Páginas

domingo, 22 de novembro de 2015

Obscenidade em directo nas tv´s

RR no Sapo:

José Sócrates afirmou este domingo que está de volta à vida política portuguesa e deixou críticas à actuação do Presidente da República no pós-eleições legislativas.
(...)
O antigo primeiro-ministro falava num almoço de desagravo em Lisboa, que reuniu cerca de 400 pessoas, entre elas históricos socialistas como Mário Soares e Almeida Santos, o líder da UGT, Carlos Silva, e antigos ministros Como Alberto Costa, Mário Lino e Vitalino Canas.
Numa altura em que se assinala um ano da sua detenção no âmbito da "Operação Marquês", José Sócrates deixou um aviso aos seus adversários: "Se o objectivo de alguém fosse que a minha voz fosse calada, como foi durante muitos meses, ficam agora a saber que essa voz está de volta ao debate público em Portugal". 


Não subsiste qualquer dúvida: este PS é um partido politicamente execrável para quem a divisão de poderes nunca existiu verdadeiramente  quando está em causa a sobrevivência política de um dos "seus". Foi assim no caso Paulo Pedroso e é assim agora.

Quem assistiu à prestação absolutamente patética do antigo primeiro-ministro transmitida em directo pelas televisões, à hora de almoço até fica banzado.
Ver um indivíduo com um processo de corrupção às costas e factos até vir a mulher da fava rica, acompanhado em homenagem por um grupo de notáveis como o que se apresentou é penoso. Incluiu até um que já disse que não cortará o bigode nem que a vaca tussa e que já declarou ser contra um governo que se anuncia e que o dito Sócrates reclama como a única solução...

Para verem melhor a ridícula figura que fazem estes notáveis deviam receber cada um esta prenda especial, com o texto correspondente a acompanhar:



 A propósito deste PS há uma notícia que passou relativamente despercebida e que é esta:

Decorria o período de pré-campanha eleitoral quando a Procuradoria-Geral da República recebeu um convite de António Costa para uma reunião no Largo do Rato, sede do Partido Socialista (PS), em Lisboa. Joana Marques Vidal recusou, uma vez que ao Ministério Público “não cabe participar” em reuniões partidárias. Mas aceitou receber Costa em audiência, sublinhando que estava disponível para fazer o mesmo por qualquer candidatura. O encontro nunca aconteceu.

Teme-se seriamente que este PS, com esta gente sem qualquer tipo de escrúpulos e com um currículo de meter medo a um jacobino, se constituir governo durante tempo suficiente tudo venha a fazer para sapar os processos que corroem o partido por dentro, por causa da corrupção. O processo do Marquês é apenas um deles.
Veremos o que sucede mas os prognósticos não são nada positivos, com uma Ana Catarina Mendes à espreita de oportunidade.
Cidadãos! Tenham medo!

13 comentários:

zazie disse...

Por isso mesmo é que não me fio que em mudando o governo esta cambada não o safe.

zazie disse...

Este PS tem de acabar. Já devia ter acabado aquando do processo Casa Pia

josé disse...

Seria a subversão do Estado de Direito se tal profecia se concretizasse.

E este PS tem mesmo que acabar. Este Almeida Santos e este Mário Soares completamente ché ché estão nas últimas mas recusam-se a abandonar a carcaça velha e corrupta desse partido.

zazie disse...

Pois é, José. Mas não foram lá só esses.

zazie disse...

Mas que tem de acabar não tenho a menor dúvida.
Se não acabar, acaba com o País.

CCz disse...

como é possível chegarmos a este nível

Alberto Sampaio disse...

Não deixa de ser interessante ver tantos escroques reunidos. Mas há mais de onde estes vieram. Estão é um pouco mais à esquerda. Até mete dó saber por quem fomos governados.

Luis disse...

Subscrevo, este PS é um partido politicamente execrável.
Só de lembrar as reuniões conspirativas de alguns dos seus notáveis, embora já xexés, após a prisão daquele piroso. Até dá vómitos.
Faltou-lhe, porém, a saída do cárcere feita em ombros como ele queria.
Contentou-se em sair mal cheiroso, com uma t-shirt ranhosa e um ar tresloucado.

Floribundus disse...

não precisam de ir para o governo

este encontra-se a funcionar na ar com maioria de esquerda

como oportunamente referiu a atriz do be

Adelino Ferreira disse...

E de quem é a culpa? Não é por demais sabido que um governo de gestão que encontre na AR, partidos que consigam uma maioria de votos, serão estes que na prática vão governando?!
O sistema político é este e não há forma de o alterar. Há é que substituir os responsáveis desta tragédia. O PSD e o CDS perderam mais de 700.000 mil votos. O Professor Aníbal Cavaco Silva em Janeiro próximo deixa o cargo e o Marcelo em principio sem tomar banho no Tejo vai ser o substituto. O Passos e o Portas continuam a chefiar as hostes e daqui por 4 anos há mais. Há sempre quem acredite que os que governam presentemente de zanguem. Se à frente do PSD/CDS continuarem os mesmos, no fim da legislatura perdem outra vez.
Viva a República (das bananas)

joserui disse...

Isso foi o que eu já disse antes a propósito da bizarra gincana que o Costa anda a fazer. Não me parece que queira governar o que quer que seja, só precisa de algum tempo de poder a ver se safa a escrita (e provavelmente a ele, sendo o número 2 do 44, quem acredita que tenha as mãos limpas?).
E na altura o José mostrou-se deveras optimista. Acabou o optimismo José? É que como eu também disse há anos, um CV como o do 44 dá imenso trabalho e necessita de muita gente… e são todos muito notáveis e aqui é só um pobre blogger e uma dúzia de pobres comentadores. Não tardou aparecer uma juíza a calar o CM e não tardará a aparecer tudo o que for preciso. -- JRF

josé disse...

Esperemos. No Brasil também há quem espere. Sem ser sentado...

Maria disse...

Blogger Floribundus disse...

não precisam de ir para o governo

este encontra-se a funcionar na ar com maioria de esquerda"

Precisamente, Floribundus. Sem tirar nem põr.


Acho perfeitamente coerente, com a qual concordo, a opinião de joserui expressa no seu comentário das 03.05 de hoje.