Páginas

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

O Estado Social começou com Marcello Caetano

Rui Ramos escreve aqui 

O Estado social em Portugal foi obra de vários regimes, da República, que pouco fez mas teve projectos, até à ditadura salazarista, que inventou a expressão “Estado social” no tempo de Marcelo Caetano. O verdadeiro e efectivo pai do SNS é, aliás, Baltasar Rebelo de Sousa, como o presidente da república notou na biografia do pai. 

De facto, no livro de propaganda do regime no tempo do 4º Governo de Marcello Caetano ( 1971) escreve-se assim:


No 5º ano de Governo ( 1972) a quantidade de diplomas que documentam a intervenção social do Governo e no sistema de saúde por ser consultada nos diários do governo da época...



8 comentários:

Floribundus disse...

comecei a interessar-me pela politica nas eleições de 49

nunca fui fascista ou social-fascista

em 51 assinava La Table Ronde da Plon, hoje nas mâos da 10/18

assisti à montagem do estado social na Europa e à sua falência

a 2ª rep baseou-se na doutrina mussolinica do estado social corporativo não socialista

a Caixa de Previdência e outras instituições são de AOS

MC foi continuador

os socialistas igualmente

até ao presente prec comunista

o estoiro vai ser audível em Marte

Adelino Ferreira disse...

O dr Pedro Passos Coelho à falta de candidatos para as autárquicas para Lisboa arranjou um papagaio para ocupar os merdia com um não assunto. Vem bisto! (não é gralha)
Adenda: não há fome que não traga fartura.O psd vai ter que escolher entre a Laurinda Alves, ahahahah ou o José Eduardo Moniz ahahah

Adelino Ferreira disse...

O dr Pedro Passos Coelho à falta de candidatos para as autárquicas para Lisboa arranjou um papagaio para ocupar os merdia com um não assunto. Vem bisto! (não é gralha)
Adenda: não há fome que não traga fartura.O psd vai ter que escolher entre a Laurinda Alves, ahahahah ou o José Eduardo Moniz ahahah

josé disse...

Quer a Cristas. E pensando bem, é vem bisto...

Adelino Ferreira disse...

José, eu acho que nem a Cristas o quer. Ainda lhe estragava um resultado honroso.

Adelino Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
josé disse...

Ele quer a Cristas. Salvo seja...

Floribundus disse...

a dupla exótica e esotérica pm/PR lembram-me os Dupond e Dupont da BD

os pobres-diabos que passam por ministros e secretários
e os deputados de esquerda
têm cada vez mais ar de novos-ricos

CHIRIBI-TÁ-TÁ