quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A cretinice do costume

Sol:

O presidente do Conselho de Fiscalização do Sistema de Informações da República confirmou no Parlamento que se registou uma fuga de informação no SIED (Serviço de Informações Estratégicas de Defesa).Marques Júnior anunciou aos jornalistas as conclusões de uma investigação conduzida pelo organismo depois de ter sido ouvido à porta fechada, nesta quinta-feira, na comissão de assuntos constitucionais da Assembleia da República.

E na Maçonaria ninguém falou no assunto? As fugas de informação aí, não contam? Marques Júnior obviamente é da maçonaria. Carvalho também. Vasconcelos idem.
Marques Júnior não soube do caso na maçonaria? E que fez?

4 comentários:

Floribundus disse...

George Steiner colborou largos anos na The New Yorker.
disse que o espião Anthony Blunt pertenceu no começo da década de 30à sociedade semi-secreta 'Apóstolos' de Cambridge fundada no séc.xix. os elementos pertenciam à paneleirada dos Trinity e King's College. protegiam-se uns aos outros.
para Steiner está por fazer a história da paneleirada do meio artístico inglês e das suas implicações nas sociedades cultural e política.

por cá existem uns patetas com o lema 'enrrabai-vos uns aos outros'

Wegie disse...

O Pitta que está em lua de mel com o Jorge em Roma diz que esta cidade é pouco gay-friendly. LOL!!!

Luis disse...

Li em alguns alguns OCS:
“Em função do desconhecimento objetivo dos conteúdos dos alegados e-mails não se pode concluir liminarmente pela violação do segredo de Estado por parte dos serviços de informações, até porque ao seu conteúdo se poderá aceder através de fontes abertas e consultas de bases de dados disponíveis no mercado”, afirmou Marques Júnior.

Eu pergunto: Então se alega desconhecimento objectivo dos conteúdos das noticias (ou terão sido informação?) como poderá afirmar que se tem acesso à mesma em fonte aberta, isto é, nos OCS?!
Mas ainda que as noticias tenham sido recolhidas em fonte aberta, então a mesma não vai ser analisada por comparação com informação de base ou especifica existente nas bases de dados sos SI's? E ela não vai ser interpretada por analistas com conhecimentos sobre a matéria tornando essas noticias em informação? E então não é por esta mesma razão que as LO's dos SI's consideram que toda a informação trabalhada nos SI's é considerrada classificada e abrangida pelo regime de segredo de Estado?
Muito ficou por explicar. O que se entende porque continuamos a ver quem não perceba da poda a podar as nossas vinhas.
Infelizmente estou desacreditado das boas intenções de quem poderia mudar o sistema de informações. É que depois de saber que o próprio JSC (mesmo depois da forma como abandonou os serviços) estaria convidado para SG do SIRP comecei a duvidar das boas intenções.
Como dizem os portugueses: de boas intenções anda o inferno cheio.
Por isso pergunto: o que ou quem virá a seguir?

Aconselho a leitura ou a sua re-leitura do artigo "Afinal quem nos escuta?" que li já há algum tempo no jornal digital "O Operacional" em

http://www.operacional.pt/afinal-quem-nos-escuta/

Ali eram já tratados assuntos ue estão agora actuais.

Karocha disse...

A Aventalada anda em guerra.

Eram 5 e não 3 as minhas desculpas floribundos!

http://en.wikipedia.org/wiki/Kim_Philby

Lerpa angolana alastra a Portugal