sábado, 13 de agosto de 2011

A notação do jornalismo caseiro: lixo

Repare-se nesta notícia do Correio da Manhã que fez manchete com o caso, titulando em letra garrafal -Juiz solta violador de jovem turista.

Italiana chegou de comboio, em viagem de final de curso, e pediu informação sobre residencial. Foi fechada num quarto, agredida e abusada três dias.
agou todas as contas sem abrir a boca. Almoços e jantares em esplanadas de Lisboa onde era levada pela mão do raptor. Vigiada ao segundo, o terror travava a jovem italiana antes de gritar por socorro - nas escassas horas fora do quarto da pensão onde foi trancada, espancada e violada da última sexta-feira a domingo, desde que desceu do comboio, em viagem de final de curso pela Europa. O violador, que a apanhara sozinha a passear na Baixa, foi preso pela Judiciária mas libertado ontem pelo juiz.

Esta notícia do Correio da Manhã arranjada pelo jornalista Henrique Machado ( é o que consta na edição on line) tinha todos os ingredientes dos escândalos com o que o jornal se pela: uma violação de uma jovem estrangeira, acompanhada de um sequestro continuado e acompanhado com agressões, seguido de mais uma decisão de um juiz que soltou o violador. Bárbaro mais bárbaro não há. Escandaloso mais escandaloso só a próxima manchete do Correio da Manhã.
E por isso, a conclusão do leitor passante ao ver o teor da notícia escarrapachada na primeira página com o título a sugerir mais um escândalo judiciário, imputável aos juízes e tribunais por antonomásia, foi exactamente essa que o jornalista quis e obteve. Dolo mais doloso não pode haver.
Este jornalista, segundo o que se pode verificar pela notícia televisiva da SIC ( abaixo) cometeu um crime não catalogado, com esta notícia: alarmou a opinião pública indevida e injustificadamente. Prestou um péssimo serviço à profissão e ofendeu o cidadão que acusou de ser violador. Vai sair disto completamente impune, como sempre acontece com este tipo de jornalismo. Vai dizer que a responsabilidade do título não é dele, o director da publicação que não soube de nada e até estava de férias ou coisa assim e fica tudo como dantes, no Correio da Manhã: um jornalismo tipo News of the World, sem o rigor que as escutas permitem. Uma vergonha de jornalismo que tem apenas um único objectivo profissional: vender papel e ganhar dinheiro com isso. A Verdade que se lixe.

E não se diga que é enganado apenas quem é néscio. Nesta caixa de comentários da revista InVerbis, um comentador indignado referiu-se à mesma nos moldes que se podem ler e que seria normalíssimo, caso a notícia fosse verdadeira.
A tendência para se acreditar no que fica impresso é grande e o jornalismo caseiro vive dessa credibilidade cujo "rating" agora é puro lixo. Mas ainda há quem aceite garantias para esse crédito negativo e as queira revender. Pura engenharia financeira, apenas.


2011-08-12 SIC por inverbis

10 comentários:

lusitânea disse...

Costuma-se dizer que gato escaldado de água fria tem medo.A juíza agiu bem no presente caso?A informação foi incorrecta?Tudo bem!Mas se algum alarme houve é porque devem olhar para os muitos antecedentes.Os juízes bem como os outros profissionais são pagos pelo povo Português e é a este que devem em primeiro lugar defender.Quem quiser armar em justiceiro do planeta e dar o seu cunho pessoal que abandone.

Wegie disse...

Este post é só paleio! Independentemente do CPP e das normas que regem as medidas de coação aplicáveis, o facto é que o africano ilegal foi solto, apesar de indocumentado por segundo o juiz "não haver risco de evasão". Que podem os cidadãos esperar deste arremedo de justiça?

Wegie disse...

E que dizer desta do JN:

"Um trolha desempregado, de 18 anos, detido pela PJ por abusar durante meses de um sobrinho, de seis anos, em Olival, Gaia, foi libertado nesta sexta-feira pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto e mandado para casa de uma irmã que tem três filhos crianças."

josé disse...

A cadeia é o sítio onde toda a justiça se consuma? E sabes se a indocumentação permite prisão preventiva?

Wegie disse...

Consuma-se na coabitação entre abusadores e vítimas pelos vistos...

josé disse...

Abusadores e vítimas há muitos. Conviria meter na cadeia quem de facto o seja e por isso seja condenado.

zazie disse...

Mas o que é que a italiana andava a fazer em pensões chungas com um vadio?

Ele há cada uma...

Xico disse...

Quando ouvi dar a notícia na TV, a minha primeira reacção foi a de que a história estava muito mal contada. Então alguém que sequestra uma turista anda a passear com ela pela cidade, fazendo-a pagar as contas?

Wegie disse...

Vocês sairam-me cá uns fariseus...se calhar é a desgraçada da turista que devia ter sido presa. Ou então consolou-se durante 3 dias e não tinha nada que protestar...

SCSA disse...

Péssimo jornalismo do "Jornalista" Henrique Machado...é muito miserável, não só nesta "noticia" mas em 99% das que "escreve"... devia sim era publicar os seus próprios Processos Crime, pois era uma noticia tão mer...sa como esta...Enfim...quando é que o CM fecha portas?