segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

O fado Jerónimo

Sol:

«O FMI não faz cá falta nenhuma, o que é preciso é uma mudança de política, em conformidade com o interesse nacional e com as potencialidades que temos, porque Portugal não é um país pobre e precisa de produzir mais», defendeu Jerónimo de Sousa.

Dêem-lhe as rédeas do poder, como tiveram os seus correligionários em 1975 e em poucos meses temos o FMI e a fome à porta da maioria dos lares portugueses.
E o Jerónimo acredita mesmo que com este discurso inverte o fado e conquista uns lugares no parlamento, para poder dizer estas coisas com legitimidade democrática.

12 comentários:

Floribundus disse...

quando andava na escola lia números antigos da Ilustação Portuguesa
recordo-me duns 'bonecos' críticos
intitulados 'conversa do Gerolmo'.

a 'cassete' já não se pode ouvir porque o som é de péssima qualidade

JC disse...

Nem há meia dúzia de anos, ao estudar história com o meu filho, relembrei o motivo da Epopeia dos Descobrimentos (pelo menos assim ensinado no Manual de História do 8º ano): Portugal era um País pobre e precisava de novos horizontes para se expandir.
Assim consideraram os nossos antepassados, há mais de 500 anos.

Por isso dá-me sempre grande vontade de rir quando ouço esta cassete dos iluminados da esquerda a dizerem que Portugal não é um País pobre...

E que precisa de produzir mais, como se não fossem eles a causa de Portugal produzir tão-pouco e de terem destruído tudo o que ainda produzia alguma coisa, com as nacionalizações e o ataque às ditas "famílias burguesas".

rita disse...

Não há mesmo pachorra!!!
Não chegava um "cretino mor" e ainda temos os "defensores cretineiros".
Alguém conseguirá explicar-me a quem prejudica a entrada do FMI?
Com certeza que só a políticos tacheiros, pq o Zé Povinho não ficaria pior!

Karocha disse...

Rita
A muita gente, é só preciso saber como funciona o FMI.
Nem imagina o que aconteceria se, o FMI entrasse amanhã!!!

pedro frederico disse...

melhor seria, acompanhado do FBI...

jcd disse...

O FMI já cá esteve duas vezes e nos dois casos com sucesso. Creio que a situação actual é bem mais difícil.

E porque o nó cego não é facilmente desatado,nem se vê ninguém por cá com vontade de o fazer, mais vale que venha o FMI.

Karocha disse...

Mas o FBI já cá está "Codis" e o FMI também, só que ainda não oficialmente!!!

Fernando Torres disse...

Já temos a fome, os submarinos, o BPN e outras coisas mais. Votos de um 2011 o melhor possível.

Camilo disse...

(hihihihihihihi!)...
Só (lhe)faltou a célebre:
"O ricos que paguem a crise"

Antonio disse...

Ó Jerónimo, vai-me á loja....mas fica à porta

joserui disse...

Quando é que ilegalizam o Jerónimo e aquela seita toda? -- JRF

rita disse...

Karocha, eu já sou do tempo :-) em que o FMI por cá passou e do meu bolso só me lembro de ter saído um 13º mês, mas que foi pago depois em certificados...
Cá por mim venha ele.