Páginas

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Os responsáveis pelo saque

Expresso:

Vítor Gaspar foi hoje vaiado à porta da SIC, em Carnaxide. À espera do ministro das Finanças vários manifestantes gritaram contra as medidas de austeridade anunciadas.

Parece que os populares lhe chamaram "gatuno".  Em retórica populista "gatuno" é o mesmo que "cabrão" ou "fdp". Ou seja, nada de especial, porque insultos feitos de indignação.
Gaspar, obviamente não tirou nada a ninguém indevidamente. Fê-lo apenas porque está convencido que o que agora tirou em nome de um governo democraticamente legitimado servirá para repor num futuro mais ou menos próximo. Ou seja, procura apenas resolver um problema que outros criaram, muito antes dele.

E quem foram esses que criaram os problemas que nos afligem? A meu ver, entre outros, estes que têm um denominador comum: dinheiro. Ou porque o têm, em quantidades impressionantes; ou porque lidaram com o mesmo de modo impressionante ou porque o sacaram do Estado, de modo impressionante e com o apoio  activo dos que governaram. De modo impressionante.




12 comentários:

Floribundus disse...

o que mais me indigna é que estes, por falta de coragem, continuam a saquear os contribuintes impunemente.
continua o 'respeitinho' dos politicos perante o poder económico.
subserviência, receio de represálias ?

não é aceitável deixar estes mamíferos em paz e sossego

zazie disse...

Pois é uma grande verdade. Os gatunos foram estes com apoio impressionante dos que estavam no poleiro.

O que também é impressionante é que a tentativa de resolver o problema criado não ir além de um PEC 4 e meio. Ou, vá lá, um PEC 4.7 com angolanos e chineses a ajudarem.

Afonso Henriques disse...

é verdade, sem dúvida. Mas então, porque continuam esses mafiosos a ter o apoio e protecção do actual Governo?
Porque não lhes cortam as Parcerias Público Privadas?

O Jorge Coelho integrou a restrita comitiva do Portas ao Brasil. Com os homens do BES. Depois Venezuela com os mesmos.

No Norte este Governo nomeou o gestor de 2,7 biliões o João Marrana, que é da confiança de Sócrates.

Fontes dizem-nos que Relvas e Sócrates são sócios em negócios no estrangeiro. Relvas foi também ao Brasil, e supõe-se que não foi em actividades parlamentares.

A Alert de Relvas e do BES factura em larga escala: só ao hospital de Famalicão foram 1,2 Milhões em software com 55 mil euros mensais de manutenção.

O QREN continua nas mão dos homens do rumo ao socialismo Augusto Mateus e suas conexões regionais, desde a Quaternaire de António Figueiredo no Porto ao D Corleone Solheiro. O Augusto Mateus que é o mega consultor das avaliações dos QCAs e QREN, que faz as candidaturas e as avalia em ajustes diretos.

O QREN que tem nas entidades tutelares figuras sinistras. No Observatório o empregado do Mateus Nuno Vitorino e no IGFSE a ex-comunista e da escola da CGTP Rosa Maria Simões da Silva, que preside e conseguiu manter a Presidência com vencimento classe A. E não foi o Socrates, foi o Marco António que lho garantiu e conseguiu mudar isso no Conselho de Ministros, contanto que não incomodasse as empresas dele e dos amigos...

E de repente, convém lembrar que Sócrates foi varrido há 15 meses. Ou temos um Governo fantoche cujo objetivo é branquear Socrates e fazer prescrever os últimos 7 anos?

Se não é, parece.

Streetwarrior disse...

Tadinhos destes não é José!
Melhor dizendo só....que a culpa é dos comunistas.

Prontos eu digo...FDP dos comunas pá!

Streetwarrior disse...

Ontem na SicN quando o Ferreira perguntou ao Casparzinho (O desenho animado) porque razão é que ele não deixava os cidadãos comprar divida publica, o Pobrezinho, coitadinho que só está a resolver um problema de outros para que no futuro tenhamos mais ( miséria leia-se) engoliu em seco, pos a viola no saco e deu uma explicação fenomenal...FDP dos comunas pá!

josé disse...

Os comunistas são fósseis anti-democratas que se os deixassem governar e mandar tornariam Portugal numa nova Cuba porque o exemplo da Coreia do Norte não pegaria por cá.

Expulsariam os capitalistas que não os deixassem fazer o que quisessem à economia e em seis meses estaríamos isolados do mundo, como os países comunistas estão.

Estas ideias comunistas já não têm acolhimento em lugar algum do mundo mas por cá ainda fazem adeptos.

Em França o Mélenchon, um demagogo da pior espécie, pensava que se safava nas eleições mas levou um banho que não se levanta mais.

Por cá é o que vemos: Jerónimo e Arménio Carlos todos os dias nas tvs.

É o que temos.

Kaiser Soze disse...

Andei muito tempo a achar o mesmo, que estes estão a fazer o que fazem por culpa exclusiva dos outros.
Agora, passado tempo suficiente para que a entrada à retaguarda no povo pudesse ser partilhado por outros de forma mais equitativa, nem pensar nisso!!

Não pode ser assim.
Não temos escolha, da Direita à Esquerda e, em momentos destes, aparecem os Francos e Coronéis Gregos desta vida.

Kaiser Soze disse...

Ah, acabei de me lembrar que o Gaspar disse que os portugueses estão resignado. OS americanos chamam wishfull thinking, a isto.

zazie disse...

Pois o problema é esse. Porque sempre que a escardalhada faz porcaria a culpa é da "crise internacional" e dos "capitalistas" (e aí não há problema em dar alimento aos "capitalistas" e "banqueiros socialistas".

Depois, em saindo do poleiro, todos os males continuam a ser dos "capitalistas" a quem a Direita protege- ainda que sejam os mesmos e vá de apelarem à alternativa fora do "arco do poder"- como eles gostam de dizer.

A dita "alternativa fora do arco do poder" é isso mesmo- comunismo.

Floribundus disse...

o Alentejo iria substituir
o campo arctico de trabalhos forçados em Kolyma
criado pelo zé dos bigodes

lusitânea disse...

Falta aí o António Costa o ministro da Lei da nacionalidade e dos bairros sociais multiculturais que tanto nos enriquecem...

JotaB disse...

José Gomes Ferreira e Tiago Caiado Guerreiro sobre as mais recentes medidas de mais austeridade anunciadas pelo 1º Ministro.

Sic Noticias 07.09.2012

http://www.youtube.com/watch?v=jTm2ydfP_ko&feature=related