sábado, 5 de julho de 2014

O BES e os amigos das ocasiões que não podiam dizer não.



O i de hoje tem esta notícia sobre o facto de a PT administrada por Henrique Granadeiro ter feito um jeitão ao BES, emprestando-lhe ( à RioForte, holding do grupo) , de facto, quase 900 milhões de euros para acudir às necessidades.

Tendo em conta o que esta foto do Sol de 27 de Junho)  mostra, não será surpreendente. Porém, o parceiro da PT, a Oi brasileira, foi mesmo surpreendida com o facto.
Há uma pergunta de resposta fácil que se pode colocar: que faria o governo de José Sócrates se ainda governasse? Faria o mesmo que o de Passos Coelho, ou seja, recusar a ajuda do Estado; ou, como a PT acabou por fazer, simplesmente ceder ao pedido insistente e armadilhado sabe-se lá de quê, de Ricardo Salgado?
Estes conúbios entre política e negócios bancários, em certas situações contribuem para a ruína de países. O BPN é um exemplo, apenas. Resta saber o que obrigou Granadeiro a emprestar o que não era dele, provocando um risco para a empresa de dimensões gigantescas. Que obrigações tinha para com o banqueiro...


28 comentários:

Unknown disse...

Quem colocou HG no cargo foi RS.
Favores com favores se pagam...

Dudu disse...

A troca de favores entre a PT e o BES já vem de longe.
Quando Miguel Horta e Costa deixou a administração da PT (após o caso mensalão no Brasil)encontrou refúgio no BES.

Vivendi disse...

No Correio da Manhã vem hoje um episódio alucinante, que revela exemplarmente a face do capitalismo fraudulento que nos tem governado desde há séculos. E que se espera que comece agora a ser combatido e regulado. O jornalista Miguel Alexandre Ganhão revela uma reunião de entre o governador do Banco de Portugal e a administração do BES: "Num ambiente tenso, depois de saber que o governador não autorizaria nenhum membro da família a continuar na administração, [Ricardo Salgado] não resistiu a afirmar: 'Por mim já passaram oito governadores, bem pode passar o nono...'."

Eduardo Cintra Torres

Vivendi disse...

O presidente da maior ou de uma das maiores empresas do país, O Granadeiro da PT, meteu 900 milhões de euros numa empresa do grupo BES para ajudar o amigo Ricardo Salgado. Prejudicou a sua própria empresa e a sua implantação no Brasil. Continuará no posto, receberá milhões, e arrisca-se a ganhar uma comenda. Assim vai o capitalismo em Portugal.

Vivendi disse...


VENDO LOTES NA COMPORTA (mosquitos já sem sangue)

Família Espírito Santo

Floribundus disse...

de quando em vez rebenta uma granada defensiva, mas não faz estragos

os poderosos possuem coletes de protecção das marcas disponíveis pela rataria de serviço

por enquanto comem a sopa aos pobres.
depois bavam-se

Anónimo disse...

Não tendo que ver com o assunto, se puder leia a coluna da dra. Joana Amaral Dias hoje, no CM. Mais uma vez a visão hist´´orica da esquerda chique no seu melhor. Uma coisa brilhante.

josé disse...

Não leio o que essa "indivídua" escreve. Não vale um chavo.

josé disse...

Mas o i até lhe dá uma entrevista hoje. Que não li.

josé disse...

Só de me lembrar de CAD, senhor seu pai, até me enjoo intelectualmente.

Anónimo disse...

Pois, mas hoje ultrapassa tudo, Ficamos a saber que antes da abrilada as pessoas caíam como tordos por não haver SNS, que todos trabalhavam, muitas vezes em jejum todo o dia, que só havia sapatos ao Domingo, etc. Esta senhora toma toda a gente por ignorante, certamente.

zazie disse...

Sapatos ao domingo? para ir à missa?

AHAHHAHAHA

Essa maluca é cá uma coisa.

Unknown disse...

Por favor não chamem capitalismo a isto.
Num regime capitalista o Ricardo Salgado e Cª já tinham sido responsabilizados pelo que foi denunciado e aconteceu.
Então vocês têm uma Constituição que os dirige para o socialismo e dizem que isto é capitalismo?

Anibal Duarte Corrécio disse...

«Não leio o que essa "indivídua" escreve. Não vale um chavo.»

«Só de me lembrar de CAD, senhor seu pai, até me enjoo intelectualmente.»

Ainda se fosse para o plano da personalidade ou do comportamento, aceitaria sobre JAD.

Sobre o CAD é mais de admirar.

Carlos Amaral Dias é um caso à parte, na reflexão e prática psicanalíticas.

Dele se diz alguma coisa detestável, mas ninguém é perfeito e a maior parte são trocos, face ao legado que nos deixa.

Floribundus disse...

tradução de diário de Simone de Beauvoir
'memorie di una ragazza perbene'
as outras são designadas por
'buona per andare a letto'

zazie disse...

O CAD é uma cópia do almôndega semiótica.

Consegue escrever lençóis completamente ininteligíveis.

Tenho para aí uma pasta com uma colectânea dele

ehehehehe

zazie disse...

Encontrei uma que tenho online:

""A WEB é uma extensão da Revolução Francesa"

ahahaha

Mas há mais. É de se chorar a rir.

zazie disse...

Mais outra:

«Sabe-se, ainda, que os que usam a personalidade como máscara e a máscara como atributo da personalidade se auto-condenam à observância pública da perscrutação mais ou menos paranóide do sujeito mascarado»

zazie disse...

“Há pessoas que, num determinado tempo, representam, contradizem, infirmam e confirmam esse tempo. Fazem-no tão só porque pensam e porque pensar não é uma actividade homóloga de si própria, mas heteróloga porque pensativante.”; “transmigrando a sua subjectividade sobre pequenos/grandes acontecimentos que vão de Entre-os-Rios a entre as falas e as suas disjunções.”; “como os besuntos de cimento armado que se fazem, lá onde se catrapiscou uma lontra sob a luz indízivel da juventude.”; “relação inelutável entre personalidade e máscara, que no étimo grego reenvia ao mesmo.”

zazie disse...

AHAHAHAHAHAHA

Já nem recordava destas anormalidades do CAD.

São uma coisa mais louca que os Monty Python

":O))))))))))))

josé disse...

As minhas aventuras na web pastilheira começaram sob a égide "pensativante" deste CAD.

Como já não o catrapisco nas tv´s há um ror de tempo, deve andar de máscara...

Ahahahaha!

Anibal Duarte Corrécio disse...

Já dizia Thomas Sowell :

"Necessitamos de um grande conhecimento só para nos apercebermos da enormidade da nossa ignorância."

zazie disse...

Por falar em amigos para as ocasiões, parece que valia a pena repor este post:

http://portadaloja.blogspot.pt/2012/07/o-tabu-de-judice-haute-cuisine.html

José disse...

Pois, mas essa história que mete o arquitecto João Correia, o maçónico filho de Rosado Correia, agora preso por corrupção ( deve pensar lá com os seus botões do fato às riscas...cadê os outros?!), já tinha sido contada aqui, há seis anos

Floribundus disse...

na foto não vejo outro arquitecto:
o da família dos salgados

zazie disse...

Ah, não me lembrava.

hajapachorra disse...

o menino Roboredo....

Karocha disse...

E também lá está o Wally na Pic !!!