quarta-feira, 13 de novembro de 2019

O sistema convidou-os e eles aceitaram...

CM de hoje:



Há cerca de meia dúzia de anos, foi notícia a série de convites do sistema ao médico Cunha Ribeiro, o "dr. rabbit" que aliás era amigo do Porto, de Paulo Castro, o Lalanda.

Foi assim e dei aqui nota devidamente comentada:
´


As suspeitas eram tantas e de tal ordem que deveria imediatamente aparecer um inquérito com todos os métodos de recolha de prova admissíveis para se confirmar o que parecia evidente: favorecimento do Lalanda pelo dr. Rabbit, por serem amigos e por haver mais que ocasiões para manifestarem tal apreço interessado. Em milhões.

Parece que tal caiu em saco roto e o MºPº andou a caçar gambozinos que agora se transformam em laparotos que o dr. rabbit se calhar vai comer ao pequeno almoço. Uma tristeza de Ministério Público que temos...

Os factos que agora estão na berlinda são amendoins, quase. Viagens pagas pelo amigo Lalanda para o dr. Rabbit passear o seu desejo exótico acentuado e um apartamento de favor que gritava por tal situação logo que se soube. Ululava mas ninguém de responsabilidade quis ouvir.

Os responsáveis do ministério, incluindo uma tal Ana Jorge, médica do sistema e vários outros subalternos e "enxotas" das várias direcções gerais que tinham o dever de desconfiar da grossa corrupção à vista desarmada e fizeram exactamente isso: vista grossa. Não era nada com eles...

Tal como no caso dos vistos gold esta história não daria um filme mas apenas um livro se fosse bem escrito. Assim vai ficar como telenovela mexicana, com argumento escrito por uns procuradores que não sabem ler nem escrever como deve ser.

Quanto ao Fernando Esteve do Polígrafo: já me escreveu para aqui e por isso estou capitisdiminuído, porque me parece pessoa de bem.
 Apenas me parece que as pessoas tentam fazer pela vida e às vezes enfiam-se em buracos para a vida.



Sem comentários: