terça-feira, 30 de outubro de 2012

Observador, uma revista de 1971

 
 Em 19 de Fevereiro de 1971 saiu em Portugal esta revista que na época se constituiu como uma pedrada no charco da imprensa daquele tempo, um pouco conformista com o regime existente mas simultaneamente de oposição redactorial por serem de esquerda quase todos  elementos que então escreviam nos jornais e revistas mais vendidos. Vida Mundial, Flama , Século Ilustrado, etc. eram publicações de onde saíram anos mais tarde os esquerdistas da imprensa revolucionária do PREC de 1974-75.

O Observador, porém, não tinha essas características e fazia quase uma apologia do regime económico em que nos encontrávamos, com uma distância crítica ao regime político. Hoje seria uma espécie de Jornal de Negócios.
Um dos cronistas da revista era Vitorino Nemésio, hoje muito esquecido. "Se bem me lembro..."

A edição primeira cuja capa é acima mostrada tinha este editorial de Artur Anselmo. Quando lhe perguntaram numa espécie de diálogo socrático " qual a feição política da revista?" respondeu: Apenas a do interesse do povo português.


Noutro editorial do número 4 de 4 a 12 de Março de 1971, escrevia-se assim, como hoje não se escreve: 

4 comentários:

Floribundus disse...

o Prof Vitorino deixou escola, mas muitos o abandonaram. trataram-no mal na tv num directo depois do 25.
tinha invulgar qualidade.
fui dos poucos (uns 12) que o homenagearam num restaurante em Telheiras.

Anselmo, por ser um indivíduo qualificado levou também um pontapé no traseiro.

como dizia um amigo estalinista no dia 25
« rebentou o cano de esgoto »

todos os que não eram sociais-fascistas passaram a ser tratados como párias.
o refugo continua com voz activa

josé disse...

Floribundus:

Consegue ler bem as imagens que coloco?

É que há quem não consiga e gostaria de saber se o problema é genérico.

Floribundus disse...

Meu Caro
consigo ler perfeitamente.
não noto qualquer alteração em 2 ou 3 tentativas

josé disse...

Obrigado.

Salazar: os valores desaparecidos