sábado, 30 de junho de 2018

Holy Shit!


A imagem é um quadro tirado da internet, mostrando o presidente da República de Portugal a cantar em coro "a alegre casinha" do grupo rock Xutos&Pontapés, ontem, no festival pop RockinRio ou lá o que é.

Ao lado estão políticos do PS e do Bloco de Esquerda que também foram dar vivas à cristina, salvo seja que é viúva...

Sinto tristeza por este Portugal, porque isto é uma merda.

139 comentários:

Floribundus disse...

desculpe José
pessoa de Bem, com óptima formação em todos os campos em que mostra o seu talento

mas não lhe perdoo ter escrito MERDA com letra minúscula

ainda acaba tudo aos xutos e pontapés na triste casinha

Floribundus disse...


estão a treinar para
A FESTA DO AVANTE

josé disse...

Sei lá...se calhar é mesmo isso.

zazie disse...

Vi-o no Rossio, frente à pastelaria Suíça. Foram logo uma data de pretos e brasileiros tirarem selfies com ele. Devia ir para o concerto

":O))))

CARRASCO DE CIMA disse...

Parece mais uma "ESFOURA".

Adelino Ferreira disse...

Deram-lhe a Presidência e agora estão arrependidos.
Julgaram que era só um mandato?
Está bem abelha...

foca disse...

E foi esse palerma armar-se em chico esperto com o Trump

muja disse...

Foi você que disse “populistas”?

joserui disse...

Alguma coisa vai nua na republiqueta, não estou a ver bem o que é e ainda bem, porque é obsceno!

Hugo disse...

Foi a casa do boçal comportar-se como um boçal. A imagem a puxar a mão ao Trump e a indelicadeza sobre o comentário do Ronaldo (boçal) para no final se levantar da cadeira, para se ir embora (?) enquanto o anfitrião continuava sentado... Envergonha-nos a todos...

josé disse...

É a falta de valores sólidos. É a vitória da irrisão.

jkt disse...

A malta da gerações "antigas" dos Marcelos para cima sempre foi assim.

Anibal Mendes Marques disse...

A vulgaridade tomou conta do "rectângulo".
Tudo se resume a uns bitaites e a bitaitadas.
Falta pensamento e raconalidade.
Se so Homem tudo é permitido, o que esperais?

Floribundus disse...


por mencionar pontapés o pior de tudo foi a 'iluminação' da selecção das semelhas

Carlos Queiroz dixit

prefiro não ouvir falar em salas de xuto

'apagada a vil tristeza'

Floribundus disse...

no Pantheon
Simone Veil : « Un peuple, pour vivre, doit toujours pouvoir connaître son passé, le juger, l’assumer »

por cá catarse «[Medicina] Evacuação dos intestinos » ou catar-se

Pedro disse...

Vocês são tão raivosos que até ficam com azia por haver gajos de esquerda que sejam populares.

Eu tinha vergonha de estar ao vosso nível.

josé disse...

Pedro: Ihhóoo...está a pedi-las.

Unknown disse...

QUE TRISTEZA DE COMENTÁRIOS, UM ATENTADO AO BLOG INTELIGENTE DO SENHOR JOSÉ, onde venho beber cultura das suas publicações~ de imprensa. parece que não troquei letras apesar de continuar com o braço engessado. BOM DOMINGO E REZEM REZEM MUITO PARA NÃO IREM PARA O INFERNO, PASSANDO PELO PURGATÓRIO, como dizia minha avó beata..que em pequena me obrigava a ir ao cemitério do alto de são João atirar pedras à campa do buiça, perguntei-lhe quem era o buiça, ela respondeu o assassino do rei don. carlos mas também foi logo morto com um tiro pelas costas. mas se o homem foi morto pagou pelo crime e eu não venho mais com a avó atirar pedras a uma campa, parece ew impossível a AVÓ SER MONÁRQUICA E TÃO CATÓLICA E VIR AQUI NUM ACTO DE VINGANÇA. NÃO VENHO, NÃO VENHO E NÃO VENHO E NÃO FUI.nem fui mais à missa. não sei se o apelido é buiça ou buissa nunca tive curiosidade de saber pois só agora me relembrei desta memoria dos meus 6 anos..

josé disse...

Lídia: Buíças há muitos

muja disse...

Obrigava-a tanto ou tão pouco que à primeira birra deixou de ir...

Eram uns autoritários, estes católicos monárquicos...

Manuel Pereira da Rosa disse...

Apenas uma sugestão. No youtube pesquisem "Salazar não era fascista".
Podem aproveitar algumas intervenções suas e aprender algo.
Numa coisa o papá da democracia tinha razão: o Marcelo Caetano era mais fascista. Mudar "União Naconal" para "Acção Nacional Popular" não lembra ao Diabo.

Pedro disse...

Caro José.

Eu também acharia um nojo se, por exemplo, o Vasco Pulido Valente tivesse morrido, houvesse uma homenagem e a esquerda gozasse com o assunto.

Porque não hei-de achar um nojo o vosso nojo ?

Mas não acredito que a esquerda fizesse uma nojice destas...

Pedro disse...

Ai que horror zaziei, pretos e brasileiros…

E logo à frente da zazie que é de raça tão pura.

Ricciardi disse...

Quando um PR Americano homenageou os Led Zappelin no instituto Kennedy, onde chegou mesmo a cantar com eles, não sabia ele que a direita portuguesa mais, digamos, totozinha, não gostava desse tipo de intimidades.

Se soubesse teriam recusado homenagear uma das bandas mais importantes para o país deles.
.
Os políticos, na visão dessa malta mais totozinha, ainda mais um pr, deve ser um tipo austero, que não passa confianca aos melhores artistas do pais, principalmente que não deve ter contacto algum com o povo, admitindo-se um aceno repetitivo, o mais longe possível do maralhal.

A única excepção a esta postura confina-se ao pessoal da madre e santa igreja e ao pessoal das patentes militares. Se for duma patente ate bispo beijam a mão sem tocar com os lábios, se for cardeal beijam à seria o anelinho. Se for o papa tem direito à beijo repenicado segurando a mão papal com as duas mãozinhas para a aconchegar... devidamente ajoelhado.

Eu ate nem.sou nada conte estas convenções alegadamente respeitosas a instituições importantes do país e do mundo. Por essa razão considero que a instituição Xutos merece um tratamento semelhante. Não ao ponto do beija mão, mas cantarolar as musicas e bater palminhas parece-me bem.

Rb

zazie disse...

ò grande imbecil- eu disse que eram pretos e brasileiros porque eram pretos e brasileiros.

Se fosse contigo, sendo pretos e brasileiros dizias que eram azuis e verdes às riscas para não pareceres racista, imbecil de merda.

Mete nojo, esta mongalhada.
Por mim bloqueava a trampa no wordpress e acabava-se a tara. Tinham de ir bater pívias a grilos que se tramavam.

zazie disse...

E até achei piada à pretalhada toda que flana pelo Rossio e a querer tirar a selfie com o presidente.

E os turistas brasucas, que ainda trocaram foto com uma tuga, todos vaidosos por levarem a selfie com o presidente cá da terrinha.

zazie disse...

E não eram pretos turistas. Era mesma a homenzarrada preta que passa ali os dias sem fazer nada, encostados às escadas do metro.
Enquanto a elas trabalham para a família.

zazie disse...

Este merdas está bloqueado no Blasfémias porque ia para lá chagar como agora chaga aqui.
Usava todos aqueles nicks que eu deixei no outro post.

E o Vitor Cunha sabia quem era porque o IP era o mesmo. Um dia fartou-se e bloqueou-o. Veio fazer ninho aqui, este inútil que nem um preto é capaz de chamar pelo telemóvel para o entreter.

zazie disse...

O tarado disfarçava-se com todos estes nicks:

Pedro”, “R. Sousa”, “rififi”, “Renato”, “Pimpampum”, “caramelo”, “Scriabin”, “Rocky”, “Ricardo”, “Pois É”, “Tiroliro”, “Afonso de Albuquerque”, “dentinhos de leite”; “Diz lá outra vez?”, “Adérito”.

zazie disse...

E não é nenhum puto para usar o nick rififi- o dentinhos de leite, grande paneleiro Adérito

":O))))))))

zazie disse...

São tão formatados. Parecem umas dondocas a despejar sempre a cartilha dos costumes para parecer bem.
O outro mongo até já nega a cor preta e a cor branca por não existirem raças

AHAHAHAHAHAHAH

josé disse...

É apenas um asno.

Adelino Ferreira disse...

Quando andavas pelo Samuel a descarregar a bílis ele nunca te bloqueou pá

Pedro disse...

Ena pá, tantos nicks que eu tenho.

Então o autor deste blog que confirme se eu uso mais de um nick por aqui.

E daí, aldrabão como é na questão da "censura" democrática, ainda diz que eu tenho 50…

O que se passa é que o Observador, assim como a maior parte dos sites direitistas faz censura habitual nas suas caixas de comentários e depois arranja as desculpas que pode.

Como essa de todos os que que não acreditem nas suas aldrabices são a mesma pessoa.

Granda escumalha.

zazie disse...

Anda por onde, monte de merda?

Alguma vez eu comentei no Cantigueiro?

Panascão estúpido.

Acabou-se. Nem dá para olhar para as letras que estes merdas largam que isto é maleita.
Só pode ser gente defeituosa.

Pedro disse...

De qualquer maneira é uma vergonha estarem a gozar com a homenagem a um morto.

Ainda por cima os xutos são populares tanto entre a esquerda como a direita. Os xutos são a banda rock mais popular o país há décadas.

Pode-se gostar ou não gostar, mas nem é uma questão política.

A não ser. claro, para os trogloditas deste género para quem o rock é "marxismo cultural" e outras demências do género..

zazie disse...

Não são apenas asnos- é gente defeituosa- é doença, isto. Só gente doente mental pode passar dias à cusca em locais onde detesta tudo o que imaginam que se escreve pois nem ler sabem.

Tiram o retrato, acham que é direita- logo é para fazer militância de ataque mongo que é o único que conhecem.

Isto é retrato de grande parte da escardalhada. Pode haver uns aparentemente normais e até com cultura mas a generalidade é esta decadência ensandecida.

zazie disse...

E junta-se tudo - o moralismo de fariseu com o moralismo inquisidor comuna.

Eu bem quero negar essa linhagem mas até aqui são os próprios que a comprovam.

Quando não é tara de inveja de classe é tara de maleita de fariseu.

zazie disse...

E há-de ter sido sempre assim- desde antes de existir a dita esquerda e direita. Desde muito antes das ideologias.

Esta merda é a cagatoria medieval. Os mesmos dos faubourgs da Revolução Francesa.

Pedro disse...

Ó José, confirme lá se eu tenho os tais 50 nicks que a zazie diz que tenho.

Ou será outra aldrabice vossa?


Por falar nisso, como a polícia de intervenção "socialista" não o deixa comprar o mein Kampf, quer que lhe empreste o meu ?

Devido aos meus conhecimentos no Komintern, a livraria Bertrand, esse antro do marxismo cultural, permitiu-me acesso aos cofres subterrâneos.

É nesses sinistros subterrâneos com túneis secretos que dão acesso directo a bases comunistas na Sibéria, que guardam os livros direitistas proibidos pela democracia - só para consulta do pessoal do KGB como eu e todos os meus 550 nicks.

zazie disse...

Monte de merda- aqui não precisas de os usar porque isto não é a wordpress. Quem confirmou foi o Vitor Cunha do Blasfémias por onde andavas a fazer a mesma cagada.

Doente mental- maníaco obsessivo que não larga a treta do Mein Kampf

zazie disse...

A prova da tara doentia é virem para um post onde se mostra a falta de nível de um presidente da república (o mesmo que lá achou que isto não é a América para poder ter o Ronaldo como presidente) e invertem o sentido dizendo que é um ataque a um artista de esquerda que morreu.

Psicopatas endemoninhados.

zazie disse...

Sempre a patrulharem tudo, à cata de qualquer palavra proibida que venha no manual de inquisidor.

Para fazerem a denúncia para a fogueira. Os bodes fariseus que metem nojo com a hipocrisia moralista.

zazie disse...

Eu começo mesmo a acreditar no Gil Vicente e em todos os retratos desta cagatoria.

Porque são assim- é coisa de doença de sangue. Quando não é patologia de cagoto é o mesmo problema de consanguinidade como o "de la rollona" do Goya. Dá nisto, por vias travessas de preservação de pedigree.

josé disse...

Ó pá! Estou numa festa de casamento. A dançar música pimba do Quim Barreiros e afins. Nos intervalos venho aqui espreitar, enquanto descanso.

Pedro disse...

Ó zaizie.

Não sei quem é esse Vitor Cunha, mas pelo que me disse não passa de um mentiroso.

Parece que não é raro nas vossas fileiras.

E sim, apanhei-os a todos a mentir nessa treta da "censura democrática" aos livros direitistas.

O ideal agora era ninguém falar nisso para ver se passa não era?

Daí aldrabões profissionais como esse Vitor Cunha procederem à censura nas sua caixas de comentários.

Pedro disse...

Ó zazie.

É um bocadinho diferente homenagear um artista ou elegê-lo para presidente não acha ?

Não puxe muito por essa cabecinha que não está habituada.

Venha de lá antes esse chorrilho de insultos e pedidos de censura a que estamos habituados.

zazie disse...

AHAHAHAHAhAHAHAHAHAHAH

A dançar música pimba

":O))))))))))))

josé disse...

"Põe a mão na cabecinha" e "apita o combóio" todas no mesmo ritmo..ahahah!

josé disse...

Não percam o tempo com asnos.

zazie disse...

AHAHAHAHAH

Anjo disse...

Clamavam eles contra aquilo que apelidavam de 3F: Fado, Fátima e Futebol.

Agora é mais fixe: é Fado, Fátima, Futebol e... Rock'n'Roll, eh, eh...

Pedro disse...

Bem, visto que não sou entendido vou tentar escrever como os outros participantes do modo que a fauna local escreve e acha inteligente.

AHAHAHAHAH eh, eh.."apita o combóio"eh, eh..grande paneleiro Vocês são todos os mesmo gajo com nicks diferentes.AHAHAHAHAH Marconço.eh, eh.Os campos de extermínio nazis eram campos de fériasAHAHAHAHAH Paneleiro.eh, eh Mariconço eh, eh eh, eh Não consigo comprar livros de direita porque o corpo de intervenção socialista não me deixa entrar na livraria Bertrand.eh, eh eh, eh Mariconços. Grandes paneileios, eh, eh eh, eh Seus paneleiros. mariconços. Suas bichas. oh.oh.oh,oh. Mariconços. Mariconços.A culpa é dos judeus. eh,eh,eh,Cambada de paneleiros só eu é que sou homem.eh,eh,eh,eh Seus paneleiros. oh, oh, oh Seus mariconços.


Pronto, agora que falei na linguagem local deste blog vou esperar a ver se ganhei aceitação pela fauna local.

josé disse...

Esteja à vontade. Vamos lá cantarolar:




Lá na rua onde eu moro, conheci uma vizinha
Separada do marido está morando sozinha
Além dela ser bonita é um poço de bondade
Vendo meu carro na chuva ofereceu sua garagem
Ela disse, ninguém usa desde que ele me deixou
Dentro da minha garagem teias de aranha juntou
Põe teu carro aqui dentro, se não vai enferrujar
A garagem é usada mas teu carro vai gostar
Ponho o carro, tiro o carro, à hora que eu quiser
Que garagem apertadinha, que doçura de mulher
Tiro cedo e ponho à noite, e às vezes à tardinha
Estava até mudando o óleo na garagem da vizinha
Ponho o carro, tiro o carro, à hora que eu quiser
Que garagem apertadinha, que doçura de mulher
Tiro cedo e ponho à noite, e às vezes à tardinha
Estava até mudando o óleo na garagem da vizinha"

zazie disse...

Qualquer semelhança é pura coincidência:


ORK RAGNAROC
Ficarem raivosos apenas por um esquerdista ser popular…
Que gentinha mais triste.


Caro Luky.
Um músico que vende muito é “populista” e é normal ficar-se “indignado” pelos seus amigos e admiradores fazerem uma homenagem?
Cada vez melhor.



É asno mas também é javardo. Dizem que é um novo colectivo abrantino da escola de circo bloquista

zazie disse...

Basta escrever O Insurgente.net ork ragnaroc e fazer pesquisa no Google para dar com o javardo aos roncos iguais aos que larga aqui.

josé disse...

São líberos do Livre e quejandos. Uns asnos a quem vou dedicar o próximo postal.

zazie disse...

Uns nerds, também. Este já foi caçado

ehehehehe

zazie disse...

Sempre com falinhas mansas, tipo "Caro Lucky, "caro Colaço" e depois a dizer que nem é de esquerda.

Aquilo é abrantino bloquista de importação, aposto.

zazie disse...

Mas esta fauna é outra coisa, em relação aos partidos escardalhos. Estes são género hooligans das claques da bola, pagos para sabotar na blogosfera.

Floribundus disse...


homenagem a Xuto, pai adoptivo de Ion, já tinha sido prestada por Eurípides

anda por aí muito cretino pedrado
cada um tem a pedra que merece

muito devem ter sofrido os ouvidos do José com a pimbalhada
carago!

muja disse...

O tipo é um completo e rematado cepo... Ahahah!

Lá nos comentários a que a Zazie ligou, o borrego parece achar que estão a chamar populista à música da casinha! Ahahahahah!

Ai que caraças...

Acho que nunca me tinha deparado com um psicopata burrinho. Nem sabia que era possível. Supostamente, os psicopatas são hábeis a manipular os outros.

Se calhar não é, e tem outro diagnóstico qualquer. Ou então manipula pela burrice... Eheheheh!

muja disse...

Bem, o que é certo é que já pôs o José a comunicar outra vez com ele... Vai daí, e não é burro nenhum - sendo assim, disfarça bem.

Ahahaha!

josé disse...

Sim, a comunicação agora é através da música pimba, um domínio reservado a asnos.

zazie disse...

É o treino dos nerds dos viedojogos. Eles manipulam e disfarçam-se para irem ganhando pontos.

Mas são retardados mentais. É no que dá quando um humano se tornar um computador.
O bloco agora paga a estes hooligans virtuais.

Pedro disse...

Cara Zazie.

Primeiro, para a acalmar, vou falar na sua linguagem.

MAriconço.Mariconço.Bater pívias a grilos. Mariconço.Paneleiros. Paneleiros.

Pronto. Está mais calminha ?

Depois, manda a ética da net que não se use mais do que um nick no mesmo site.

Em sites diferentes posso usar nicks diferentes que não é enganar ninguém.

Aqui uso o nome, noutro site uso uma alcunha, em lado nenhum finjo que sou que mais que uma pessoa ao mesmo tempo contrariamente ao que você como MENTIROSA estava a dizer e que o dono deste site pode verificar.

Pedro disse...

Caro Muja.

Leia melhor.

No outro site eu estou a gozar com broncos de extrema direita como vocês que começaram a chamar populista à homenagem ao Zé Pedro.

Estonia after o mesmo que aqui, quando imito a vossa linguagem. Por exemplo;

Mariconços. Mariconços. Paneleiros. Não consigo comprar livros de direita porque o Costa não deixa.


Está a ver ? Eu já falo a vossa língua.

Entretanto, se estão a juntar as discussões de dois sites diferentes talvez seja melhor, de facto passar a usar o mesmo nick nestes dois. Vou pensar nisso.

muja disse...

Dos videojogos, porquê?

Eu faço o que o José diz que fazia, e não leio mesmo. Até tenho filtro no email para mandar directamente para o lixo.

Fui lá ver os que a zazie pôs no Blasfémias ou o outro, que também não frequento, e parti-me a rir. Ca burro!

O Lucky é aquele do Portugal Contemporâneo? O sionista das economias?

Ahahah!

Zephyrus disse...

Nao compreendo a importancia que se da em Portugal a estrelas "pop e rock" nos principais meios de comunicacao. O Jose ja mostrou aqui exemplos elucidativos. Agora chegou-se a um ponto em que o proprio Presidente da Republica e uma estrela "pop". Compare-se com o Macron, que deu uma repreensao a um adolescente que o tratou por Manu. O video esta na internet. Cavaco, com todos os seus defeitos, ja deixa saudades. Hoje a divida atingiu 250 milhoes de euros e os problemas que a troika supostamente teria ido ai tentar solucionar continuam. A produtividade dos trabalhadores nao aumenta; o mercado laboral continua demasiado rigido; o desemprego jovem esta altissimo; a emigracao de jovens qualificados continua alta; a natalidade nao sobe; o pais importa imigrantes do Terceiro Mundo para trabalhar na agricultura enquanto sustenta dezenas de milhar com fundo de desemprego ou RSI; o numero de funcionarios publicos, na pratica, deve ter aumentado; nao se mexeu nas autarquias; vista de fora, a Justica portuguesa continua excessivamente lenta e ineficaz; alguns sectores carecem de concorrencia, o que se traduz em precos de bens e servicos altos; a carga fiscal para as empresas nao caiu; as universidades continuam irreformaveis e nao se faz o balanco de Bolonha; o facilitismo tende a voltar a Educacao e continua a nao existir uma verdadeira rede nacional de ensino tecnico nem uma triagem eficaz dos alunos no nono ano de escolaridade; as leis do Ordenamento nao mudaram e continuam a facilitar o desordenamento urbanistico. A lista de problemas sera certamente mais longa mas ja ninguem quer saber disto.

Zephyrus disse...

Em Espanha o forrobodo ja vai comecar com o PSOE no poder. Ja prometem milhoes a Catalunha, regiao autonoma que tem uma divida altissima, penso que classficada como lixo por agencias de rating. E tem os impostos mais altos de Espanha. Assim se paga a maquina politica autonoma e o seu funcionalismo, o mesmo que se radicalizou. A classe profissional catala que mais fervorosamente apoia a independencia, qual e? Os professores...

Entretanto o gasoleo subira cerca de 10 centimos com um novo impostos. A presidente de Madrid, ligada ao Podemos, quer dar passaportes a todos os imigrantes ilegais. Quem pagara? As leis do trabalho, que ja sao das mais rigidas da Europa, serao mexidas, a Esquerda, claro.

Rajoy tinha a economia a crescer cerca de 3% e o desemprego em queda constante. Dentro de pouco tempo os socialistas e o Podemos ja terao tudo em cacos.

Ah. Vem ai leis sobre a eutanasia e os LGBT...

zazie disse...

Dos videojogos porque é essa a lógica nerd.

Estes tipos vão aos acampamentos do BE onde se ensina esta prática de toupeira a sabotar tudo.

A coisa vem da Internacional Socialista do Guy Debord. São tácticas de sabotagem virtual e são pagos, do mesmísismo modo que são pagos os hooligans das claques da bola.

zazie disse...

V.s estão a ser ultrapassados por estes gangs e isto já não é coisa do velho PCP. São variantes trotskistas e tanto podem vir do BE como do PAN.

Agora é assim- quanto mais mongo para a onda, melhor. Os votos são todos iguais e a mongalhada está em maioria.

Zephyrus disse...

A festa contudo tem os dias contados. Em breve teremos o enterro da gerigonca. O PSOE ja esta a tratar de estoirar a Espanha. O abrandamento economico espanhol resultante tera reflexos em Portugal dentro de dois ou tres anos. O abrandamento economico ingles, devido ao Brexit, comecara a ter ja este ano os seus efeitos subtis. E os juros terao de subir, ja o Centeno avisou...

Quanto vierem juros mais altos, e as consequencias dos factores externos, e for necessario voltar novamente a baila a "reforma do Estado", como aguentara Costa o BE e o PCP? E como aguentara a ala do PS que virou a Esquerda mais radical (nos tempos de Guterres ou nao estavam la ou estavam no armario)?

zazie disse...

Eu posso também não ler.

Só que não sei se isso basta e desagrada-me a ideia da mongalhada hooligan escardalha conseguir cagar tudo.

É uma questão ecológica. Isto é lixo. Nada tem a ver com conversas normais na rede e, muito menos, troca de ideias.

É lixo para sabotar e ir ocupando espaço. E depois fede a doença mental

Eu acho piada aos maluquinhos mas não a estes que são demasiado psicopatas e patrulhadores de consciência.

zazie disse...

Aguenta enquanto houver povo para servir à mesa.

É no que tornaram este país. Um país virtual para servir turistas à mesa.

Zephyrus disse...

Quando tinha 15 anos, fui ver os Xutos pela primeira vez com uns amigos. Na altura Durao Barroso era PM. Durante o concerto, foram varios os comentarios contra Durao e contra Cavaco por parte do vocalista. Eram "fassistas". Na altura era algo ingenuo nestas coisas mas contei aos meus avos que me disseram o obvio: sao comunistas...

Pergunto. Entao e se fosse um musico dos Herois do Mar? Ou dos GNR? Bandas para mim com outro nivel. Digo eu, que nao entendo muito de musica...

Zephyrus disse...

Zazie, eu sou de Direita e sou ambientalista. Ha uns anos li um artigo muito interessante sobre a Direita e a origem do movimento ambiental. Em Portugal, a Igreja foi uma das instituicoes que mais zelou pela Natureza. Sucedeu o mesmo em Espanha.

Ainda nao vi nem do PAN nem do BE uma unica lei decente que proteja o ambiente em Portugal. Ainda nao vi uma unica iniciativa para proteccao da identidade do mundo rural.

O BE colou-se ao ambiente nos anos 90 por interesse. Para enganar incautos. Nunca foram ambientalistas e sempre apoiaram as grandes obras publicas. A Direita teve culpa, diga-se, especialmente o PSD.

Quem deixou marca visivel no ambiente em Portugal foi uma pessoa de Direita: o arquitecto Goncalo Ribeiro Telles.

Zephyrus disse...

O PAN resulta de um fenomeno curioso mais transversal que esta relacionado com o desaparecimento de certos valores que estavam bem enraizados no povo.

Conheco casos de pessoas que exemplificam este fenomeno. Gastam o que nao tem com caes e gatos e tem as vezes mais amor os bichos que a familia, que aos filhos e aos pais!

Zephyrus disse...

Quando Socrates estava no poder era notorio que havia na internet "comentadores" profissionais... o fenomeno entretanto acalmou um pouco.

O tema tem sido muito discutido em Inglaterra ou nos EUA, devido a influencia deste fenomeno numa opiniao publica que ainda nao esta preparada e avisada. Suspeita-se por exemplo que os russos tenham uma maquina monumental de comentadores online a promover a independencia da Catalunha ou da Escocia, o fim do euro ou a eleicao de Trump. Existem tambem fortes inidicios de que os partidos mais marginais de extrema-esquerda e extrema-direita usam estas novas tacticas de recurso a caixas de comentarios e redes sociais para tentar virar a opiniao publica.

zazie disse...

O PAN é outra coisa. De início nem liguei porque foi criado pelo maluco do budista da lusofonia.

Mas o PAN é mesmo outra coisa e vem de Peter Singers e outros maltusiahnismos ateus.

Depois mascaram-se de peluches e ganham votos urbanos por efeito de catálogo de moda & afectos.

Mas, hoje em dia, considero-os mesmo o sinal mais perigoso e satânico de uma força aniquiladora dos instintos de vida das socieadades.

O PAN é morte. É morte da espécie humana. Militam pela esterilidade dos jovens.

zazie disse...

Ecologia é equilíbrio ambiental. Esta gente é desequilibrada e negam o mais básico da cadeia alimentar.

Zephyrus disse...

Portugal, segundo um estudo, e o pais da Europa onde a populacao mais confia no jornalismo. ahah

O Jose ja colocou aqui inumeros exemplos de manipulacao da linguagem e da realidade. O nosso jornalismo e um lixo mas o rei vai nu e o povo acha que presta.

Nada disto se discute em Portugal na praca publica.

zazie disse...

E nada tem a ver com defesa de animais. Nada de nada. Gente que colecciona cães e gatos em apartamentos microscópios não gosta de animais.

Em França parece que já andam a retirar filhos a pais que têm excesso de animais dentro de casa.

Não retiram os animais- fazem órfãos para adopção.

Isto é coisa do Demo.

zazie disse...

Ah, sim- o cancro vem dos jornais e da tv

zazie disse...

Mas é claro que tem patronos a darem aulas nas faculdades.

Esta mongalhada hooligan é uma derivação lumpen do que outros lumpen conseguem fazer passar como teoria nas nossas universidades.

os ditos cursos de letras estão cheios desta maleita.

Zephyrus disse...

Quando deixei o pais isso estava assim.

Um dia tinhamos uma polemica qualquer com grande escandalo de indignados porque alguem do PSD ou do CDS tinha dito que era necessario reformar isto ou aquilo. Depois havia um escandalo ligado a um qualquer caso que envolvia suspeitas de corrupcao ou de trafico de influencias. Havia os artigos sobre restaurantes e chefs, ou hoteis e turismo rural que a maior parte da populacao nao pode pagar. Havia o futebol e a Casa dos Segredos. Aqui e acola aparecia alguem que queria mudar o nome porque era homem mas achava que se sentia mulher, e a lei nao permitia. O que era importante para o pais, nao se discutia.

zazie disse...

Queria dizer da Internacional Situacionista.

É incrível como a coisa começou a ser teorizada nos anos 60 e agora desceu à mongalhada desenraizada urbana.

Zephyrus disse...

Parece-me que os cursos de letras foram beber da fonte dos autores franceses mas nao quiseram saber do contraponto, a Tradicao dos paises catolicos do Sul e do Centro da Europa ou os libeiras classicos paridos pelo calvinismo. A balanca pende apenas para um dos lados.

Zephyrus disse...

Ha uns meses li um artigo numa revista de Historia sobre as comunas russas dos anos 20. Ocupavam um apartamento e partilhavam as mulheres uns com os outros. O dinheiro era colocado num pote e partilhado por todos. Os filhos eram criados por todos. Ha tempos li uma entrevista de uma fulana da CUP catala que defende que as criancas devem ser criadas por "todos" e nao pelos pais, "como nas tribos", dizia ela. A familia seria uma instituicao burguesa que deveria desaparecer na nova sociedade. Nunca ninguem disse isto alto a e a bom som aos portugueses. Qual era a verdadeira natureza do comunismo. Destruir as nacoes, destruir a familia, a Igreja, as instituicoes, a propriedade privada, rumo ao "Homem Novo", que nao se sabe muito bem o que e. Curiosamente nas comunas russas ainda nao havia a exaltacao da homossexualidade. Veio depois, de Franca ou dos EUA, mas com algumas raizes na Alemanha...

Portugal, pais fundado por uma elite crista, colado ao Ocidente, representa tudo aquilo que o comunismo quer destruir. Mas repito, ninguem diz isto em Portugal...

Para destruir qualquer coisa serve e muita malta do PCP e do BE ate preferia que Portugal fosse muculmano e que nunca tivesse ocorrido a Reconquista, ahah

Zephyrus disse...

A ver o que fara agora Pedro Santana Lopes... vai dividir o que resta da Direita e o PS tera via aberta para mandar por muito tempo.

Pedro disse...

Ena pá.

Isto tudo por causa da homenagem a um artista.

Sempre houve homenagens a artistas.

A rainha de Inglaterra condecorou os Beatles em 1965.

Há 52 anos!

E não foi o fim do mundo...

Que broncos meu deus.

zazie disse...

Mas isso é o comunismo primitivo de que falava o Marx e vem dos milenarismos da Reforma.

As seitas heréticas têm essa tradição. Agora a coisa transitou para as ideologias.

muja disse...

Zephyrus,

compare-se com Macron?!

Nem digo mais nada, só deixo isto:

https://www.youtube.com/watch?v=MDo0wyJYaNw

Pedro disse...

Homenagear o Zé Pedro tem a ver com o milenarismo da reforma cara Zazzie?

Fantástico.

Mas o seu nível não é mais bater pífias a grilos e essas coisas que está a sempre a dizer ?

muja disse...

Vs. estão a ser ultrapassados? Vs, quem?!

Eu estou sempre na vanguarda! Ahaha!

Eu não leio porque não vale a pena. É tão simples quanto isso.

Quanto ao cagar e deixar cagar, isso já é mais de quem manda.

Eu não deixava. Aliás, deixar deixava, mas prevenia o público: um sinalinho a dizer: "cuidado: merda - não pisar".

Dizia já não sei que romano que uma emboscada detectada a tempo retorna o dano por cem vezes. É o mesmo efeito.

A merda causa menos, ou nenhum dano, se devidamente assinalada. Pode até ter efeito didáctico, profiláctico ou recreativo.

muja disse...

Ó Zephyrus,

caramba, V. parece que fica mais ingénuo com o tempo...

Não acha estranho - vá, curioso, pelo menos - que esse tal fenómeno dos comentadores, que presumo enquadre no das feique nuses, só tenha surgido quando houve o Brexit e o Trump?!

Duas coisas que os sabichões de banalidades da televisão previam como practicamente impossíveis...

Se eu fosse cínico como o JRF, diria o caso é simplesmente de concorrência na manipulação da opinião pública, e os que a monopolizavam não gostaram de perder o monopólio.

O que não vislumbro com clareza é a razão pela qual os comentadores alegadamente arregimentados pelos russos são piores do que os arregimentados por... quem? Eis uma boa questão.

De um lado estão os russos. E do outro, quem está?

Manuel disse...

O que não diriam se no lugar de Marcelo estivesse... Donald Trump

muja disse...

Quanto à extrema-esquerda, esses, sim, são sabedores do agit-prop.

Ainda para mais porque, por rivalizarem com os comunas ortodoxos, ainda aprenderam com os americanos, que sempre andaram infiltrados neles e agora já nem há diferença nenhuma.

Vs. é que parece que estão ultrapassados.

Desde a Jugoslávia que eles manipulam a opinião pública ocidental por um lado, e a dos países em que querem instaurar o caos, por outro. Jugoslávia, Geórgia, Ucrânia, Egipto, Tunísia, Líbia, Irão, Venezuela, Síria.

Tudo é feito por ONGs, ditas democráticas, cá e lá. E é tudo militante de extrema-esquerda - liberais-libertários sionistas - excepto os profissionais dos serviços e os idiotas úteis.

Basta procurar por Otpor.

É isso que eles fazem passar por oposição democrática para sabotar os países que lhes interessam.

No caso dos muçulmanos acrescentam a escumalha toda arregimentada e paga pelos sauditas. Mas os curdos, por exemplo, é escardalhada "anti-fachista".

muja disse...

Isso tem tudo método e não é de agora.

E funciona em qualquer lado, tanto melhor quanto mais liberdade tiverem.

Não é por acaso que os sítios onde funcionou pior for o Irão e a Venezuela, onde não há pão para malucos. E que em Cuba ou Coreia tenha dado zero resultados.

Saul Alinsky, também podem ver.

Foi professor da mostrenga gringa que pensava que ia ganhar as eleições, salvo erro.



zazie disse...

Sim, tem razão. A merda assinalada cai-lhes na cara.

Por isso é que gramo caçá-los. Para não haver quem perca tempo com ingenuidades de poder ser fulano ou sicrano.

V. dá com as ONGs. Também penso que vem tudo daí e tem de haver muito carcanhol.

Mas não basta achar que está tudo arregimentado e controlado por n financiadores. O efeito da vagabundagem é enorme.

A nova vagabundagem tem bolsas e usa Ipad. Alguns até são pagos pela Santa Casa.

zazie disse...

Já agora- indo a nomes- por cá tem o Zé Neves a dar estas palestras de combate.

Um doido perigoso e com pedigree universitário que é onde o ovo sempre foi chocado.

muja disse...

Não faço ideia quem seja...

Pedro disse...

O engraçado disto tudo é o José ser apreciador de música rock e depois fazer-se muito chocado por uma homanagem ao Zé Pedro.

Por outras palavras, é preciso é pegar com qualquer coisa, seja o que for.

muja disse...

Mas as ONGs são relevantes por outra razão: em si próprias são já a manipulação da opinião pública.

Na minha opinião, eles na net correm atrás do prejuízo, nesse aspecto.

Porque se tornou facílimo desmontar essas tretas todas online. Como um tal Observatório dos Direitos Humanos na Síria, que é fonte de milhentos artigos dos media "bons", e afinal é um indivíduo em Coventry ligado ao MI6.

Ou os capacetes brancos da Síria que fazem parte da Al-Qaeda e restante trampa islamo-sionista.

Donde que não existe problema nenhum de feique nuses.

O problema está em que se quebrou a manipulação da opinião pública - que era o que permitia a inexistência de censura política da imprensa.

Portanto, sem essas condições, vão passar à censura pura e simples.

Mas chamam-lhe fact checking, delitos de ódio, etc, etc.



muja disse...

Vão passar à censura, entenda-se, na net.

Porque jornais e TVs não precisam, et pour cause.


Levaram com um Trump na tromba que nem o viram! Daí o histerismo.

Acho que nem é o indivíduo nem o que ele diz ou faz.

Superficialmente, é snobismo - não vir dos meandros do comissariado político.

Profundamente, é terror-pânico por um indivíduo ter conseguido alçar-se ao comando do golias, sem ter sido lá posto por eles.


Daí que, subitamente, há um problema de comentadores, de feique nuses, e por aí em diante...

Optaram pelo espantalho dos russos porque são os que têm tamanho credível e cujas consequências de os hostilizar são menos graves - a curto prazo, pelo menos. Com a China era mais complicado. Podia haver repercussões económicas, etc.

muja disse...

Isto que fizeram ao José, de bloquear o site, vai ver se não é assim que vai ser.

E isto é articulado internacionalmente.

Já me deparei com sites franceses bloqueados em empresas nas profundezas da América. Ponho as minhas mãos no fogo como ninguém naquele "county", quanto mais no edifício, alguma vez tenha visitado o site.

A razão dada era "intolerância", "ódio" - o costume.

E depois tudo isto são processos kafkianos. É-se censurado, pergunta-se porquê, e a resposta - quando a há - é mandarem-nos ler as regras.

muja disse...

E tudo se fez, e faz - note bem - em nome e em defesa da democracia!

Ditaduras são os outros!

muja disse...

E conseguem fazê-lo porque alteraram subtilmente o direito.

Passou a valer a justiça das causas e não a dos meios.

Como se faz em nome da democracia, que é uma causa justa e boa, vale tudo.

Ou do anti-racismo, etc.

E a manipulação da opinião pública incide aí - no branqueamento das causas que eles querem avançar. Uma vez que a causa adquira foros de justa, têm caminho livre para fazerem tudo em seu nome.

muja disse...

Dantes, agredir alguém sem ser em legítima defesa era considerado mau.

Hoje, depende de quem se agride ou daquilo em nome do qual se agride.

Por ora, as leis ainda reflectem os princípios antigos. Mas é questão de tempo.

Zephyrus disse...

Muja, tenho um livrinho muito bom de um politico americano que explica muito bem qual e a origem do jornalismo moderno. O jornalismo nasceu... como forma de propaganda politica para manipular a opiniao publica, e tal foi possivel em larga escala porque as populacoes tinham sido alfabetizadas...

Contudo, em Portugal a populaca ainda acredita na tanga do jornalismo imparcial...

zazie disse...

Sim. É isso e é impressionante observar pessoas que já levaram com a lavagem cerebral e replicam a anormalidade.

Mesmo gente cinquentona. É estranho como as pessoas podem deixar-se influenciar por moralismos, quando depois defendem toda a porcaria imoral, em nome do jacobinismo.

muja disse...

Porque a opinião pública já aceitou a justiça das causas.

Que aliás, é muito mais fácil de aceitar que a dos meios.

Daí as reacções a certas sentenças ou falta delas, que o José vai assinalando e comentando nos postais, como aquele juíz do caso da mulher agredida e da Bíblia.

Portanto, é questão de tempo que, por processo legislativo, ou judicial, o direito comece a reflectir formalmente essa nova justiça, que, no fundo, é a mais velha de todas...

Zephyrus disse...

O fenomeno dos comentadores ja tinha sido abordado antes do Trump. Alias, como lhe disse, quando Socrates se candidatou, era notorio que algo andava no ar nas caixas dos jornais online. E havia os blogues, como o Camara Corporativa...

muja disse...

Não é estranho, simplesmente uns moralismos consideram bons, e logo justos; outros consideram maus, logo injustos.

Não há propriamente reflexão.

Zephyrus disse...

Uma das coisas que mais me supreende em gentes na casa dos 50 ou dos 60 anos e a mudanca radical dos valores. Como foi possivel uma mudanca tao rapida? Nao foi necessario esperar uma ou duas geracoes. E tal parece-me caso unico na Europa...

Por exemplo, Portugal e campeao dos divorcios na Europa... tem aborto de borla no SNS sem que o tema se discute e ja se viu que no dia que o PCP quiser aprovam a eutanasia eufemisticamente tratada como "morte assistida". Existe aqui um padrao de mudanca da sociedade de cima para baixo com o apoio da comunicacao social que adora colaborar nas "causas"...

muja disse...

Zephyrus,

o papel do jornalismo percebe-se melhor, penso eu, quando se compreende a noção de mercado.

A democracia, sobretudo a americana, é um mercado de opinião. É esse o princípio operativo.

Presume-se que, como para o mercado económico, haja um mecanismo, uma mão invisível que, de alguma forma, faça emergir o preço - ou a opinião - justa.

Daí que, como há publicitários para o mercado económico, haja de os haver para o mercado de opinião.

Pessoalmente, discordo com essa presunção. Acho que o mercado livre não tende para o preço justo. Ou para a opinião justa.



Mas, mesmo admitindo-a, o modelo degenerou-se. Deixou de haver competição. Houve uma monopolização do mercado de opinião.

O Trump veio quebrar isso.

Veio "disruptar" o mercado, ahahaha!

zazie disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
muja disse...

Zephyrus,

é a justiça das causas.

Reflicta e verá se não é assim.

O divórcio também por aí se explica. A causa do divórcio aparecer justa, porque obviamente as pessoas querem, a dado ponto, separar-se; e, como tal, pela justiça das causas, o divórcio passa a ser justo. Assim como todos os meios, incluindo toda a sorte de torpezas, incluindo com os filhos, etc.

No fundo é a combinação da justiça de causas com o individualismo transformado em hedonismo.

É pura corrosão da sociedade.

muja disse...

O PCP não vai aprovar eutanásia nenhuma porque fica sem eleitorado.

Portanto, vai morrer com ele.

Depois o Bloco ou seu substituto aprova porque se vai poupar uma pipa de massa, isto é, dívida, ao convencer (ou intrujar) os velhos todos a eutanaziarem-se. Ou os novos a fazerem-no.

Porque a eutanásia vai ser uma causa boa e, pela justiça de causas, vai ser igualmente justo presumir o consentimento de um velho, por exemplo, porque até está a sofrer e tal e a eutanásia é uma coisa boa.

Zephyrus disse...

O unico problema que vejo com o Trump e com o Brexit foi este: o recurso a mentira na campanha.

Devo desde ja dizer que se fosse americano votaria no Partido Republicano mas nunca apoiaria Trump. E se fosse ingles votaria Tory mas nao apoiaria a ala Brexit. E nao o faria por rejeicao dos metodos usados para chegar ao poder.

Em Portugal sucedeu o mesmo inumeras vezes desde o 25 de Abril. Aqui a grande questao e novidade e o uso da mentira de forma massificada num pais fundado por puritanos, numa sociedade onde a mentira era inaceitavel e imperdoavel entre as suas elites.

Vivendo num pais protestante numa cidade altamente protestante constato isso. A intolerancia a mentira, coisa que nao sucede em Portugal, onde a mentira e muito bem tolerada.

muja disse...

E se o velho for presumido racista, homofóbico, coiso e tal, nem é preciso presumir mais nada. Faz-se e está feita justiça.

muja disse...

É o que eu digo, Zephyrus...

Mas só agora deu conta? Ou quer dizer que os outros não recorrem sistematicamente à mentira e restantes métodos? Que tal coisa é novidade?


Zephyrus disse...

"No fundo é a combinação da justiça de causas com o individualismo transformado em hedonismo.

É pura corrosão da sociedade."

Exacto. Passou-se de um extremo ao outro.

Mas agora pense nisto. Hoje em dia ao minimo problema pede-se o divorcio. Ha uma intolerancia em relacao ao outro, exige-se a perfeicao fisica e a todos os niveis. Como ninguem e perfeito, vao saltando de relacao em relacao.

Contudo, suspeito que este esquema mental que conduziu a massificacao do divorcio esta a ser aplicado noutros planos da sociedade. Por exemplo, vejam-se os movimentos de independencia em provincias europeias. Se uma regiao autonoma nao concorda com algo, venha la a independencia. Nao ha negociacao, nao ha cedencias. Ora temos aberta uma caixa de Pandora que a longo prazo tera consequencias nefastas. Isto e o inicio do fim do Ocidente e ja topei quem esta a espreita para tomar conta depois: o Islao.

Zephyrus disse...

"É o que eu digo, Zephyrus...

Mas só agora deu conta? Ou quer dizer que os outros não recorrem sistematicamente à mentira e restantes métodos? Que tal coisa é novidade?"

Recorria-se a mentira ou a ocultacao por razoes notorias de interesses de Estado...

A questao agora e outra. Mente-se descaradamente e sem vergonha para chegar ao poder...

Se ate as elites de paises protestantes ja chegaram a este ponto estamos conversados.

muja disse...

Não se passou de extremo nenhum!

Esse é um dos equívocos!

Dantes não havia extremo, havia equilíbrios. Uns mais para um lado outros para o outro.

O Estado Novo - já nem digo o Social - era, é algum extremo?

A sociedade inglesa dos 50 ou 60 era um extremo? A francesa, a italiana?

Tinham equilíbrios diferentes e, consoante as taras de cada um, talvez fosse mais fácil viver numas do que noutras. É a vida. Era.

Mas extremos? Eheheh!

Está bem, abelha.

Pelo menos no caso português, quando ouço nostálgicos anti-fachistas, ouço uma de duas histórias: ou a sardinha para nove, ou as grandes farras por tuta e meia que se faziam...

Dá-me ideia que iam falando nas sardinhas para nove, enquanto faziam as farras por tuta e meia...

muja disse...

Pois, não partilho a sua ingenuidade.

Não notei qualquer diferença nesses métodos.

Creio que tem em conta demasiado elevada os protestantes e seu puritanismo. A pura merda nem por isso deixa de ser merda...

Zephyrus disse...

Eu gosto de muitas das ideias do protestantismo. Tenho pena que nao tenham sido seguidas pela Igreja. No entanto, sinto que o protestantismo ja se perdeu e isto do uso deliberado da mentira e apenas mais um dos sintomas.

A Igreja tambem se esta a perder um pouco. Basta ver massas de catolicos a apoiar o PT no Brasil... "bispos vermelhos" em Portugal... aventalinhos e rosas dentro da Igreja...

Zephyrus disse...

Ate a catolica Irlanda ja aprovou o aborto...

muja disse...

Pois olhe que eu, não obstante quaisquer defeitos que Igreja pudesse ter, quanto mais vou lendo mais me convenço de que o protestantismo foi o princípio do fim da civilização católica (ou civilização tout court) - sendo que nós vamos vivendo entre as ruínas, mais ou menos fumegantes.

Lutero era um tarado demente.

Exortou os príncipes germânicos a massacrarem os servos que se revoltaram por seguirem o que ele pregava! Tinha profundo desprezo por eles.

Ainda hoje a escardalhada tem exactamente a mesma tara de bombeiro-pirómano.

Filosoficamente são de uma pobreza extrema, essencialmente primitivos. Negam a salvação da alma pelas obras, e por isso é que se entenderam bem com os da terra prometida - todos se consideram eleitos.

A falta de escrúpulos segue directamente - se não há salvação pelas obras, também não há condenação.

O puritanismo vem-lhes da iconoclastia - que não vejo o que tenha de positivo.


No fundo, não há grande coisa que eu veja de saudável ou recomendável naquilo.

muja disse...

Quanto à Igreja não sei que lhe diga. É muito antiga. Dois mil anos de experiência é muita coisa. Tem olhos e ouvidos em todo o lado.

O que parece pode muito bem não ser e vice-versa.

Isto para nem tocar na questão da Providência ou da inspiração divina...

Em qualquer caso, dá-me ideia que faltam pregadores.

Dá a impressão que a Igreja se acomodou e deixou de ir à procura das almas e sentou-se à espera que as almas viessem a ela.

A história do Vaticano II aponta nesse sentido. Uma contemporização de forma a aproximar a Igreja das pessoas. Por tal coisa entendo fazer com que as pessoas viessem mais à Igreja, ou não deixassem de vir tanto.

Se era isso, falhou redondamente. As igrejas estão vazias. E não vão encher de si próprias, nem que eles transformem a missa na eurovisão.

Mas isso é cá.

Em África ou na América do Sul é outra história. Os bispos africanos, por exemplo, não vão à baila com essas cantigas de aborto e paneleiragem, por exemplo.

Nesses sítios a Igreja tem força e vitalidade. Talvez esteja aí a explicação.

Miguel D disse...

Há uns tempos ouvi um comentário a alguém que tinha assistido a uma missa protestante em Leipzig, aquando de umas comemorações sobre Bach.
Dizia essa pessoa ter ficado surpreendida com a missa, porque estava à espera que reflectisse aqueles tópicos sobre o protestantismo, da ligação directa entre Deus e o crente, sem intermediários. Pois bem, dizia essa pessoa que o papel do pastor excedia largamente o do padre católico, e que o sermão era um pequeno comício durante o qual se enfiavam umas verdades pela goela da assistência abaixo.
No caso da missa católica, o padre acaba por ter menos preponderância por causa do peso da tradição, à qual nem o padre pode fugir. Em Leipzig, sem os limites da tradição, cada pastor dava largas às suas pancadas...

Miguel D disse...

Por outro lado, o protestantismo estimula de forma mais eficiente o associativismo. As comunidades protestantes organizam-se para criar associações de leitura, teatro, desporto, passeios, outras formas de intervenção cívica. As comunidades católicas não tanto.

Zephyrus disse...

As Igrejas por Inglaterra tambem estao vazias. Jovens entao nem ve-los. Ja assisti a missa em Italia, nos arredores de Milao, e havia muitos jovens. Foi uma surpresa. Recentemente no Sul de Espanha tambem assisti, a Igreja estava cheia e notei algo que nao se ve em Portugal: estava presente toda a familia, pai, mae e filhos, e estavam todos muito bem vestidos. O meu pai nunca assistiu a uma missa... que era coisa para criancas e jovens de catequese ou mulheres... e o padre espanhol fez um discurso em nome da Unidade, ou seja, nas entrelinhas deixou uma mensagem politica.

Nos arredores do Porto ha poucos anos ouvi um padre com um discurso muito bom sobre imigracao. Era um discurso claramente politico. Se aquilo caisse nas redes sociais haveria escandalo e teria logo uma Comissao qualquer da Cidadania ou da Igualdade em cima.

Nao e necessario ir a uma Igreja protestante para ouvir algo assim.

Zephyrus disse...

A Igreja anglicana nao se distanciou muito da Igreja Catolica e absorveu algumas coisas do Calvinismo. Os puritanos foram corridos para a America. Fora dos espacos publicos ha quem queira que Anglicanos e Catolicos se voltem a reconciliar... e o movimento esta a crescer.

muja disse...

Miguel,

poderá ser. Mas não sei até que ponto isso também não é reflexo dos povos e da História.

Senão veja: há ou houve alguma vez associativismo que chegasse aos calcanhares das corporações medievais? Ou das misericórdias?

Tudo isso foi à vida, ou perdeu a sua grande preponderância, note, com a invasão liberal - no nosso caso foi mesmo assim, literalmente.

Portanto...

No mais, protestante é qualquer um. Há-de havê-los quase católicos. Nos anglicanos também é assim. Até soube de uns que se tornaram católicos recentemente - diz que não viam razão para se manterem à parte. Mas dizem que há anglicanos que não toleram estátuas dos santos ou da virgem.

Mas nos princípios não vejo nada de bom. A predestinação é das coisas mais perversas que se podem imaginar. E isto de gente que depois enche a boca de liberdade.

Uma grande hipocrisia, é o que é. É um simulacro de liberdade. É a liberdade que confere o desespero, quanto muito - ou a presunção, conforme se achem, a eles ou aos outros, eleitos ou condenados.

E há qualquer coisa de perverso, também, em cuidar tanto da liberdade de quem já está condenado.

Se calhar vem daí também a propensão para a filantropia telescópica do Dickens - deve ser insuportável andar nas caridadezinhas a quem se considera irremediavelmente condenado ao inferno. Com os da terra prometida deve ser o mesmo - mas esses suportam melhor ahahah!

muja disse...

Pois está.

Também tenho essa impressão de anglicanos com quem vou falando.

Zephyrus disse...

Tiraram as estatuas dos santos das Catedrais inglesas mas o culto da Virgem esta a voltar. E ja se fazem peregrinacoes a um santuario mariano perto donde vivo. Alem disso, ha cada vez mais ingleses que fazem o caminho de Santiago.

A Igreja Catolica recuperou muito no seculo XIX. Na decada de 50 havia mais catolicos que protestantes na Holanda e na Alemanha. A zona mais protestante da Alemanha virou entao comunista... Na Suicao a Igreja tambem recuperou entao muito terreno. So nao conseguiu crescer nos paises escandinavos. Agora e a Igreja Ortodoxa que ganha terreno na Europa de Leste.

Ja agora, ninguem fala dos verdadeiros refugiados do Medio Oriente e do Norte de Africa: os cristaos. Esses sim, a meu ver, mereciam ser acolhidos em massa na Europa. Estamos a falar das comunidades cristas mais antigas do mundo...

Zephyrus disse...

A viragem deu-se depois da Segunda Guerra. O marxismo cultural impos-se e refinou-se e chegamos aqui.

Agora as pessoas estao confusas e nao sabem o que querem ou no que acreditam. Por isso uns tornam-se veganos, outros aderem a moda dos animais, outros ainda fazem meditacoes e vao para centros budistas. O marxismo julgou que conseguia tirar a espiritualidade do Homem, e ate tem conseguido tirar o Cristianismo, mas o Homem continua a ter impulso numinoso.

E os Evangelistas que crescem no Brasil e em Africa, ou os protestantes que apoiam o Trump, sao ate muito mais reaccionarios que a Igreja Catolica.

Pedro disse...

Caro Zephirus.

Marxismo cultural ?

Vá dizer isso ao José que aprecia led Zepelin e banda desenhada vanguardista.