sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Marinho e Pinto saiu da toca...

http://2.bp.blogspot.com/-LbzQP-RcV18/VHDCpdkQ4zI/AAAAAAAAW08/QNpv4D9Fx2o/s1600/P.9.9.jpg


O antigo bastonário dos advogados, Marinho e Pinto saltou da toca depois de muito tempo escondido ( há casos que o justificam...muito graves) e foi à TVI24 vilipendiar o Ministério Público e armar barracas de demagogia a propósito das adopções ilegais e outras, a pretexto do caso da IURD. Aliás sobre este caso fala-se sem se conhecer o assunto, apenas se conhecendo o que diz a avó e outras "vítimas". O jornalismo nacional enveredou por estes caminhos ínvios.
Para discutir o assunto em concreto, o moderador- José Alberto Carvalho- convidou um juiz ( Eurico Reis, quase sempre lamentável no que diz) e um procurador  do MºPº ( Norberto que ficou sempre calado quando ouviu as barbaridades que o Eurico disse) e as jornalistas do costume que sabem pouco mas tem muitas opiniões definitivas, sempre.

Destaco uma frase do bardo da demagogia judiciária: "falar sobre a justiça, disse tudo o que havia a dizer quando fui bastonário, nos seis anos que fui bastonário. E disse-o onde devia dizê-lo: no STJ perante magistrados. Vejam os meus discursos lá que está lá tudo".

Pois aqui é que Marinho engana os telespectadores. Falta que Marinho e Pinto se pronuncie sobre isto e muito mais, designadamente a sua ligação a José Sócrates.

Esta foto representa a maior vergonha para a democracia dos últimos anos. E Marinho e Pinto sabe que assim é...

12 comentários:

Lura do Grilo disse...

Este caso da reportagem sobre as adopções IURD é surrealista: só ouvem um dos lados numa sequência algo parecida com novela barata. Um vício apanhado ao ir visitar a família de meliantes que se deram mal com a polícia: encontram sempre inocentes. A questão é que arrebanham logo uns notáveis para a causa.

Depois de chorarem lágrimas de crocodilo por um jovem ter morrido de overdose nos EUA na reportagem seguinte entram em delírio com a liberalização da droga na California.

josé disse...

Este jornalismo sensacionalista é pior que o do Correio da Manhã: leva-se a sério.

josé disse...

Só lamento o Norberto não ter desancado o Marinho e Pinto e também o Jerico.

antonio afonso disse...

MEUS CAROS SENHORES, TENHAM EM ATENÇÃO QUE ESTÁ PARA BREVE A NOMEAÇÃO DA PGR, E HÁ MUITO CAMALEÃO NESTE PAÍS COM VONTADE DE DAR UMA DENTADA NA JOANA MARQUES VIDAL, NOMEDAMENTE A ESQUERDALHA VIGENTE.

josé disse...

Adoptando a táctica Raríssimas e usando o imbecil do José Alberto Carvalho?

Se assim for, para a teoria de conspiração ser mais perfeita só falta dizer o nome do mandante: o advogado do costume...

josé disse...

O Sérgio Figueiredo continua a ser o homem de mão? É isso?

josé disse...

Se isso fosse verdade significaria que foi um erro muito grande não investigar o que a foto documenta...porque tal poderia e deveria ter sido feito e não foi.

zazie disse...

A escardalhada em deitando mão à justiça volta a impunidade total política.

Floribundus disse...

antonio das mortes
continua como
A BELA ADORMECIDA

Floribundus disse...

em dia de Reis
o Eurico mirrou

Unknown disse...

Nesta pandilha falta a candinha, para ficar completo o retrato, e em corpo inteiro, da "justiça" portuguesa...

A Mim Me Parece disse...

ATENÇÃO, MALTA! PERECE QUE ELES ESTÃO DE VOLTA!!!!
(Comentário escrito em 09.01.2018)

Vilar de Mouros, 1971