domingo, 4 de outubro de 2009

O contrapoder do Expresso

"Enganam-se os que pensam que a Imprensa é um quarto poder. A Imprensa é um contrapoder"- Henrique Monteiro, director do Expresso, citado pelo Público de hoje.

Este Monteiro, neste escrito, é uma anedota. Esta frase é de rir até às lágrimas, num riso amarelo de tristeza pelo auto-convencimento de que o Expresso é um contrapoder.

2 comentários:

Anónimo disse...

A inspiração deve ter nascido com a notícia "OMO" do ano: não é a rede do Presidente que está desprotegida, é a do governo. Tem razão o Pinto a Costa: o negócio de um jornal é vender o papel.

Unknown disse...

O problema dos Jornalistas como o HM é que migraram do PCP (O Diário). Com a queda do Muro de Berlim converteram-se em "Jornaleiros" e têm complexos. Jornaleiro que se prese tem que se afirmar de esquerda que mais não seja com umas frases bombásticas. O Tio Xico tem que pôr ordem na casa porque qualquer dia encerra para obras.

Os escombros do apocalipse