Páginas

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

A monarquia utópica em rimas de pé descalço



Atira-me um certo urubu                              
A fábula da  ascensão.                                                                     
Que lhe respondo então?
Pois...pode ir levar no tutu!                                                               
                                                                        
Se achar que é demais                                                                      
Embrulhe-se na fantasia                                                                   
E pode ser que um dia
Lhe saia o reizinho aos ais

Em rimas de pé descalço
Volta a insultar a esmo
Sem perceber que é  o mesmo
Que tropeçar num percalço.

O quixote lutador
Desfaz-se em  ufania
E é com a mesma alegria
Que espalha este fedor:

Solução? Há só uma:
Reizinho com dinastia
Merda p´rá democracia
E vamos queimar a urna.

O povo não quer ungidos?
Que se amolem e comam merda.
Não é qualquer um que herda
Um trono e bens protegidos.

A realeza, finalmente
É uma questão de sorte.
Pode ter o passaporte
Mesmo quem seja demente

Agora, sobre a Giena
Que este urubu não conhece:
Essa esperteza solerte
Acaba por me dar pena...

7 comentários:

zazie disse...

Falta de munições na kalashnikov

ehehehe

Floribundus disse...

*o melhor cocktail
é o molotov

*era muito inteligente quem deu o nome de urna

ao recipiente onde às vezes se enterram os votos

*depois do dia 10 a 4ª empresa vai avaliar

se vamos para o LIXO

*o monhé vai passar a bola à comissão política

o penico transborda no rato

zazie disse...

Gramava que eles se adiantassem e aprovassem os cortes enquanto o iznogoudezinho anda nas fitas.

Floribundus disse...

Lá fontaine
'o rato que se retirou do mundo'

para fugir dos felinos
entrou num queijo-holandês.

assim, para fugir do perigo,
com os dentes cavou seu abrigo,
e enquanto este ficava mais e mais profundo,
mais se isolava ele do mundo.

Solitário, tranqüilo e bem alimentado,
precisava o ermitão de mais algum cuidado?

* a avaliar por alguns deputados

vai ser necessário
um novo bestiário

Ricciardi disse...

"A realeza, finalmente
É uma questão de sorte.
Pode ter o passaporte
Mesmo quem seja demente"
.
Argumento completamente falso.
.
Rb

Ricciardi disse...

Está mais correcto assim:

A ditadura finalmente
É uma questão de sorte.
Pode ter o passaporte
Mesmo quem seja demente.
.
Rb

Fenix Felix disse...

A realeza é questão de sorte? Não no que toca a amor ao país. E a amor ao país vem sempre associado a direita. Só a direito sobreviverá numa nova monarquia (não com o rei que nos estão a propor hoje, claro).