Páginas

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Por cá também temos juízes assim...

RR:

Abdelbaki Es Satty, o imã de Ripoll apontado como o cérebro da célula responsável pelos atentados na Catalunha, teve ordem de expulsão de Espanha, mas esta não foi concretizada. O juiz revogou o pedido de com o argumento de que não era uma "ameaça real". O jornal espanhol “El Mundo” escreve que em Março de 2015 o magistrado Pablo de la Rubia, do julgado contencioso-administrativo de Castellón, revogou o pedido por entender que o crime pelo qual ele deveria ser expulso (tráfico de droga) era "um facto criminal único”.

Argumentou também que Satty teria demonstrado "esforços para se integrar na sociedade espanhola", avança o jornal que teve acesso à sentença.

A ordem de expulsão coincidiu com a condenação a quatro anos de prisão por tráfico de droga e deveria ter sido executada quando o imã saiu da prisão, a 29 de Abril de 2014
.


Por cá também temos juízes destes...

10 comentários:

contra-baixo disse...

Juízes ou leis?

zazie disse...

Que vergonha. Juízes destes é que andam a pedi-las.

redonda disse...

Não terá o juiz simplesmente aplicado a lei?

(recentemente também entre nós uma nova alteração legislativa veio dificultar ou restringir os casos de expulsão)

Floribundus disse...

actualmente a importação de lixo humano será ao preço da uva mijoma

a festa do avante é + concorrida que as Ramblas

josé disse...

A "lei" é muito elástica e a interpretação por vezes, ainda mais.

Joaquim Pereira disse...

E muito, muito piores; aliás, nem só eles. Quem sabe um dia — se Deus me der tempo, saúde e ânimo — então eu já saiba e possa bem contar!

zazie disse...

Isto chegou ao ponto que, ou a polícia os abate a tiro, seja o autor, seja o parceiro, ou a justiça se encarrega de proteger os terroristas e a escardalhada agradece e alimenta e importa mais.

osátiro disse...

Tanto em Portugal como em espanha, os juízes das sentenças ( caso diferente por ex de CARLOS ALEXANDRE, juíz de instrução) têm ampla liberdade para analisar os factos e tb para aplicar a moldura penal.
este juíz espanhol nitidamente PROTEGEU O FACÍNORA...pk obviamente deve ser ateu e esquerdóide.

AS FAMÍLIAS DAS VÍTIMAS DEVERIAM EXIGIR INDEMNIZAÇÃO A VÁRIAS ENTIDADES, INCLUINDO O JUÍZ(???)
em Portugal os juízes fizeram seguro para se proteger dos pedidos de indemnizações visto que a lei contempla responsabilidade civil tb dos juízes.

sobre a "liberdade " dos juízes de sentença, basta reparar k o Código Penal português prevê pena de 8 a 16 anos para homicídio.......
e ainda pode haver atenuantes e agravantes....

logo a liberdade é demasiada..........


este juíz espanhol é culpado/cúmplice dos carniceiros islâmicos...

Joaquim Pereira disse...

A este propósito (arbítrio jurisdicional), porquê ainda se não ajuizaram nem o Pinto Monteiro (“ex” PGR.) nem o “baixinho” (“ex” PSTJ.) que, então e nessa qualidade, outra coisa não fizeram senão advogar/defender Sócrates?!

lusitânea disse...

Os queridos juízes bons do coração, não expulsando,só seguem a doutrina dos PR´s há muitos anos:catar nos processos do bónus de Natal aqueles cuja expulsão devem "rasgar"...um até rasgou andando o querido fugido da prisão...