Páginas

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

As mulheres não mudaram assim tanto, em 50 anos...

A RTP3 pela voz de Ana Lourenço comemorou a efeméride dos 50 anos do Código Civil, circunscrevendo o tema ao assunto da mulher e a diferença entre o tempo actual e o de então, com ênfase na discriminação das mulheres em relação aos homens.

Para comentar o tema convidou um professor de direito de família e...Cândida de Almeida, agora no STJ e que falou da dificuldade em ser magistrada nesse tempo de discriminação feminina.

Enquanto falava reparei que levantava um pouco o lábio superior do lado direito, ao mesmo tempo que piscava intermitentemente o olho do mesmo lado, fazendo rebrilhar a tonalidade das rosáceas da face, demasiado esticadinhas e polidas para a idade da dita.

Enfim, nada mudou em 50 anos e afinal aparecem a falar em discriminações. A natureza é o que é, sendo que a das mulheres não mudou nada de nada. E a prova vi-a agora mesmo.

A ironia do destino é essa: não há código que altere a essência feminina. Podem exercer as profissões todas, ganhar o mesmo ou mais que o resto continua tudo igual. E ainda bem.

9 comentários:

zazie disse...

ehehehe

Floribundus disse...

mudou por razões meramente tecnológicas

operações plásticas às rugas da 'montra'.
peitos, barrigas, nalgas ...
cremes, massagens

ginástica nos ginásios

barrigas de aluguer com fornecedores de esperma

comida pronta a enfiar no bandulho

viagens de avião para férias



não mudou

levam mais 'porrada' a começar nos namorados

o que faziam discretamente fazem agora em público



a partir dos 30, feita a minha preparação para a vida, tive razões de queixa, antes pelo contrário
apesar de continuar magricelas, com acne até aos 35. mal vestido

o eterno feminino ...

ver sem ser visto


josé disse...

Huummm...adivinha-se aí um passado interessante. Ahahah1

Anjo disse...

No DN de hoje:

http://www.dn.pt/portugal/interior/o-mais-impressionante-e-como-tanta-gente-se-acovarda-hoje-5517081.html

Floribundus disse...

Fiz um estudo sobre a condição humana no tempo de Homero
Que não será publicado
Iniciei um sobre a época de Cristo que penseo enviar a esre Papa
O Antigo Testamento é um manancial de informações

A meu ver mudou a tecnologia
Dizia Spengler há 100 anos ‘a idade da pedra não terminou por falta de ,atéria prima’
foi o modus faciendi

Llosa disse ser esta a sociedade do espectáculo, outros do narcisismo
PR e pm têm maioria absoluta na sondagem de hoje
Os contribuintes que paguem a DÍVIDA

Tudo falsificado
Dizia o antropófago ‘’a última que comemos era só próteses

Todos nós fazemos o que queremos, podemos e nos deixam fazer
Falta-nos persistência
Por isso o monhé abana a árvore das patacas

muja disse...

"Falta-nos persistência"

Já o Mestre o dizia...

aguerreiro disse...

De facto. Parecia uma alternadeira em pré aposentação!

lusitânea disse...

Alternadeira com aquele aspecto?Só para cegos africanos.O importante mesmo é meter no trombone que por cá quase ninguém é corrupto.É tudo calúnias...e cantar a internacional de forma "patriótica"!

A Mim Me Parece disse...


operações plásticas às rugas da "montra"...
.

"Por detrás liceu, pela frente museu"!