Páginas

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

A geringonça e o investimento capitalista


Sapo24:

As Câmaras Municipais da Guarda e da Covilhã - ambas integradas na área que faz parte da Diocese da Guarda - já manifestaram disponibilidade em acolher o futuro investimento da Tesla na Península Ibérica.

A par da Autoeuropa, a Tesla é outra grande empresa estrangeira- uma "multinacional" americana, ainda por cima- cujo investimento é muito desejado hoje em dia em Portugal, eventualmente pela própria geringonça que governa.
São empresas capitalistas típicas e tendencialmente multinacionais. Uma alemã e outra americana. Os comunistas olham para estas empresas como o diabo em figura de compromisso.

A gente que compõe a Geringonça é sensivelmente a mesma que no Verão de 1974 recusou um investimento nacional e muito maior que o das teslas e autoeuropas...

Vale a pena lembrar a estupidez ideológica destes fósseis que pouco ou nada esqueceram e só aprenderam a melhor maneira de partilharem o poder...ludibriando os pobres que são essencialmente a sua base de apoio de inveja e ressentimento.

Em Julho/Agosto de 1974, alguns empresários de vulto do nosso país, muitos deles pertencentes à "meia dúzia" de famílias do capitalismo português que o comunismo e o PCP em particular apodava de monopolista e fascista, abertamente, queriam investir. Investir cá, com dinheiro que tinham, em empresas e projectos de vulto para desenvolver o país. Coisa que agora nem temos.
O projecto intitulado MDE/S foi apresentado por Morais Leitão que chegou a capitanear outra das grandes firmas de advocacia do regime, com a vantagem de nunca ter sido "esquerdista" como um Vasco Vieira de Almeida, um Galvão Telles ou uma série deles que andam por aí a acolitar o Estado na parecerística.

O Sempre Fixe, jornal cripto-comunista dirigido por A. Ruella Ramos, fazia-lhe literalmente a folha deste modo, na edição de 31 de Agosto de 1974.





Esta estupidez associada à perseguição criminosa dos nossos capitalistas de então, catalogados como "fassistas" mostra bem a inteligência da Geringonça que nos governa e que não se afastou ideologicamente um milímetro desta mentalidade, como se pode ver pelas palermices continuadas das mortáguas e afins.


Se pudessem, faziam a folha aos que ainda restam...


Esta lista é do jornal Sempre Fixe, dessa época, dirigido por um esquerdista radical, chamado Ruella Ramos.





Esta nossa tragédia nacional não tem paralelo na Europa, nos últimos 40 anos. Ainda assim, são estes mesmos, agora reciclados em forma de geringonça que apoiam este governo.


1 comentário:

Floribundus disse...

volare ... para bem longe
«Penso che un sogno così
non ritorni mai più,»
ter nos governos tanta CARA DE CU