Páginas

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Bode expiatório: Passos Coelho?


 24Sapo:

Número de bombeiros e militares desceu durante a troika. Centeno aponta o dedo à direita: "Não vale agora vir com lágrimas de crocodilo".

Ainda irão dizer que a culpa dos mortos do incêndio de Pedrógão é do Passos. Falta pouco.

Para além disso, este Centeno percepcionou mal, mais uma vez. Daqui:


Lá vai ter que corrigir...

29 comentários:

Mr. T disse...

O Centeno devia rever o que disse

http://www.pordata.pt/Portugal/Bombeiros-1188

josé disse...

Sãos tais erros de percepção em que o tipo é perito.

Ricciardi disse...

Muito bem observado... pelo Ronaldo das finanças.
.
O governo anterior dispensou milhares de bombeiros e ainda têm o topete de vir reclamar falta de meios.
.
Era dar-lhes com um pano encharcado nas costas.
.
Rb

zazie disse...

Este anda numa sado-maso...

Já te enxugaste?

Portas e Travessas.sa disse...

é culpado nos suicídios, ou não

Zephyrus disse...

Mas qual e o problema de haver uma reducao? Ate poderiamos ter excesso para as necessidades e assim uma reducao seria positiva! Esta mentalidade portuguesa de que tudo o que implicar poupancas, racionamento, cortes veio de onde? Ha aqui uma mistura de profunda iliteracia financeira transversal a todas as classes sociais, a qual a "geracao melhor preparada de sempre" nao e imune!

A mim choca-me o choradinho por causa dos encerramentos de balcoes da Caixa Geral de Depositos. Se formos a Espanha ou na rica Inglaterra nao vemos agencias bancarias em inumeras povoacoes com milhares de habitantes. Em Portugal toda a gente pede tudo a porta mas nao se fazem balancos de custo/beneficio, por isso continuaremos a ser os pelintras da Europa Ocidental.

Penso que a troika tera dito que teriamos excesso de policias para a populacao e excesso de chefias militares. Penso... se a memoria nao me falha.

josé disse...

A redução substancial ocorreu a partir de 2006. Era a troika que estava por cá, na pessoa do Teixeirinha dos Santos que fez aquela figura notável ao lado do Inenarrável quando se pediu à troika para vir cá?

É que foi ele, o Inenarrável quem pediu para a troika vir cá...não foi o Passos.

josé disse...

“Defesa e Administração Interna deixaram 302 milhões na gaveta”.

Quando? Em 2016...ai o Passos, esse malandro!

Adelino Ferreira disse...

Vamos lá dar uma ajuda..

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/governo_corta_218_milhoes_de_euros_nas_forcas_armadas_a_partir_de_2014

Adelino Ferreira disse...

Faz hoje 85 anos que o "botas" assumiu a presidência do conselho.

josé disse...

218 milhões e 302 milhões. Assim a ajuda é maior.

Floribundus disse...

o PR parece um relógio de cuco
ao repetir
'apure-se, doa a que, doer'

é ao contribuinte que mais irá doer

a actriz Maria Vieira disse que este é o pior PR do rectângulo

andam a brincar às casinhas

PPC atirou-se ao ministro do confisco

antónio das mortes continua
'as salsas ondas apartando'

há quem prefira cuentros



Terry Malloy disse...

Alguns já tiveram a meia-hora a mais de recreio quando andavam na escola... E foi na matemática que cortaram.

Então os cortes não são cumulativos? Não se referem às verbas orçamentadas comparativamente às do orçamento anterior?

Se uns cortaram 218 milhões e esse corte foi negativo/errado, porque é que não houve aumento de 218 milhões de seguida, isto é, reversão do corte?

É que se há corte de 302 milhões sobre o anterior, significará que, relativamente ao momento 0 (antes do corte dos 218 milhões), o corte é de ... 520 milhões.

E então temos este prodígio da política que é dizermos que um corte de 218 milhões é responsável por y e o corte seguinte, de 520 milhões, é um bálsamo.

Guerra é paz.

Liberdade é escravatura.

Austeridade em dobro é o fim da austeridade.

Floribundus disse...

arte de furtar

« Aí se põe a senhora Dona Política como filha da Senhora razão de Estado e
do Senhor Amor Próprio.
Ambos dotaram-na de sagacidade hereditária e de modéstia postiça. Criou-se
nas Côrtes dos grandes Principes, embrulhou-os a todos, teve por aios
Maquiavel, Pelágio, Calvino, Lutero e outros doutores dessa qualidade, com
cuja doutrina se fez tão viciosa que dela nasceram todas as seitas e heresias que
hoje abrasam o mundo.
Para o anónimo autor de tal libelo, todos falam de política, muitos compöem
livros dela e no cabo nenhum a viu, nem sabe de que cor é.
Mais sibilinamente refere: a primeira máxima de toda a política do mundo que
todos os seus preceitos encerram em dois, como temos dito, o bom para mim e o
mau para vós.
Ao aceitar a regra de viva quem vence. E vence quem mais pode, e quem mais
pode tenha tudo por seu, porque tudo se lhe rende, neste ponto, errou o norte
totalmente, porque tratou só do temporal sem pôr a mira no eterno.»

deviam nomear o artista da PJ para director da meteorologia

João disse...

Não dizerem que foram "pafiosos" a pegar fogo em Pedrógão e que o roubo de Tancos foi a mando do PSD... O Galamba, o Quadros e outros da seita é que ainda não se lembraram disso...

zazie disse...

Há uns anos foi a Al-caeda por causa do Barroso

":OP

Lembro-me de ouvir isso a gente aparentemente normal.

Portuga disse...

João
Mas já disseram que foi obra da direita; o mesmo esquema que fizeram para libertar os pides de Alcoentre. Na volta ainda foram os pides que pegaram fogo no mato e roubaram o material de guerra de Tancos. Querem ver...

Hugo disse...

Ao que parece, em Tancos, foi um raio de uma trovoada seca. Consta que já se entregou e confessou tudo.

Adelino Ferreira disse...

Resenha de ontem:

Dia da independência da Venezuela comemorado em Lisboa

Só um cheirinho...



"Hasta la Victoria, siempre!", disse, ao concluir a intervenção e declarar terminado o ato protocolar, no qual participaram representantes da Câmara Municipal de Lisboa e a Banda do Exército, que tocou os hinos nacionais dos dois países.

A escardalhada faz manifestações e comemorações nas praças e ruas e até tem a "orquesta" do exército português, para abrilhantar os acontecimentos

A direita trauliteira nem o 25/11/75, nem o 1° de Dezembro de 1640 comemora.

Estava marcada uma manif para entregar as espadas em frente ao Palácio dos Afectos e logo trataram de o anular, não fosse o OE ficar zangado e exercer a sua função disciplinadora
Que tristeza!

O louco do trump está pronto para atacar o Kim; o pessoal que tem maquinetas Samsung, LG, Hyundai, Kia, Daewoo, pode vir a ficar sem sobressalentes.

João Sousa disse...

O caro Ricciardi diz, curvando o espinhaço perante a grandeza do nosso Ronaldo das contas, que "o governo anterior dispensou milhares de bombeiros". Fui ver os números do Pordata: de 2011 a 2015, havia menos 1573 bombeiros. Um milhar e meio não qualifica como plural.

Já que aqui estamos, recuemos no tempo, uma vez que os números estão à nossa disposição: de quanto diminuiu o número de bombeiros entre 2005 e 2007, o período do primeiro governo de Sócrates com António Costa no Ministério da Administração Interna? Faço as contas pelo amigo Ricciardi: foram menos 3717 elementos - mais do dobro da redução durante o governo de Passos Coelho.

Na verdade, contabilizando os governos de Sócrates, o número de bombeiros diminuiu ANUALMENTE, em média, a mesma coisa que DURANTE TODO o governo de Passos Coelho.

Portanto, meu caro Ricciardi, faça o favor de inclinar a cabeça para receber este trapo encharcado que tenho aqui à sua espera.

Unknown disse...

Este bípede, além de imbecil, revela-se um verdadeiro filho da puta (" pardon my French).

muja disse...

Há 85 anos começou a governar o homem que dizia que era preferível sacrificar a política ao governo do que o governo à política.

Tinha razão, como se vê.

muja disse...

É engraçado porque na concepção desse homem, pessoas como o machambas rb não tinham de ter voz porque nada tinham para dizer. E pessoas como o Floribundus queixavam-se que era preciso dar voz a todos em nome de grandes príncipios.

Hoje, os Rbs continuam sem dizer nada, apesar de terem voz, e os Floribundus queixam-se de não haver vozes de jeito...

Compreenda quem puder.

josé disse...

Ontem na tv, o general Garcia Leandro, um oficial general muito cuidadoso naquilo que diz, informava que dantes, no tempo de Marcello Caetano e Salazar, os ministros mandavam, mesmo que tivessem pouco dinheiro ou margem de manobra para o gastar ( o equilíbrio orçamental era de rigor). Hoje quem manda são as direcções-gerais e particularmente a das Finanças.

O resto amocha.

Para que serve uma democracia destas?

josé disse...

O Costa parece um director-geral: não sabe o que a casa que governa gasta e pede informações em público, para poder responder a quem lhe pergunta.

Por isso foi a banhos. Não é ele quem sabe o que se passa...

muja disse...

Que os ministros mandavam deduz-se facilmente de ter Salazar sobraçado todos aqueles ministérios em acumulação à Presidência.

Adelino Ferreira disse...



https://www.youtube.com/watch?v=Lv9Y_jOCM-Y

josé disse...

Huummm...interessantes, esses videos sobre a PIDE. E a história de Pavel que nunca é contada nos jornais actuais.

O PCP tem vergonha do assunto e os comanditários calam.

muja disse...

Pois é, também não conhecia. Vou ver depois que agora estou armado em primeiro-ministro e estou a banhos.

Obrigado, sr. Adelino.