sexta-feira, 16 de outubro de 2020

O idealismo, a sensatez e a estupidez, tudo junto no Estado

 Este artigo no Observador mostra como certas ideias peregrinas com boas intenções afocinham rapidamente na irrelevância e arruínam o idealismo de quem as propaga por simples estupidez. A sensatez não é suficiente para fazer valer uma ideia com boas intenções. 

É preciso mais que isso e a vida deveria ensinar quem tem a incumbência de governar e pôr em prática boas ideias para um bem comum efectivo. Mas não ensina quem não quer aprender. 

É muito por causa disto que a Esquerda arruína frequentemente a economia e prejudica a sociedade como um todo, ao incentivar idealismos que se revelam geralmente fracassos sem remédio. Por simples estupidez e autismo ideológico. 



Dito isto fui a perscrutar o que seria aquele XLAB e deparei com isto: um sítio que se chama "laboratório" e com referências numa língua estrangeira que ressuma algo que não me agrada. Um dos elementos do "team" é formado na madrassa-mãe, o ISCTE reitorado agora por uma indivídua que me parece maluca.  Carente de senso, quero dizer. 

Com tudo isso, lembrei-me da anedota dos que abrem canetas para procurar letras...e explicam depois o melhor método para tal. 


Sem comentários:

A delinquência no poder