terça-feira, 27 de julho de 2010

E o dinheiro para quem foi?

Diário Digital:

O líder do Governo destacou duas conclusões do Ministério Público: «primeiro, o MP concluiu que não houve quaisquer irregularidades no licenciamento ambiental do Freeport; segundo, o MP concluiu também não acusar quem quer que fosse, entre técnicos e dirigentes do Ministério do Ambiente, por corrupção, tráfico de influência ou outro crime qualquer».

Pois sim, mas até se saber o resto, as dúvidas permanecem:

A Polícia Judiciária (PJ) detectou o levantamento de meio milhão de euros em notas, durante a aprovação do projecto Freeport, mas não conseguiu descobrir a quem foi entregue esse dinheiro, noticia a revista Sábado na sua edição de hoje.

4 comentários:

miguel disse...

Justiça...ou ilusionismo?

-Estão a ver este corrupto,não estão?
Desapareceu,como podem verificar.

rita disse...

Há verdades e verdades. Quando a verdade é verdade ela é transparente como a água. Parece verdade que esta verdade que veio ao de cima está relacionada com uma ruptura de esgoto "ao largo", por isso a cor é como a da m., não transparente como a água.

ORLANDO FIGUEIRA disse...

Caro José:


A culpa é... do BIBI...

Karocha disse...

Para mi no!

O boy ascensional