domingo, 2 de janeiro de 2011

Os pais da nossa desgraça

Na RTP passa neste momento ( 21h e 45m) um bom programa sobre a nossa evolução político-económica nos últimos vinte e cinco anos.

O antigo ministro de Cavaco Silva, Cadilhe, acabou agora mesmo de dizer que em 1993 esteve em Viana do Castelo, numas jornadas parlamentares do PSD e disse então que seria altura de mudar de política estrutural e em vez do betão, começar a investir publicamente noutras áreas. Disse agora mesmo que os presentes ( jornadas parlamentares do PSD...) se zangaram com ele.

Será preciso dizer muito mais sobre os responsáveis por esta crise estrutural que nos consome? Talvez. Há bocado foi dito que no tempo do governo de Guterres poderia ter sido seguida uma política económica mais consentânea com as contas públicas no sentido de as equilibrar. Responsáveis? Sousa Franco e Pina Moura. Este, disse há bocado que as SCUT foram da responsabilidade exclusiva de João Cravinho e Guterres. Pina Moura, pelos vistos, nessa altura, era um verbo de encher. Os bolsos, na Iberdrola, depois disso...

1 comentário:

Floribundus disse...

por falta de tecnologia
o rectângulo coninua
na 'idade da pedra'.
até na maçonaria do seminarista