Páginas

terça-feira, 28 de março de 2017

Hiper, mega, maxi: de onde vem esta novilíngua jornalística?


Observador:


A Procuradora-Geral da República (PGR) quer alterar a forma como se investigam os crimes económicos e financeiros em Portugal, criando para isso “superequipas” de magistrados de diferentes áreas, refere o Diário de Notícias. Contactado pelo jornal, o gabinete de Joana Marques Vidal frisou que “um dos aspectos é justamente a necessidade de criação de equipas que, tendo um coordenador, integrem vários magistrados de diversas jurisdições”.

"Super" isto e "super" aquilo. "Megaprocessos" e  "maxiprocessos".  "Hiper", "mega", "maxi"...

De onde vem este linguarejar escrito?  Não há outro modo de escrever para definir coisas e assuntos?


10 comentários:

Floribundus disse...

mania das grandezas num rectângulo falido

frustrações dos imbecis

que contribuem para a cretinização das gentes

os MERDAS entram portas adentro

Floribundus disse...

so crazy
a fool's game
This is crazy
it's crazy
a fools game

roba da pazzi

lusitânea disse...

Os que não roubaram nem corromperam são os prejudicados.Porque nos outros está a maioria...que como sempre se vai safar...até à reencarnação do Tribunal Plenário...

aguerreiro disse...

Devem tomar Viagra todos os dias para ganharem esses superlativos!

J H P disse...

"O grande destaque das mais antigas crónicas referentes ao São João em Braga, a corrida do porco preto, transformou-se numa Prova de Obstáculos em 2017, a Black Pig Race."

in http://saojoaobraga.pt/blackpigrace/

Vergonha alheia.


(contexto: http://saojoaobraga.pt/corrida-do-porco-preto/)

muja disse...

Haver, há; mas... Não era a mesma coisa.

Com papas e bolos se enganam os tolos.

Lopes disse...

José, parece que o Granadeiro está a ser apertado... Será que aínda os vamos ver a pagar pelas asneiras?

Oscar Maximo disse...

Tudo bom português. Mas ainda falta o giga, tera, peta, exa ...a propósito, haverá no mundo, já não falo no país, já não falo em funcionários públicos, já não falo da procuradoria, já não falo de adultos, humanidade suficiente para tanto empenho na justiça ?

josé disse...

"humanidade suficiente para tanto empenho na justiça ?"

Pode explicar melhor?

É tema interessante...

Luís Bonifácio disse...

Esta noticia fez-me lembrar o Dias Loureiro e suas "Super-Esquadras"