ter feito um esforço enorme para se conter caso contrário teríamos um momento histórico de televisão .
Foi um risco levar este homem ao JN, depois do que ele já tinha dito por aí, percebia-se que já levava a "cassete" preparada.
Foi pena a MMG não lhe dar corda, porque como o José afirmou, ele de certeza que ia pôr a boca no trombone sobre o Júdice e aí estava a cavar a sua sepultura.

zazie disse...

Ele estava louco
ehehe

E nunca se viu uma coisa assim. Porque parecia que estava a debater com responsáveis da justiça quando apenas estava a falar com uma jornalista que não é responsável pelas trapalhadas deles.

Carlos Alberto disse...

Quanto ao Euromilhões meus caros, estão enganados, ele saiu sim ao Oliveira e Costa e à clique dum partido que se aboletou com um banco.
Isso sim, é um Euromilhões à séria...a não ser que haja alguns que já não se lembrem dele....

zazie disse...

Mas eu gostei.

":O))))

Verdade. Assim não se engana. Só quem quer ser enganado.

josé disse...

O Marinho foi ali para questionar a MMG a partir do momento em que ela lhe tocou nos pontos sensíveis: a incoerência, o frete, as burrices até.

A partir dali, começou o ataque pessoal à entrevistada como se ele estivesse ali na qualidade de crítico de tv e apoiante deste governo.

zazie disse...

É verdade, José. Antes assim- com passados que acabam por meter a boca no trombone.

E com a MMG, contra o resto dos lambe-botas.

josé disse...

Carlos Alberto:

Concordo plenamente com o seu comentário: o caso mais grave que temos é o do BPN.

São muitos milhões que foram à vida e serviram para segurar a vidinha de muita gente e alguns candidatos partidários, incluindo a meu ver o próprio PR.

Isto é de uma gravidade tal que o Freeport é uma brincadeira de crianças à beira disto.

Mas o entalado do Freeport é também amigo do entalado no BPN. Até lhe prefaciou o livro...

josé disse...

A MMG é mesmo assim e já o tinha sido uma vez contra o Miguel Sousa Tavares. Foi até mais agressiva nessa altura e a peixeirada esteve quase a acontecer com vias de facto.

A MMG é uma pessoa autêntica.

Não é uma Ana Lourenço insípida e falsa sonsa. Nem um melífluo Crespo, nem um palerma José Alberto Carvalho ou um cretino Ricardo Costa.

Gosto de pessoas assim, embora por vezes sejam incómodas.

JB disse...

Concordo com o José.

Manuela Moura Guedes limitou-se a ser jornalista, algo a que as figuras do regime não estão habituadas e lhe levam a mal. Senão vejamos, a jornalista citou uma frase de Marinho Pinto em que este dizia que se os advogados não o quisessem à frente da Ordem deviam convocar uma assembleia e votar a sua demissão. Agora vem dizer exactamente o contrário, considerando tal convocatória ilegal. Marinho Pinto disse que os magistrados do MP que relataram as pressões a que foram sujeitos eram bufos (sic); Manuela Moura Guedes perguntou-lhe se ele era bufo por, entre outras coisas, denunciar advogados que alegadamente praticaram crimes ou um juiz-conselheiro alvo de um processo disciplinar que, aliás, foi arquivado por não se ter provado que tenha dito o que Marinho Pinto diz que ele disse. Ou seja, e para terminar quando haveria muito mais para dizer sobre a tristíssima figura do bastonário, Marinho Pinto foi desmascarado por MMG: a jornalista limitou-se a demonstrar que o homem fez carreira à custa de lançar lama para cima de toda a gente e que agora que já não lhe aturam a lata tem de fazer fretes ao governo à espera de uma eventual recompensa futura. Baixo nível, em suma. Paz à sua alma como bastonário.

Rosa disse...

Na primeira parte da entrevista, o Bastonário torceu o que antes disse acerca dos advogados em geral. Pois se na entrevista dada no dia do advogado falava em advogados que ajudavam delinquentes de crimes económicos, agora afinal do que se tratava era de advogados condenados por burlas e abusos de confiança Coisa manifestamente diferente daquilo a que antes se referiu.

E não lhe ficou bem... mas isso já pouco importada.

Já na parte final foi de se lhe tirar o chapéu!

Disse à Moura Guedes o que ela já merecia ter ouvido há muito tempo, ali, em directo, olhos nos olhos. Desta vez não foi a Manuela a última a falar. Comeu e calou! Ela e o marido. Foi preciso colocar o genérico para terminar a investida demolidora do Dr. Marinho. Até doeu!

Karocha disse...

O Sr. Bastonário é muito engraçado!
Falou comigo, quando era jornalista por mail, vezes sem conta.
Eu disse-lhe os nomes todos que sabia, aliás, foi ele que me pediu!
E agora defende a casa pia e o freeport?

josé disse...

Quem não gosta da MMG tirou a barriga de misérias, de facto. O Marinho disse o que quis e nem houve grande réplica.

Mas fez uma figura de contorcionista em relação às denúncias dos advogados criminosos. No dia de S. Ivo não foi isso que quis dizer, como ele bem sabe e a entrevista do dia anterior ao 24 Horas é mais esclarecedora.

Marinho percebeu o perigo e retraiu-se cobardemente. Mas é um sinal que não está doido de todo e por isso ainda o iremos ver a espernear um pouco mais.

josé disse...

Karocha:

Lembre-se por favor daquilo que aqui dissemos aquando do caso com o José António Barreiros: coisas pessoas, não.

Ritinha disse...

O José usa bem os adjectivos, mas nunca adjectivou tão bem como no comentário 21:59.

Karocha disse...

Eu sei José!
Por isso liguei para a TVI!
Não disse no seu blog mais nada :-)

Mani Pulite disse...

Este animal Marinho vai acabar mal no dia em que a traineira Sócrates se afundar e toda a peixeirada for ao fundo com ela.Está para breve e os advogados irão escamá-lo e fritá-lo em lume brando.O muito óleo que sobrar irá ser utilizada na produção de ração para os porcos.

Das divergências e convergências disse...

Hilariante!

Rebel disse...

Estão muito bem um para o outro. Partindo do princípio de que todos os seres humanos serão dotados para qualquer coisa, eis dois exemplos de gente que terá passado ao lado de uma grande carreira!

Mani Pulite disse...

REBEL a tua carreira é no Largo dos Ratos.Vai bufar para outro lado,para o RVCC que te carregue.

musaranho-coxo disse...

Realmente, não se percebe este Rebel. Ou não sabe pensar ou não se entende.

Mas enfim. Podia ter sido mais básico como é muita gente e dito que o problema é ela parecer uma boneca insuflável.

Geralmente não vão mais longe que isto para explicarem as "críticas jornalísticas".

Uma "boneca insuflável" que não anda para ali aos pulinhos e gritinhos como as fatinhas. Por cá não se está habituado a que as mulheres possam fazer jornalismo sem papas na língua.

Preferem homens jornalistas a empastelarem favorzinhos e a falarem como senhorinhas.

musaranho-coxo disse...

ehehe

O danado do musaranho que me apanhou a cache.

Ruvasa disse...

Cfr.

Manuela Moura Guedes - por quem nºao butro especial apreço - não disse "o sr. é um bufo", fora do contexto.

O que ela disse, foi em ar de extrema surpresa, p que a mim estava a acontecer também, ouvindo Marinho Pinto, a caracterizar os bufos e a forma como actuam, que até parecia estar a falar de si próprio. Então, a Manuela, espantada, disse:

- "Mas... então o sr. é um bufo!"

Ou seja, se um bufo é aquele que o sr. está aí a caracterizar dessa forma, então o sr. é-o. Ou não?

Isto é substancialmente diferente de dizer simples e desgarradamente, "o sr. é um bufo".

Tão substancialmente diferente que, em juízo, a primeira frase é punível; a segunda, claro que não.

Ora, perante esta surpresa da Manuela e a expressão dessa surpresa, é que o Marinho, uma vez mais e desta vez de vez, se passou por ver que tinha sido apanhado na sua própria armadilha. E, vai daí, disparatou como nunca julguei ser possível da parte de um advogado, habituado a estes debates quentes e respectivas nuances. Por muito inexperiente e incapaz que se mostre, que não é o caso de Marinho Pinto.

* * *

No entanto, vou mais pela teoria expressa pelo António Balbino Caldeira, há pouco no seu blog "Do Portugal Profundo". Da parte de Marinho Pinto, tudo aquilo foi premeditado. Talvez tenha perdido um pouco o trambelho, mas foi premeditado e obedeceu a uma estratégia. A de minar o caso Freeport logo desde o acto inicial, ou seja, a denúncia "ilegal". Denúncia "ilegalizada", processo morto, ok?

Mas quanto a esta parte, vou escrever no comentário seguinte.

Cumprimentos

Ruben

musaranho-coxo disse...

Pois foi. Ele caracterizou-se a si próprio e ela limitou-se a formular a pergunta

":O))))

Foi genial. Só foi pena depois não o entalar quando ele desatinou e decidiu fazer da jornalista uma militante da oposição ou de qualquer cabala.

musaranho-coxo disse...

Mas não ali premeditação no destempero, ele estava com os nervos em franja.

Isso é óbvio. E foi bom, porque assim foi tudo claro. Não houve manha controlada. Pode ter havido intenção de ir lá para isso, mas o descontrole foi resultado de ela ter sido certeira onde mais ele teme.

Ruvasa disse...

Cá estou novamente. Falemos agora da denúncia.

"o Marinho acha que pelo facto de um tipo que era do CDS e sabia coisas sobre o Freeport ter falado com a PJ e esta entidade aconselhado a fazer uma denúncia anónima, isso, para ele, é um "cozinhado", escreve o José.

É certo que sim, mas tenho para mim que ter a denúncia sido cozinhada ou não é circunstância irrelevante para o caso.

O que realmente conta é ela ser verdadeira ou falsa.

Diremos que, grosso modo, é como a questão da gravações legais ou ilegais.

É legalidade/ilegalidade meramente conjuntural porque o que hoje a lei prescreve, ontem não prescrevia e amanhã voltará a não prescrever.

Varia consoante as modas a que o legislador aderiu ou não, como em Portugal bem sabemos.

Mas o que é verdade na gravação, tanto o é com gravação legal como com gravação ilegal.

E essa é que deve ser a verdade privilegiada ou, como diria qualquer alemão, über alles! Infelizmente, como estamos "carecas" de por cá saber, não é!

Novos cumprimentos

Rebel disse...

Mani Pulite:
É a última vez que lhe dirijo a palavra e somente para lhe dizer que qualquer tipo ordinário se tornará sem esforço num gentleman, quando posto ao seu lado!
E faça-me o favor de não me tratar por "tu" que nunca comi à sua mesa, nem alguma vez permitirei que coma à minha!
Se tivesse de o mandar para algum lado, não seria para o Largo do Rato, mas para local parecido, de onde nunca devia ter saído, deselegância que não cometerei!
Faça um favor a si próprio, ao País, à Europa e ao Mundo: suicide-se! Caso não tenha coragem para tanto, ficarei já satisfeito com o seu silêncio!

josé disse...

Calma, meus caros!

Vamos lá a ver: não tenho o comentador Rebel por infiltrado do tal largo.

E gosto da divergência de opinião, sempre que a mesma foi fundamentada devidamente.

Por isso, take it easy, both of you.

musaranho-coxo disse...

Eu penso que há uma grande confusão com um Rebel/Damal que tinha um avatar com um cão e que anda a ser confundido com este Rebel.

Esse era outro e andava pelo Blasfémias. Não há aqui bufaria nenhuma. O Rebel dá a cara- literalmente.

musaranho-coxo disse...

Eu é que acabo de dar o musaranho por mim. Mas foi por esquecimento à conta do login
ehehe

Rebel disse...

Musaranho-coxo:
É natural que não me perceba!
É que entendo o jornalismo como honesta tentativa de esclarecimento de factos e não como um constante libelo acusatório, seja ele a quem for! Não se trata aqui de esquerda ou de direita. Se for ao meu blog, terei dito mais mal do Bastonário a quem até ja chamei de Bestonário, do que a Manuela. Só que não sou jornalista! Não estou comprometido com a deontologia do jornalismo, nem quero estar! Como não tenho partido, não tenho interesses obscuros ou menos claros, somente tenho o desejo de viver numa sociedade onde o diverso coexista pacificamente, isso pode confundir fiéis a esta ou aquela causa. Subscrevi a fundação de partidos de direita e de esquerda com a mesma alegria e o mesmo sentimento de que o que estava a fazer era correcto porque acho que o mundo a preto e branco sera um mundo horrível. E é por isso que aqui venho, como vou a blogs que veria como seus inimigos e admito que uns e outros visitem o meu e critiquem e digam mal porque só a diferença nos confere identidade. Sabe que os meus amigos benfiquistas ficam admirados comigo que sou sportinguista quando lhes digo que o sporting perdeu bem e tenho é que dar os parabéns aos meus adversários? Isso entristece-me porque infiro daí que gostam pouco do jogo e querem é ganhar. Ainda não perceberam que nem sempre se ganha e nem sempre se perde.

musaranho-coxo disse...

Mas vejam lá se esclarecem isso porque dá-me ideia que nem o Rebel percebeu que a confusão vem daí.

Não me lembro do blogue desse Rebel mas lembro-me dele. Teve até debate com a Lusitânia, antiga liberdade que é uma bacana que vai ao Cocanha.

Mas, mesmo pelo estilo, dá para topar que não é o mesmo. O Mani Pulite anda desconfiado e deve ser à conta deste engano.

musaranho-coxo disse...

Rebel:

Sou eu, a zazie, a das fúrias fideístas.

eheheh

musaranho-coxo disse...

Agora estou mais na versão shakespeariana do Taming the Shrew que é para condizer com a defesa da MMG.

Teresa Maria disse...

MMG não desilude o seu público,entre alguns factos e várias "sentenças " lá vai dando o "sangue" que atrai audiências.Todavia,o MM que,habitualmente,faz a festa, atira os foguetes ,mas não os apanha ,desta vez ...espalhou-se mesmo ,pois contra comportamentos não há argumentos.
Uma última nota .. Mani Pulite lendo o que escreveu, veja lá se pede ao Rebel um curso de educação e de cidadania nas Novas Oportunidades.
Poupe-nos a estas atitudes básicas ...um pouco mais de nível ,se o conseguir ...

musaranho-coxo disse...

Estive a rever o vídeo e já não digo nada. Não sei se não foi deliberado para escaqueirar o programa, fazendo mais um frete.

Ele disse-o, a dada altura, que foi intencional.

Está passado e há-de estar desesperado.

Rebel disse...

José:
Lamento que tenha de escrever o que acabo de escrever, mas a falta de educação de um elemento que aqui participa não me deixou outra saída. Caso queira deixarei de fazer qualquer comentário neste seu blog. Contudo não lhe posso apresentar qualquer pedido de desculpas!

musaranho-coxo disse...

Phónix!

Rebel,

Já leu o que eu escrevi?

Já percebeu o motivo pelo qual o Mani Pulite julga que v. é bufo?

Leia, a ver se o engano se esclarece.

musaranho-coxo disse...

Esqueça a porcaria da educação. Leia o motivo pelo qual o confundem.

Não leu o que eu escrevi. Há-de vir daí o engano. Esclareçam lá essa treta e falem claro, que diabo. Não custa nada.

musaranho-coxo disse...

Vou repetir

Rebel: leia issto que eu escrevi:

Eu penso que há uma grande confusão com um Rebel/Damal que tinha um avatar com um cão e que anda a ser confundido com este Rebel.

Esse era outro e andava pelo Blasfémias. Não há aqui bufaria nenhuma. O Rebel dá a cara- literalmente.

23 de Maio de 2009 0:41

musaranho-coxo disse...

V. era o Rebel/Damal que andava pelo Blasfémias e que usava um avatar com a imagem de um cão?

Pronto. É isto. Vem daí a confusão de bufaria.

Rebel disse...

Musaranho-coxo:
Já tem o link dos programa de filosofia que afinal ainda está em vigor.
É o último de "Estudo acompanhado".
O de 12.º ano é tal qual o que na altura descrevi: uma solução de compromisso entre lobbys da filosofia que acaba por não ter em conta o que deve um aluno sair da escola a saber. Aliás, nestas coisas, como noutras, nada há de pior que uma solução de compromisso: é aquela que ninguém quis e toda a gente aceitou!

musaranho-coxo disse...

Responda à pergunta, sff, que eu já a fiz duas vezes e há por aqui confusões que são mais cretinas e podem ser esclarecidas.

Terceira vez a mesma pergunta:

V. era o Rebel/Damal que andava pelo Blasfémias e usava um avatar com a imagem de um cão a rosnar?

musaranho-coxo disse...

Então?

Não responde?

Rebel disse...

Não tenho de ser confundido com ninguém. Dou a cara! Não me refugio em gravuras ou seja no que for!
O que não permito é que me enxovalhem, nem por engano.
Pode dizer-se de tudo a qualquer pessoa, desde que se lho diga com educação! Ora, para isso, é necessário ter-se educação...

musaranho-coxo disse...

Mas sabe ou não sabe do que se está a falar?

Porque é que faz que deixa de estar online quando as pessoas são frontais e tentam esclarecer as coisas, fazendo as perguntas directas.

Sabe ou não sabe quem era o Rebel do avatar e era ou não era v. que também andava com esse nick.

Apenas isto.

Eu já me pronunciei porque achei que havia engano.

V. que pode ser a vítima do engano não devia ter interesse em o alimentar com meias palavras.

musaranho-coxo disse...

A educação o tanas. Não venha com tretas.

Há um egano e o Mani Pulite diz isto tudo devido a isso.

V. apenas tem de perceber o engano e devia percebê-lo e não disfarçar com coisas ao lado.

Já tinha percebido a quantidade de indirectas com o seu nome? e o Damal? e tudo o resto que levava a que o Mani Pulite achasse que era a mesma pessoa?

Sim, ou não?

musaranho-coxo disse...

Então?

Tanto tempo para responder a estas perguntas simples?

Caraças, v. se não é esse outro, é demasiado desastrado e faz por o parecer.

Rebel disse...

Eu sou fui e sempre serei Rebel e nunca fui /Damal ou o que quer que seja. Se fizerem click sobre a minha foto, vão ter à minha página e está lá tudo. Chamo-me Fernando Seabra e não posso ser confundido com fakes porque nada tenho a esconder.

musaranho-coxo disse...

Ok.

Era esse o engano. Podia ter sido mais rápido na resposta, phónix!

Não é nada comigo, diga-se.
Mas também já me estava a chatear tantos pézinhos de lã em vez de se perguntar directamente.

E v. é um tanto tolito, não é por nada. Que demorou a compreender.

Inté.

musaranho-coxo disse...

E o nick mais conhecido do outro era Rebel.

E pronto. Está feita a boa acção

":O))))

Rebel disse...

Eu não tenho de compreender desconfianças!
Para mim, toda a gente é de confiança até se provar que não é de confiança!
Essas coisas, passam-me sempre ao lado!

musaranho-coxo disse...

Pelos vistos demasiado ao lado. Não se trata de confiança. Trata-se de eventuais mudanças de nick.

musaranho-coxo disse...

Mas, para mim, era igual ao litro.

josé disse...

Quem aprecia Pergolesi e o Stabat Mater tem lugar aqui.

E a Deutsche Messe, de Schubert?

Leonor disse...

De vez em quando, esta caixa é um fartote de riso!

Rebel disse...

A minha paixão é o barroco! Alemão ou italiano, o barroco

Rebel disse...

Aliás, José, costumo provocar os meus amigos dizendo-lhes que a música termina com o fim do barroco. Daí para cá provocaram-se fenómenos sonoros mais ou menos interessantes...

Mani Pulite disse...

Pôr no mesmo plano a MMG,que faz o trabalho sério e altamente perigoso de denunciar todas as poucas-vergonhas da ditadura Sócretino-Socialista,e o abjecto Marinho-o da defesa de pedófilos e do branqueamento do caso Freeport-é de uma profunda desonestidade intelectual que descredibiliza quem o faz e lança todas as suspeitas sobre o seu autor.Ora tudo o que Rebel escreve tem um "perfume" que levantava suspeitas mesmo se a pessoa em questão bata no peito proclamando a sua inocência e vitimizando-se abundantemente.Até fazia lembrar o "inginheiro".Ora é sabido que a batalha da Blogosfera está num crescendo e que os meios afectos pelo Largo dos Ratos a esta batalha foram drasticamente aumentados em quantidade e qualidade nos últimos tempos.Certos blogues de referência,como é o caso deste,estão debaixo de uma vigilância constante e hoje após o show pré-programado do Marinho na TVI vários blogues foram de imediato tomados de assalto por comentadores comandados pela Central de Propaganda Sócretina.O objectivo desta operação não é defender o Marinho cujo descrédito já é total.Mas desacreditar a Manuela,o Jornal Nacional das 6as.e a TVI pondo-os ao nível do Marinho.Assim também se completa a estratégia dos processos por difamação que não foram suficientes para os calar e até fizeram boomerang.O que fez o Rebel.Exactamente isso:MMG=Marinho.Estão um para o outro.Dois crápulas.A vitima=torcionario.O judeu assassinado=assassino nazi.É isto que Sócrates e assessores pretendem e o discurso de Rebel encaixava perfeitamente neste objectivo.Portanto das duas uma:ou Rebel trabalhava para os Ratos; ou comeu tanta farinha Saluzena no curso de Sociologia,apimentada com Adriano Moreira e Boaventura Sousa Santos,que tem a moleirinha completamente lavada e não sabe distinguir o Bem do Mal.Dito isto e depois dos esclarecimentos prestadas pelo Rebel à nossa sempre muito estimada Zazie aceito as explicações que ele dá acerca da sua identidade e boa fé.Quanto à rudeza ela é própria da guerra e do estado de legitima defesa em que o Povo Português se encontra e tem infelizmente de ser usada para que a Verdade e o Bem possam vir ao de cima.Sans rancune.E agora vou ouvir o Lascia ch'io pianga do Rinaldo de Handel que é o mais apropriado para esta ocasião.

zazie disse...

Ò Mani Pulite, caraças, não está a ser nada polido.

Ele prestou os esclarecimentos foi ao musaranho.

Ou acha-me com cara de quem é capaz de andar com o “Carrapito da Dona Órora" a tocar no perfil?

“:O)))))

Teresa Maria disse...

Mani Pulite


O delírio absoluto ,ou pior.."quem não é por mim ,só pode ser contra mim ,ou dos outros .."(onde ouvi isto )))

Veja lá se começa a admitir as opiniões dos outros ,sem estar atrás de qualquer porta com gabardina e óculos escuros ....

Mani Pulite disse...

Zazie,Aprecio muito as suas intervenções em vários blogues,a sua frontalidade, as posições que toma,a sua linguagem viva e directa.Nestes momentos difíceis julgo que estamos do mesmo lado da barricada.Peço-lhe desculpa pela confusão mas num dos comentários do Musaranho ele afirma ser a zazie com uma referência fideísta.Esse é o motivo da confusão e retiro o seu nome do comentário substituindo-o pelo do Musaranho.Sempre admirador.

Karocha disse...

Rebel

Você é o Damal?
é por isso que não fala comigo?
Se você é o damal, fechou o seu blog e abriu outro, quanto ao perfil não diz nada!
Se você é o damal, é o Jorge Van Kricken!!!!

Mani Pulite disse...

Quanto à D.Teresa Maria.Você obviamente não gosta da MMG e do jornalismo de verdade que ela pratica.Prefere um jornalismo mais subserviente provavelmente.Não sei quais são as suas capacidades intelectuais para conseguir debater questões sérias como a liberdade de expressão e a deontologia jornalística. Quanto ao que diz nos seus comentários não lhe vejo consistência alguma.A política, o debate e a acção políticos,não são um baile de gala e as boas maneiras não fazem parte dos ingredientes dessa actividade,em particular em momentos de ruptura como são os que Portugal está a viver neste momento.A citação que faz são palavras suas e de sua exclusiva responsabilidade. Aconselho-a a despir a gabardina,tirar os óculos escuros,frequentar todos os cursos Novas Oportunidades que entenda e explicar depois de uma maneira fundamentada os seus pontos de vista.

alexandre Iº disse...

É preciso ser forte para não entrar em profunda depressão num país como este. A peixeirada de ontem era previsível. De tal modo que, a certo ponto, deixei de conseguir assistir a tal coisa. De certa forma o Bastonário provou do seu próprio fel, ou seja, foi confrontado com acusações, generalidades, afirmações descontextualizadas, etc - tudo aquilo que ele próprio faz há muitos anos. E não gostou. Parece-me, posso estar enganado, que já não há verniz que aguente esta situação.

Joao Quaresma disse...

Note-se que, antes da entrevista começar, a TVI recordou a colecção de afirmações bombásticas que Marinho Pinto tem produzido, acabando com um «E ficamos por aqui, até porque já temos o ouvido a doer». Ou seja, prepararam o terreno para Marinho Pinto explicar-se, deitando água na sua própria fervura, e tentando contrariar o abaixo assinado contra ele.

Mas ele não está na política para isso, e não tardou a fazer aquilo que se viu e que foi - obviamente - premeditado.

Da mesma maneira como a carreira de Santana Lopes foi relançada pela birra da interrupção da entrevista na SIC, Marinho Pinto passou da pré-campanha para a campanha.

E, como já aqui disse, um peixeiro pode ir muito longe na política.

Rebel disse...

Karocha, Não sou Damal nenhum! Falo consigo como falarei com toda a gente que me dirija a palavra com educação. Não alimento é situações esquizoides ou mesmo esquizofrenias.

Rebel disse...

Veja-se o nosso PR

zazie disse...

Mani Pulite,

Não me faça rir mais

ahahahahahaha

Com que então coxinha, hein...?

Estava a brincar. Era mesmo uma investida à Taming of the Shrew.

E ainda bem que acabou tudo em paz.

zazie disse...

Ena, aquilo no Blasfémias já vai em amis de 300 comentários.

E há para lá insulto à MMG em nome da falta de educação dela que faz impressão.

Com a MMG passa-se uma coisa óbvia. Ou reagem assim por mera claque partidária e isto serve para a desforra dos situacionistas, ou por coisa de macho que está habituado a mulheres decorativas.

Juntando-se a isso a velha tradição dos paninhos quentes e respeitinho à portuguesa, a MMG faz-lhes saltar a tampa. Isto é à americana e logo feito por uma mulher.
É demais.

zazie disse...

O que eles gostam muito é de entrevistadoras à Ana Sousa Dias, só boquinhas e a desfazer-se toda com o entrevistado.

Mani Pulite disse...

A ida do Marinho à TVI foi cuidadosamente programada pela Central de Propaganda Sócretina.O Marinho tornou-se no mais óbvio advogado do Sócrates enquanto o Proença actua na sombra.Quais são os honorários que cobra?Não sei.O estilo trauliteiro do Marinho ilustra a deriva Chavista do Sócretinismo,que seria a sua marca distintiva se por fatalidade conseguisse uma segunda vitória por maioria absoluta.Articulado com a peixeirada daquela alforreca fedorenta foram mobilizados dezenas de profissionais e militantes para atacarem a MMG nas caixas de comentários dos Blogues anti-situacionistas mais lidos.Isso foi muito claro para quem acompanhou toda a noite o evoluir da situação globalmente.No Blasfémias então foi um verdadeiro deboche felizmente contrariado por muitos que também se mobilizaram para os zurzir.São contudo necessários reforços porque a batalha da internet começou a sério e irá prolongar-se até 7 de Junho.O discurso que foi preparado contra a MMG explorando os mais baixos instintos da populaça estão muito bem descritos pela zazie e são uma boa ilustração da pulsão totalitária que anima o Sócretinismo.

Colmeal disse...

Mani Pulite,
Totalmente de acordo com o seu último comentario.
Já agora, alguém viu o JS nas notícias do almoço a falar espanholês técnico?
Foi de ir ás lágrimas ... e eu que julgava que já tinha visto tudo e que o mais divergido era ver um espanhol a falar inglês ...
Puro engano meu, este JS consegue sempre fazer pior do que aquilo que eu penso dele.

Colmeal disse...

Malvada gralha, onde se lê divergido deve ler- se divertido.

Leonor disse...

Quando vejo que o mais frequente e principal argumento usado no apoio ao BOA se prende com o facto deste ter dito "umas verdades" à MMG ou aquilo que todos (ou muitos) gostariam de lhe ter dito, não há mais nada a acrescentar e estamos conversados.

Zé Luís disse...

Concordo em abosluto com o josé, com acento tónico no comentário das 21.59, e da zazie.

Era de prever que com dois seres efervescentes aquilo ia dar faísca.

E acabara a dizer um ao outro coisas menos agradáveis. A MMG excedeu-se numa ou noutra consideração, que as fez, e o MP não podia terminar a "acusar" a jornalista em vez dos ministros que rejeitam ir ao jornal dela, com medo de serem confrontados com as coisas terríveis que Sócrates&Cª têm feito, tal qual o MP na sua esfera da OA.

Gostei de ambos e apreciei imenso que o MP se tenha disponibilizado, apesar de tudo o que dissera de MMG, a lá voltar quando fosse preciso.

Gosto de pessoas genuínas e ambos são-no. Acredito até mais na generosidade profissional da MMG que muitos aproveitam este qui pro quo para zurzirem nela, mas nessa matéria a zazie contou tudo. Agradeço o estilo frontal também de MP, que tem feito mossa nos seus pares que se locupletaram, nos grandes escritórios, com as coisas boas do regime que lhes presta salamaleques.

Foi grande, histérico mas grande. À portuguesa, de boa gente.

zazie disse...

Estes situacionistas são um nojo .

Deviam ter feito a caixa com o exemplo das plantações do zé hortelão e da maria nabiça.

Carlos Alberto disse...

Ainda não consegui perceber o que faz correr a senhora guedes e os seus apoiantes.
A televisão da igreja (TVI)já teve e tem bem melhores senhores e senhoras que lêem na televisão.
Há qualquer coisa que me escapa e boa não é de certeza, pois o que nós vimos e ouvimos desde hà um tempo a esta parte, não é sintoma de boa saúde, bem pelo contrário.
Ok, mas isso já é outra conversa.
Bom dia.

Karocha disse...

zazie

Estão em pânico!
E se a Bomba estoira...

zazie disse...

Carlos Alberto,

Consegue imaginar que existem pessoas que são meros cidadãos e que gostam de ser informados?

Apenas isto.

Já se esqueceu como era, não é verdade.

A partir de dada altura, para certas pessoas, deixa de haver cidadania, verdade, exigência informativa, liberdade.

Tudo isso é trocado por tribalismo e camisola que se veste.

Depois, é claro que os actos deixam de valer por si. O que é uma vergonha no adversário é uma coisa boa se se passar com os bons dos seus filhos-da-puta.

A doença tem um nome: clubite.

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karocha disse...

Parece que dia 26 vai haver arraial!
Lá vou ter que ligar a tv no canal parlamento...

Mani Pulite disse...

Zazie: A resposta a esta miserável petição é uma outra de apoio à MMG.

Allegra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zazie disse...

Não é nada, Mani Pulite.

Ora vá lá ver como cá em casa já todos a assinámos...

MMG para a rua!
Viva José Sócrates!
Viva o socialismo!
Viva Portugal!

zazie disse...

Vá lá assinar quanto antes. E não se esqueça de ser bem criativo.

ehehehe

Colmeal disse...

Eu também quero propor uma petição para proibir o Sócrates de falar noutras línguas que não o Português !!! - Com particular incidência no castelhano e no inglês ...

É que hoje sinto-me particularmente envergonhado, para o circo ficar completo ainda pensei que o Zapatero vinha tentar falar algumas palavras em espanholês mas o tipo falou mesmo em castelhano. Com tudo isto não me admira que o nosso Grande Irmão "decida" em conjunto com a galinácea da 5 de outubro que o castelhano deve entrar e em força no curriculo escolar dos nossos filhos ...
...A la madre que los pario, gilipollas ...

Rebel disse...

Não tenho a certeza do que vou dizer, nem sequer a possibilidade de rapidamente a adquirir mas, tanto quanto me lembro, o protocolo das relações entre os dois países manda que cada um fale a sua língua seja em que circunstâncias for. Se o PM tentou falar em castelhanho, é só uma pequena gaffe, comparada com o desastre que tem sido como PM, isso torna-se irrelevante!

O TCIC é para acabar...