quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

É pedir desculpa: tira-lhes o gás...

Observador:

André Ventura propôs, num post no facebook, que a deputada do Livre “fosse devolvida ao país de origem”, numa reação à proposta de Joacine Katar Moreira de restituir todo o património das ex-colónias, presente em território português, aos países de origem de forma a “descolonizar” museus e monumentos estatais.
O grupo parlamentar do PS vai apresentar um voto de condenação às afirmações do deputado do Chega, André Ventura, sobre a deputada do Livre, Joacine Katar Moreira. A líder parlamentar socialista considera que a “declaração é xenófoba, incompreensível e contraria todos os princípios democráticos”.


A burricada da deputada Joacine poderia muito bem ter tal resposta se fosse num programa de futebol, na tv.
Na AR as coisas funcionam de outro modo e já se está a ver como... porque a deputada Joacine e a extrema-esquerda racista do anti-racismo, vive politicamente destas vitimizações.

Até a ministra da Justiça, juíza conselheira do STJ, cavalga a onda, evidentemente.  A  antiga "princesa" do MºPº acha a coisa "xenófoba".  Sobre o Mamadou e o incitamento ao racismo, nunca se lhe ouviu uma palavra...

Se fosse ao deputado André Ventura já tinha pedido desculpa. E não dava munição aos canalhas...


Sem comentários:

Américo Tomás e os seus erros