sábado, 29 de setembro de 2012

Notícias curiosas

 A notícia é da R.R. e cheira a esturro:

O conselheiro do primeiro-ministro para as privatizações diz que os empresários portugueses são ignorantes ao criticarem a descida da taxa social única (TSU) proposta pelo Governo. António Borges, que falava esta manhã no Fórum Empresarial Algarve, em Vilamoura, diz que a medida é inteligente, só os empresários é que não a perceberam.

“Que a medida é extraordinariamente inteligente, acho que é. Que os nossos empresários, que se apresentaram contra a medida, são completamente ignorantes, não passariam no primeiro ano do meu curso da faculdade, isso não tenham dúvida”, afirmou António Borges. 


 António Borges foi sempre uma espécie de avis rara  em Portugal. Como não é socialista e nunca foi tem a oposição activa de comunistas e esquerda em geral, incluindo os do PS tendência MES.
António Borges foi vice-governador do Banco de Portugal e tirou  cursos "lá fora". De Economia, Gestão e Finanças. Foi professor no INSEAD e director da instituição e também director no Goldman Sachs.
Regressou agora a Portugal e é consultor do Governo em matéria económica, da mais melindrosa: das privatizações e das renegociações das PPP.
A figura política de Borges, sendo de uma área diversa da do socialismo de várias matizes, suscita desconfiança na generalidade dos media e por isso Borges tem quase sempre má imprensa. Por vezes mesmo má.
Desta vez, a R.R. aproveita uma frase de Borges para subliminarmente fazer coro com os detractores do indivíduo: "os nossos empresários são ignorantes".  Assim e sem mais, a frase soa mal e é um dardo directo à reputação do mesmo.
Porque é que se titulam assim notícias? Porque a famigerada TSU que a maior parte das pessoas nem sabe o que é nem o que significa, de repente, tornou-se o símbolo do socialismo, seja lá isso o que for. E Borges calhou em defender a mesma medida que contende com a mesma TSU. Porventura será o autor de tal medida.
Por outro lado, a imagem do Governo no sentido de proteger os grandes interesses económicos, como os bancos, as PPP´s e as grandes empresas do Estado, pode muito bem ter a impressão digital de António Borges. E tal, se for verdade, é fatal para a credibilidade de um Governo em época de crise grave como a que atravessamos.
Um Governo nesta situação tem apenas um caminho viável: dar uma imagem de equidade e não proteger sempre os grandes interesses. Se não a der, em breve estaremos como a Grécia, com a Esquerda syrizista do BE e o PCP  a cavalgarem a onda de descontentamento. E o Governo cairá inevitavelmente, se o povo em geral não perceber a política real e desconfiar que é apenas para safar os de sempre e que nunca se queixam ( os da Mota-Engil não se queixam; os das EDP´s também não; os dos bancos Salgados idem aspas).

António Borges se não entender isto pode contar que o seu papel na economia portuguesa tem os dias contados. E se achar que a sua solução é a melhor deve explicá-la muito bem- se estiver de boa-fé, claro.



7 comentários:

Cisfranco disse...

É inacreditável como alguém tão bem colocado e com a responsabilidade de conselheiro, tem tamanha falta de senso, que o leva a proferir semelhante verborreia.
"Hombre por que no te callas?!...)

Floribundus disse...

a comunicação social fascistas é total e 'assanhadamente' antigovernamental.

este governo tem os dias contados desde que iniciou a sua actividade.

o PM devia implementar todas as medidas impopulares de emagrecimento do Estado e dos 'penduras', borrifar-se nas críticas, e esperar a sua inevitável queda

só não caiu porque precisam todos de comer, uns mais que outros

a tc fará de gato-pingado. no cortejo fúnebre podem utilizar os 'malandraus'

hajapachorra disse...

Deixem-se de coisas: este palerma economista, passe a redundância, esteve enterrado até aos cabelos no Goldman Sachs.

Streetwarrior disse...

Este gajo é o peão da Goldman para tratar dos interesses dos acionistas (peixe graúdo) que por cá querem privatizar o que lhes interessa.
O Passos não tem querer nem deixa de ter neste asunto.

Quer dizer, um tipo com tanta "pinta", tanto "curriculum" e vai-se enterrar num pais de porcos,feios e sujos...sem ter algo a ganhar.
E logo para as privatizações.
Tá bem abelha!!

Karocha disse...

E está magérrimo, repararam ?

Mentat disse...

"E está magérrimo, repararam ?"

Eu reparei, e desconfio (espero bem que não) que essa é a razão porque se deixou de floreados e chamou os "bois pelos nomes".
.

Karocha disse...

Mentat

A minha resposta ao seu comentário é, por amor da santa!!!

Finito, Fernando Esteves