Páginas

quarta-feira, 21 de junho de 2017

"Downburst" sobre a oligarquia no poder: tudo dentro da "margem de erro"...

 Observador:


"O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) considera que a “dinâmica” gerada pela conjugação entre incêndio e instabilidade climatérica, no sábado, em Pedrógão Grande, gerou no terreno condições excepcionais para a propagação das chamas.
Na carta dirigida ao primeiro-ministro, António Costa, ao qual a agência Lusa teve acesso, o IPMA sustenta também que as suas previsões para a tarde de sábado, na região de Pedrógão Grande, estiveram dentro da margem de erro. Por outro lado, que os seus avisos feitos às populações seguiram as regras fixadas na relação com os serviços de protecção civil.
 No que diz respeito às condições que determinaram situações no terreno de excepcional gravidade, o IPMA advoga que “foram o resultado da conjugação da dinâmica do próprio incêndio e dos efeitos da instabilidade atmosférica, gerando downburst, ou seja, vento de grande intensidade que se move verticalmente em direcção ao solo, que após atingir o solo sopra de forma radial em todas as direcções”.



Em relação às previsões feitas pelo IPMA para a região de Pedrógão Grande para a tarde sábado, na carta dirigida a António Costa sustenta-se que “os valores previstos com quatro dias de antecedência se vieram a confirmar pelos valores medidos, com desvios reduzidos em termos de temperaturas máxima e mínima, humidade relativa e velocidade média do vento”.

Portanto, tudo ficou "dentro da margem de erro" e por isso ninguém tem que se demitir. Já se demitiram antes...das responsabilidades e competências.

Quanto aos mortos: culpa deles. Que não fossem por aquela estrada, porque ninguém os mandou para lá. Mandou? Ora, isso é que ainda se está para ver, porque a Guarda da BT já disse que não mandou.

Querem saber mais? Perguntem a um tal Marta Soares. Há anos que anda nisto...é um dos profissionais dos bombeiros voluntários.

Portugal, 2017. 

9 comentários:

José Domingos disse...

Será possível alguém ter a ilusão que estes morgados eminências pardas do regime do 25a, sabem fazer alguma coisa ou têm alguma capacidade de liderança.
Esta gentalha move-se bem nas pocilgas.
O pcp e be, emigraram?
Será que não conseguimos sair deste atoleiro, atulhado de merda ( desculpem o termo) de

Floribundus disse...


o beijoqueiro continua com a geringonça às cavalitas

sexa borra-se quando acontece uma desgraça

não sei como conseguiu manter-se calado no minuto de silêncio

isto enoja-me de tal maneira que às 20 preferi ver o bola
México- Nova Zelândia

esta trampa não tem 'concerto'

Floribundus disse...

em 71 vi em Paris
'António das Mortes'. filme do brasileiro Glauber Rocha

saiu agora a versão portuguesa

do cangaço à revolução

Expatriado disse...

Fico à espera que apareça alguém a explicar que tipo de downdraft ocorreu no local.

Não parece ter sido um destes

https://www.weather.gov/lmk/downburst

Anjo disse...

E vá lá, que ainda não se lembraram de dizer que foi um fenómeno paranormal, sobrenatural, extracósmico... a malta engolia na mesma.

Mas o que é que tem a meteorologia a ver com terem decorrido 5 horas (das 14h00 às 19h00) com o incêndio a propagar-se sem que ninguém tenha mexido uma palha para socorrer aquela gente, com o falhanço do sistema SIRESP de 600 milhões e por aí fora?

muja disse...

Ui é coisa nova. É a geração mais preparada de sempre a mostrar trabalho. O país arde há décadas, e agora deram com o daunebarcete.

E no Funchal qual seria o fenómeno?

E para o ano, qual será?

É tudo nacional-porreirismo até começar a morrer gente. Ainda a procissão vai no adro. Imaginem quando Bruxelas voltar a ser só a capital da Bélgica e secar a árvore das patacas...

muja disse...

Imaginem quando nem dinheiro houver para a gasolina dos auto-tanques, quanto mais para os "meios aéreos".

josé disse...

Parece que os "downbursts" aparecem à vontade do freguês, em ilustrações da NASA.

Em fotos em tempo real, nada. A Protecção Civil não tem smartphones com função foto.

Por Agora disse...

Quem não sabe... vai à wiki ou consulta (via wiki) sites de ciência meteorológica.
O IPMA é de mentirologia pois até lhe falta estatuto para se pronunciar. É qq coisa do MAR e da ATMOSFERA; falta-lhe TERRA para assentar os pés.
Ver, para começar:
https://www.google.pt/search?q=downburst&ie=utf-8&oe=utf-8&client=firefox-b&gfe_rd=cr&ei=-IRLWbOcJJCt8wfFybrYDA
e
https://www.weather.gov/lmk/downburst