Páginas

sábado, 20 de maio de 2017

O sindicato dos fósseis

Sapo24

"É por estarmos cá que o capital elegeu os sindicatos como inimigos e que os meios de comunicação que esse capital detém, os grandes meios de comunicação social, procuraram denegrir, muitas vezes insultando, o papel dos sindicatos e dos seus dirigentes", afirmou.
O sindicalista comunista Mário Nogueira que há décadas nada mais faz do que sindicalismo em prol dos comunistas do PCP, servindo-se dos professores para tal trabalho político de sapa, acha que "o capital" ainda é quem manda em Portugal e manobra a comunicação social que se opõe ao sindicalismo comunista de Nogueira e parceiros pensadores.

Repare-se: "o capital" em Portugal não dá para mandar cantar um cego e por isso as empresas de maior dimensão foram absorvidas pelo capital estrangeiro, angolano, chinês, francês e tutti quanto, mas o sindicalista Nogueira julga que ainda estamos em 1973 ou antes disso, no tempo do fassismo.

Entretendo mitos vai conservando o formol em que se mantém há décadas.


6 comentários:

Lura do Grilo disse...

O sindicalismo está em grande parte irreformável e conforma a nossa desgraça económica e social.

Em Venezuela tornaram-se mansos com o chavismo e assistem, indiferentes, ao supino sofrimento da população. Mas a CGTP recebia efusivamaente o Chavez e continua a apoiar o chavismo. A questão não é o interesse do trabalhador é instalar uma ditadura de esquerda.

josé disse...

A partir do momento em que o sindicalismo se conforma com o ideário esquerdista- e tal acontece com a designação dos corpos gerentes dos sindicatos, das lista e eleições à maneira comunista- está tudo perdido para a liberdade sindical. O que conta passa a ser o interesse do Partido e com toda a lógica porque o Partido defende superiormente o interesse dos trabalhadores. Logo...

zazie disse...

O José uma vez fez um post (não se aqui, se ainda no Queijo) onde estava explicado como funciona a sindical comunista que impede gerência sem ser do PCP.

Gostava de encontrar isso porque é sempre útil quando os idiotas xuxas e quejandos, vêm logo com a treta que somos contra a existência de sindicatos. Logo o fascismo, a ditadura a impedir a associação de trabalhadores e defesa dos interesses corporativos dos próprios trabalhadores.

O sindicalismo precisa de ser desmontado. Com factos. Dos professores sei eu e faço-o sempre que é preciso.

Contando bem como são capazes de fazer perder processos jurídicos por pura maldade, quando a coisa não é em manada para o aproveitamento político da "revolta" em greves e boicotes.

zazie disse...

Como também era preciso que as pessoas percebessem a treta da negociação dos sindicatos da legislação laboral.

Como é que umas avantesmas que não têm nada a ver com a profissão há séculos- porque são pagos para serem militantes partidários- podem negociar em nome dos outros e sair daí acordos com buracos legais, estrategicamente escolhidos, sempre para tramar quem da mesma profissão não está enfiado dentro do Estado.

Eles negoceiam essas merdas com essas armadilhas e não é por acaso. Cheguei a mandar carta aberta, lá para a cambada, uma delas.
Não fiz mais porque clhes troquei as voltas e consegui pôr o PCP a trabalhar exclusivamente para mim. Com o controle jurídico feito por mim porque ler o código também eu sei.
E safei-me, para grande espanto daqueles sacanas, mailos advogados vendidos.

zazie disse...

Safei-me de tal modo que ainda hoje me rio quando me disseram que nem sabiam como era a minuta para receber, porque, ao que contaram há décadas que não havia nenhum caso que fosse ganho como o meu.

Fui ao Tribunal do Trabalho pedir a minuta e fi-la eu. Embrulhem.

Um dos advogados era um pulha da pior espécie. Chegou-me a dizer: "mas o que é que quer, quer? quer que eu os obrigue com uma pistola a fazerem o que podem não fazer porque a lei permite mas não obriga se não quiserem?

No fim, perguntei-lhe eu se queria que eu lhes apontasse a arma para fazerem isso mesmo que diziam fazer mas podiam não fazer, já que a mais não eram obrigados por lei.

O outro era simpático, inteligente mas ia deixar cair.
Dois dias antes de a coisa terminar apercebi-me disso e escrevi eu mesma tudo e fiz entrar em processo. Ele tinha ido a banhos.

Floribundus disse...

só 15% dos trabalhadores está sindicalizado com tendência para zero

em breve só a minha mulher estará no da ugt

contribuinte paga e não bufa

gulag do monhé