quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Mentir, mentir sempre


Jornal Guardian de ontem. A imagem é da manifestação em Lisboa.

Público de hoje:

O primeiro-ministro desmentiu hoje a notícia avançada pelo The Guardian, que dizia que José Sócrates teria telefonado na semana passada à chanceler alemã Angela Merkel a pedir ajuda.

De acordo com o jornal britânico, que cita fontes que testemunharam a conversa telefónica entre os dois chefes de Estado, José Sócrates parecia “desesperado” e terá prometido a Angela Merkel “fazer tudo o que fosse necessário” desde que a Alemanha o ajudasse a evitar seguir o mesmo caminho que a Grécia e a Irlanda, recorrendo ao resgate da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI).


A notícia do Gaurdian, cujas fontes asseguram que o primeiro-ministro português telefonou, foi desmentida por este. Afinal não telefonou.
As fontes, que testemunharam a conversa, enganaram o jornal.

Foi assim não foi?

Até quando se vai tolerar isto? Parece óbvio uma coisa que provavelmente se descobrirá demasiado tarde: um padrão de comportamento que conforma um carácter. Os sinais são muitos, vem de há muito e afectam já, provavelmente, os processos decisórios. Bem sei que a psiquiatria não tem boa fama para estes diagnósticos, mas a psicologia pode ajudar mais um pouco.

É tempo de ouvir os psicólogos sobre este fenómeno patológico que se abateu há uns anos sobre a política portuguesa porque isto vai acabar mal.

8 comentários:

zazie disse...

ahahah
Pergunte-se ao CAD se a disfunção vem nas tabelas internacionais.

":O)))))

É mesmo um mentiroso compulsivo.

Carlos disse...

Causas?...

Isto só acontece, porque a teia está consolidada.

Por isso, será bom questionar: Domingo, vamos votar para eleger um Presidente, ou um PADRINHO?

Passem bem.

C.S.

Wegie disse...

Ora!!! Que interessa a desordem bipolar e as personalidades múltiplas se temos a mais moderna rede de carros eléctricos do mundo? Ou não?

Anónimo disse...

No caso do The Guardian estamos perante um fenómeno tecnicamente designado por "Cabala Estrangeira", também designada por "Foreign Horsa" em Inglês Técnico Independente, versão domingueira. Este género de cabala caracteriza-se pela descrição de factos de forma detalhada, elaborada e com um elenco que não deixa margem para dúvidas o penoso estado em que fica todo aquele que tendo sido maldosamente vítima da inclusão nos factos sobre os quais versa, fica sempre com a real imagem de mentiroso. Pobre Partido Socialista de Portugal, que tem no mundo inteiro inimigos para quem o carácter é uma coisa importante e essencial para ocupar cargos públicos. Triste sina a de um partido a quem coube o Diabo como signo e Sócrates como profeta.

Karocha disse...

LoooLLL Flash Gordo :-)))

Camilo disse...

"isto vai acabar mal"...
para o "povo": NÓS!!!
Mas acabará sempre BEM para os do "costume": os mesmos de sempre.
ESTE POVO ESTÁ CADA VEZ MAIS COBARDE.
Só assim se justifica o que se está a passar em todos os quadrantes do des...governo.
(Vidé o meu Blogue sobre a manif. à porta do 1º ministro).
Caiu -caímos- todos no marasmo.

sofia disse...

COMO POVO SOMOS UMA GRANDE TRAMPA ... PARA NÃO DIZER MERDA.
CASO CONTRÁRIO ESTES "PANILAS" E COMPANHIA "PEDOFILENTA" HÁ MUITO QUE TINHAM SIDO "LINCHADOS".

TEMOS O QUE MERECEMOS!

Pedro Marcos disse...

Este pessoal que acusa o povo de cobardia, será, afinal, corajoso?
Está pronto para a pancada?
Sabe dar pancada?
E receber?
Porque ficar apenas a mandar umas boquitas e a incitar outros a atirarem-se vale o que vale.

Pergunto-vos, oh corajosos verbais: sabem e estão dispostos à pancada?

Dura lex, sed latex