sábado, 23 de novembro de 2019

Ao cuidado da Joacine que sabe pouco de Portugal...

...e da Van Dunem que não sabe muito mais:

Dá-se conta da morte de Eduardo Nascimento, um angolano e que tal como a tal Van Dunem, foi português e depois quis continuar a ser, depois de ter representado o país num festival da Eurovisão, quando este acontecimento mundano e musical significava muito mais que hoje no panorama cultural. Foi em 1967, ainda Salazar estava vivo e de boa saúde...
 Sec. Ilustrado de 8.4.1967:



As Joacines e as van Dunem não sabem que nessa altura, em Portugal não havia pretos e brancos, como raças distintas e discriminadas por isso. Havia pessoas e não se falava de racismo, como hoje essas falam.

Sem comentários:

Lerpa angolana alastra a Portugal