quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Matzneff no Público é ranço

No outro dia alvitrei que o caso Matzneff nunca seria tema no Público. Enganei-me, no dia 13 lá publicaram uma recensão ao livro daquela que espoletou novamente o assunto. As referências, porém, foram buscá-las aos media anglo-saxónicos. Não devem saber ler francês. O curso de Comunicação Social não ensina tudo...

Talvez por isso o artigo seja rançoso e medíocre, típico de quem escreve com guião alheio:



A Marianne francesa, última edição da semana corrente tem um artigo de Jacques Julliard que malha como em centeio verde nesta "canalha" que por cá influenciou os Blocos Livres e também quem manda redactorialmente no Público.


Sem comentários:

O sensacional segredo de justiça