quinta-feira, maio 06, 2021

Golpe palaciano na Justiça

 Estes já entenderam: a ideia de acabar com o TCIC é apenas a forma de ataque a um juiz singular, promovido pela estrutura de gestão dessa magistratura. Um ataque por causa desse juiz entender a função de acordo com a lei e o direito que muitos não apreciam, particularmente os que gravitam na órbita do poder político. 

A separação de poderes e a independência dos tribunais em Portugal tornou-se uma miragem e a parábola dos "ainda há juízes em Berlim", símbolo máximo de tais princípios civilizacionais, transformou-se numa farsa encenada pelos próprios actores. 

O que parecia inacreditável aconteceu...e o poder do PS, da maçonaria e de certos interesses poderosos ligados a processos pendentes, dominou tudo e todos. 



Para já o silêncio dos intervenientes políticos e da komentadoria do sistema é geral. Veremos o que fazem quando a questão for suscitada pelo Governo junto do Parlamento, em forma de legislação a propor. 


ADITAMENTO em 7.5.2021. 

O CM de hoje traz esta página sobre o assunto do ajudante que quer ser mais que isso, em obediência a incumbências várias:



Sem comentários:

RTP, a estação dos fretes políticos