sábado, 31 de outubro de 2020

Um polícia de costumes a mandar na PSP, imagine-se!

 Artigo do director do Sol, hoje: 


Outro António Nunes, o famigerado director da ASAE. E vindo do mesmo alfobre político e por isso alçado a observador atento e obrigado a venerações várias, nomeadamente à Maçonaria que manda sempre nestas quintas. E sextas também.  

A Maçonaria não deveria saber o valor da liberdade? Afinal para que serve a retórica?


Esta mentalidade fascista ( huumm...não é assim que os democratas costumam falar destas coisas?) reproduz-se na imaginação de outros controleiros habituais, como aqui se escreve, no CM de hoje, por Eduardo Cintra Torres:



Sem comentários: