sábado, 8 de janeiro de 2011

O iconoclasta


José Manuel Coelho, como candidato à presidência da República cumpre um papel imprescindível: o de dizer publicamente que o rei vai nu. Por isso mesmo é afastado o mais possível da ribalta televisiva pelos controleiros de serviço que ganham suplementos de ordenado por isso mesmo, para afinarem as notícias pelo discurso oficial ou oficializado nas conveniências do poder real e efectivo.

O Expresso desta semana cita o iconoclasta como tendo dito que " Temos Sócrates a extorquir os contribuintes para tapar o buraco criado pelos amigos de Cavaco".

Quem quiser pode contestar a afirmação. Mas que essencialmente corresponde à nossa triste realidade, isso é incontestável. E não vem da esquerda troglodita.

4 comentários:

zazie disse...

É verdade. É a única personagem que merece a pena no lugar de bobo da corte.

lusitânea disse...

Mas ele já foi "camarada"...

Carlos disse...

"Essencialmente" porquê? Que se saiba o buraco BPN situar-se-á na ordem dos 2 mil milhões. Isso é menos que o fundo da PT usado o ano passado por acaso.

De facto a afirmação de JMC não é incorrecta, mas daí a concluir-se que "essencialmente" é isso que está em causa nas nossa situação critica actual, vai uma grande, mesmo muito grande, distância.

josé disse...

A nossa triste realidade não é só isso. Mas este postal dizia respeito a isso.

Sócrates a extorquir dinheiro através de impostos para tapar o burado criado pelos amigos de Cavaco.

500 milhões de euros é um buraco. E será tapado com dinheiro do Orçamento. Dos impostos.