quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

A Assembleia Nacional fassista com democratas lá dentro...

Ao folhear a Flama de 4 de Dezembro de 1970 deparei com este artigo e fotos de dois antifassistas liberais do tempo da maria cachucha.
Um já morreu e deixou uma orfandade terrível num partido que teve como sucessor o outro que aqui figura...

Seriam fassistas, estes dois deputados do tempo do fassismo? Nem por sombras. O que sobreviveu é agora dono de uma cadeia de supermer...perdão, de  um empório mediático e medroso. Quem quiser que lhe troque o r e o d, porque mentalmente já o fiz há muito.


Os sinais dos tempos e da nova modernidade era dado por esta publicidade a um disco da "movieplay" sobre a década que findara, a dos anos sessenta, com um ano de atraso, como era moda por cá.


Nos EUA, no final do ano anterior, em 26.12.1969, a Life, modelo da Flama,  tinha publicado um número especial com uma iconografia própria. Não tem lá o Mao e o livrinho vermelho, muito do agrado do esquerdismo de cá, nem sequer o LSD. Tinha o Ho chi Minh e o Batman ou lá o que era:


Uma das primeiras imagens para lembrar a década que terminara era esta: A foto, de 1968, é da juventude de Chicago, não a de Paris...


Sem comentários: