segunda-feira, 30 de março de 2009

Alta parada

O caso Freeport constitui o maior desafio ao MP de que há memória. Não pela substância do caso, em si, já bastante delapidada pelos anos de inércia relativa; mas antes pelo significado e importância dos princípios em acção. Veremos como isto acaba.
Para já, o avanço das peças do xadrês afigura-se muito arriscado. Mas eles lá sabem...até parece que nem conhecem este P.R. A última coisa que fará, é desestabilizar seja o que for e assim se perderá uma jogada.

Última hora, do Público:

O novo presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, João Palma, vai pedir uma audiência de urgência ao presidente da República Cavaco Silva. Nos últimos dias João Palma tem vindo a denunciar pressões sobre os magistrados, alegadamente relacionadas com o caso Freeport e que visam, segundo revelou o "Correio da Manhã" levar ao arquivamento do processo.

14 comentários:

Leonor disse...

José: não vale a pena. É chover no molhado!

KILAS disse...

Parece-me que neste País está tudo louco, que andamos numa feira de vaidades ao despique... de vontade de aparecer nas revistas, jornais, telejornais e, no final, essas criaturas tão mediáticas descredibilizarem a Justiça que, já por si, anda nas ruas da amargura...

A Magistratura deve ou deveria caracterizar-se, além do mais, pela serenidade, temperança e sobriedade e, em vez do folclore e do foguetório, apresentar resultados...

Caso contrário, continuem a mandar foguetes e depois quero ver quem vai apanhar as canas....

Miguel M. Ferreira disse...

Lá vai esta montanha (denúncia de pressões) parir um rato....

100anos disse...

Não creio que o novo presidente do Sindicato do Mº Pº seja um louco fala barato.
Decerto que tem alguma coisa importante para dizer, tanto mais que antes de o fazer pede uma audiência ao PR.
Parece interessante é haver um comunicado da PGR prometido para amanhã e hoje ter sido anunciado pelo Sindicato o pedido de audiência urgente ao PR.
Ou já não sei ler as entrelinhas do Mº Pº ou está-se a preparar uma bronca das antigas.

Karocha disse...

1ooanos

Capaz de ter razão, quanto à bronca...

Leonor disse...

O PSMMP, apesar de presidente daquele órgão, não deixa de ser procurador e, como tal, sujeito ao estatuto e à hierarquia.
Despachou-se a correr até ao PR? Porque será?

Dr. Assur disse...

Leonor

Um musicazita para animar ;)

http://www.youtube.com/watch?v=PnC6B1AgMyw

Letra:

http://www.stlyrics.com/lyrics/thesopranoshboseries/gottaservesomebody.htm

E ele diz "you"... :)

Leonor disse...

Bob Dylan? Boa escolha!

Posso escolher servir a verdade?

joserui disse...

Veremos como isto acaba.
Como acha que acaba caro José (sem ironia)? -- JRF

Ich muss scheissen disse...

E que irá o Sr PR fazer?
Dizer que está muito atento ou muito preocupado e que os portugueses não devem baixar os braços, pois claro!
Tenhamos esperança...

vml disse...

Uma pergunta: o PR manda em quê?

Aposto que vai dizer que está preocupado...

Leonor disse...

Não, nada disso!
Vai dizer que acredita nas instituições, que é tempo de deixarmos que elas (as instituições) sigam o seu curso, funcionem, etc, etc.
Em suma: nada de relevante!

Dr. Assur disse...

A verdade existe? :)

Leonor disse...

Sei lá se existe!! Fala de que verdade, Dr. Assur? Da sua, da minha, da dos outros?

Ora, limitei-me a ouvir a letra da música e a sugerir servir outra coisa que não as propostas por Bob Dylan.