quarta-feira, 23 de junho de 2010

A normalidade do Estado de Direito

Sapo:

"Lisboa, 23 jun (Lusa) -- O processo de difamação aberto por Manuela Moura Guedes contra o primeiro ministro foi entregue ao Ministério Público junto do Supremo Tribunal de Justiça, que assegurará o seu regular andamento, revelou hoje a Procuradoria Geral da República.

Uma nota da PGR indica que, "estando o processo na fase de inquérito, a competência é do Ministério Público", cabendo "ao procurador geral adjunto junto do Supremo Tribunal de Justiça, como representante do procurador geral da República, a direção das diligências a realizar".

A mesma nota salienta que "não há qualquer diligência realizada, nem, obviamente, constituição de arguido".

Era exactamente esta a notícia e a nota de informação da PGR que seria de esperar faz hoje um ano, a propósito da certidão do processo Face Oculta, entregue ao PGR para instauração de Inquérito para averiguação de crime em que era suspeito o primeiro-ministro. Suspeito para os magistrados de Aveiro e absolutamente insuspeito para o PGR.

2 comentários:

rita disse...

Estamos todos bem entregues (à bicharada)!

Mani Pulite disse...

SEGUNDO O PÚBLICO DE HOJE CIENTISTAS PORTUGUESES ANDAM À PROCURA DE BURROS SELVAGENS NA CHINA.NESTES TEMPOS DE AUSTERIDADE NÃO PRECISAVAM IR TÃO LONGE. BASTAVA IREM À RUA DA ESCOLA POLITÉCNICA AO RATO.ENCONTRAVAM LOGO ALI UM MAGNÍFICO EXEMPLAR DE BURRO SELVAGEM COM UM QI IGUAL AO DE UM PINTO E JÁ MUITO MONTADO E TUDO E COISA.UM REGALO PARA A NATIONAL GEOGRAPHIC.BASTA PEDIREM UMA BOLSA À FCT QUE FINANCIA TODOS OS BURROS PORTUGUESES COM CARTÃO DO PARTIDO DOS RATOS.