terça-feira, 19 de dezembro de 2017

A ex-ministra da avaliação de professores chumbada pela burocracia que criou...

A dona Maria de Lurdes Rodrigues, antiga ministra da Educação do governo de José Sócrates chumbou na avaliação das "suas competências" ( fórmula típica inventada nesse tempo...) para ensinar no ISCTE.
Tirando o facto de não se entender como tal foi possível, na medida em que a dita parece possuir   toda a competência para ensinar burricadas, não deixa de ser irónico uma vez que a instituição/madrassa justificou o chumbo com a exiguidade curricular e a visada queixou-se da burocracia.
A pessoa que mais contribuiu para a burocracia no ensino é apanhada na teia que construiu...justiça foi feita, mas é ainda pouca.

Um caso típico de "cria cuervos"...


6 comentários:

zazie disse...

AAHAHAHAHHAHA

Esta é o máximo

Unknown disse...

Curioso nunca ninguém se ter interrogado sobre a carreira dita académica, de admirável "velocidade", deste émulo dos "inteligentes" lentes queirosianos...

Pedro disse...

Bem, isto prova que o estado não é tão corrupto como dizem.

Chumbarem uma figurona destas.

Independentemente de quem tem razão, pelo menos temos a certeza que não lhe estão a lamber as botas.

A Mim Me Parece disse...

E foi então que veio o burro que pregou um par de coices no leão moribundo... Só que agora, ao que parece, o leão não reagiu...

Anjo disse...

Pode não ser assim tão indicativo da "saúde" do sistema e querer apenas dizer que caiu em desgraça no seio do próprio bando.

zazie disse...

Aquilo são capelinhas e a do ISCTE tem muita força.

Recentemente até conseguiram ir para tribunal para impedirem que a Nova pagasse detrminados montantes em comunicações em temas rivais.

A viagem da Apolo 11 nos media