sexta-feira, 12 de julho de 2019

A. Costa não sabia nada de Sócrates...

Observador:

O primeiro-ministro António Costa foi brevemente entrevistado no jornal da noite na TVI antes de participar na edição desta quinta-feira do programa “Circulatura do Quadrado”, da TVI 24 e da TSF, no qual participou quando ainda se chamava “Quadratura do Quadrado”, na SIC Notícias. Entre questões sobre o papel do governo o assunto mais incómodo foi um: José Sócrates, o antigo líder do partido socialista. “Tenho a certeza de que no PS as pessoas não conheciam os factos que têm vindo a público”, diz Costa.

Quanto às suspeitas de corrupção, o atual primeiro-ministro, que foi ministro durante a legislatura de José Sócrates, salientou que existe a “presunção de inocência” e referiu que não vai fazer um “julgamento popular do engenheiro Sócrates”.

Factos omitidos por A. Costa para este juízo de ignorância atroz e muito conveniente a esquecidos: 

-José Sócrates foi suspeito no caso Freeport em que aparece um video, de um suposto corruptor a dizer claramente que Sócrates era corrupto.  

-Os casos Opa Sonae, PT, Bes, CGD, bcp ocorreram todos numa altura em que Sócrates era primeiro-ministro e A. Costa número dois. 

- Caso Face Oculta, revelado no final de 2009, em que Sócrates é suspeito de atentado ao estado de direito, por querer dominar todo o sector da comunicação social. A Cofina? "Isso compra-se", disse o amigo Vara. 

-Quando ainda estava  no Governo,  Sócrates disse que só ganhava cerca de 5 mil euros por mês e que só tinha uma conta bancária, na CGD.

-Antes tinham surgido várias dezenas de  cheques esquecidos num móvel, algures no Alentejo e relativos a uma outra conta bancária...

-Quando saiu do Governo prescindiu de qualquer indemnização a que tinha direito e foi comprar logo um Mercedes série S, tendo motorista privativo ( João Perna) para o conduzir onde fosse preciso. 

- Sócrates vivia numa casa que A. Costa, sendo um pindérico como ele  e não tendo feito mais nada senão politicar, essencialmente, como ele, nem teria acesso normalmente e com os rendimentos declarados. A prova é que vive num tugúrio algures em Benfica...

- O emprego que Sócrates conseguiu logo que saiu do Governo, na Octapharma, deveria fazer franzir o sobrolho a um A. Costa, mas aparentemente não teve esse efeito.

- O estilo de vida que levava, em Paris e não só,  deveria, só por si, constituir motivo suficiente para se desconfiar da fonte de rendimentos de uma pessoa assim, como José Sócrates. 

- Não só não desconfiaram como até aceitaram, caso de Pedro da Silva Pereira, um nojo de político, chafurdado nessa imoralidade, ajudas avulsas para si e familiares directos. 

Ainda há mais factos, mas estes chegam para ver a hipocrisia de A. Costa. Outro aldrabão.

E já me esquecia do facto mais importante e revelador. Foi em 2010 e a TVI mostrou e neste blog deu-se relevância:Sócrates, em Los Angeles foi ao bijan e deixou lá o nome da montra. Esse facto, só por si, como escrevi na altura merecia um inquérito parlamentar. Ninguém deu por nada...quando era absolutamente impossível a A. Costa ignorar este facto. Cambada de hipócritas!






Sem comentários: