segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Um sinal

Mário S. apresenta-se hoje no programa do Gato Fedorente, na SIC, a esmiuçar qualquer coisa, sem importância alguma.
A estação embandeirou um arquinho por causa do acontecimento e os autores do programa mais Ricardo Costa, foram receber o anfitrião que lhe lembrou que as comemorações do dia da República, hoje, fizeram-se na sede da Fundação do mesmo, com o lançamento de um livro grande "assim!", apresentado com um gesto, sobre a Maçonaria e a República.
E antes, uma observação ao tal Costa que " se não sabe devia saber" que o acontecimento lembra "a importância da Maçonaria na implantação da República."

Isto não é de pasmar. É apenas o sinal do tempo que passa. Ah! Mário S. gosta muito dos Gato Fedorento. E tem razões para tal...

2 comentários:

joserui disse...

O senhor Mário S. está a querer sair do armário :) .-- JRF

Unknown disse...

O Mário "vende Pátria" apareceu no dia da República, porque o avental(onde esconde o que roubou ao povo com a conivência de muitos como o filho, Nogueira de Brito e Rui Gomes da Silva, sim os da queda do avião em Angola), está cheio de nódoas de sangue de quem lhe pagou - Savimbi e os milhares de soldados portugueses que morreram em combate - enquanto ele se pavoneava em Paris. O Cacique do 25 de Abril no seu esplendor na TV do amigo Xico.

Mais outra do juiz Ivo Rosa