quarta-feira, 16 de junho de 2010

A tralha da mediocridade


Rui Tavares, no Público de hoje, desanca em Rui.Pedro.Soares de um modo inusitado e de violência verbal que parece de blog.

Se o visado reagir judicialmente, nem a bolsa que anda a amealhar, lhe vai chegar para pagar a indemnização cível que aquele pode pedir e habitualmente os tribunais concedem generosamente, até que o tribunal Europeu dos Direitos do Homem venha dizer que o Estado português e aqueles tribunais em particular, não cumprem as normas de civilização mais comuns.
É que a personagem em causa, exemplo seguro do que pode produzir um sistema político-partidário em parceria público-privada, foi vigorosamente elogiado por figuras tão proeminentes como Sérgio Sousa Pinto, outro exemplo concreto da excelência que um sistema destes segrega em termos de excepção e accessit: "Ele é alguém com muito valor, inteligência e muito capaz."
Então não é? Basta olhar para a foto acima e concluir logo: diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és...
Por isso, mal se compreende que Rui Tavares dispense este vitríolo escrito na crónica do jornal, certamente incomprensível nas fileiras onde se agrega o pequeno génio da excelência feita gestor :
"Rui Pedro Soares talvez não entenda que , enquanto este for lembrado, o seu nome será para os portugueses ( incluindo, não pense ele outra coisa, aqueles que votam no seu partido) o emblema da mediocridade e da arrogância que chega ao poder e ao privilégio por intermédio de favorecimentos e favoritismos, que exerce esse poder da forma mais gabarolas e irresponsável, tendo como único objectivo satisfazer o mando do político que o pôs naquele lugar, e que para desempenhar tal tarefa é pago num ano muito mais do que muitos portugueses esforçados e honestos ganham trabalhando a vida toda.
Por gente como ele, Ricardo Rodrigues, e outros, se falará um dia de "tralha socrática".

Caramba!

8 comentários:

Mani Pulite disse...

TRALHA KLEPTO-SÓCRETINA.

zazie disse...

ehehehe

Foi boa.

Karocha disse...

Faz lembrar o Vicente Jorge Silva com a "Tralha Guterrista" ;-))

Anónimo disse...

Caramba! Ele disse mesmo o que toda a gente pensa! E ainda não foi preso! Sérgio Sousa Pinto é aquele que em nome do partido e sem José Sócrates saber (ele nunca sabe de nada), manda da entrada de um hotel desaforados recados ao PR. E se não me engano, a senhora da JS à direita é aquela das eleições que foram muito "disputadas" há uns anos.

100anos disse...

Comparar o dragãozinho ao deputado "mãozinhas", onde é que já se viu ?
Já o Sérgio Sousa Pinto, quando crescer pode até vir a ter uma profissão honesta, como engraxador.

rosa disse...

Nada do que diz Rui Tavares anda longe da verdade.

O mal é que, como adivinha já o José, na justiça portuguesa a verdade paga-se caro quando se falta ao respeitinho a quem manda!

Rosa

Diogo disse...

Caramba porquê!

Quando a Procuradoria os tribunais permitem toda esta corrupção, não devem ser os cidadãos a fazer justiça pelas suas próprias mãos? Rui Tavares fê-lo em prosa. Outros fá-lo-ão em actos.

Manuel disse...

Rui Pedro Soares, Ricardo Rodrigues, José Sócrates, o clone, Armando Vara, o "quem se meter com o PS leva", o "malhar na direita" e continua. Quantos baralhos como este serão necessários para caber o "pessoal" todo ?
Aproveitaram as curtas carreiras profissionais para sacar o máximo $$$ e com o amen do chefe socrates, tecer uma teia de favores e cumplicidades que há-de durar ainda uns 20 anos.

Pobre país de vuvuzeleiros.

Os governantes no antigo regime