segunda-feira, dezembro 30, 2019

A arte menir agora com valor acrescentado


CM de hoje:



Cerca de uma dúzia de vigas de ferro, dispostas em formação vagamente cromeleque, custaram a erário público um pouco mais de 300 mil euros, certamente com o iva incluído, agora ainda mais acrescentado. É um exemplo de arte menir.

Uns bárbaros da área onde foram implantados os menires resolveram acrescentar valor à arte e vai daí denunciaram publicamente o custo da obra, considerando-o uma "vergonha".

O artista parece ser um verdadeiro artista, daqueles que carecem de mecenas...por isso o valor acrescentado é um bónus.

A Câmara que pagou é de Matosinhos. Não sabia e fui espreitar: PS típico...

Vergonha? Que é isso?! Come-se?

Mais interessante que esta arte do menir é a arte do lixo, aqui exemplificada, no mesmo CM de hoje,  por personagem deste lixo político:


Sem comentários:

Justiça, o estado da arte