domingo, 25 de abril de 2021

O passado é um lugar estranho para muitas pessoas

 JE:


Como forma de lembrar o passado já distante trago aqui uns recortes de uma revista que apareceu na Primavera de 1977, com periodicidade trimestral e dedicada a temas "humanísticos" e culturais que congregava a maior parte da intelectualidade lusa da época. Mostram-se a capa, contra-capa e ficha técnica do número de Primavera-Verão de 1979.

O que temos hoje em dia na Educação portuguesa, de escola, foi muito influenciado por esta gente aqui exposta: 





O número de 319 páginas é todo dedicado ao tema da Educação e tem algumas com uma intervenção de Veiga Simão, o ministro da Educação de Marcello Caetano, do regime anterior. Diz assim, acerca da sua célebre "reforma": 




Para além disso tem um artigo escrito em estilo "redacção escolar" acerca do percurso escolar de um arquitecto de então. Assim:







Para quem quiser olhar para o passado através dos olhos e inteligência de quem lá viveu, parece-me uma boa perspectiva, esta que acima se mostra. Com uma distorção: o arquitecto em causa era um antifassista e como se sabe estes têm sempre uma visão mirolha da realidade: só vêem do olho esquerdo.

Sem comentários: