terça-feira, 25 de maio de 2010

A imoralidade

D.N.:

Famílias passam a receber menos e a pagar mais IRS.

Sol:

Deputados vão receber mais dinheiro para viagens e transportes

5 comentários:

lica disse...

O Jerónimo e o Louçã acham que há muito dinheiro para gastar e acham muito bem. Há muito dinheiro, não para todos, claro, mas não deixa de haver.
Eu ainda sou do tempo em que o governo anunciava um investimento de 500 milhões de euros todos os dias.
E se o dinheiro faltar para alguma coisa, aumente-se os impostos. Na Idade Média já era assim, porque há-de deixar de ser?
O governo foi eleito para governar, e governa como muito bem quiser. As pessoas têm de se habituar a respeitar os resultados das eleições. Se o IVA a 20% é pouco, aumente-se para 40. Se o o IRC não chega, aumente-se para 50. O Mexia e o Constâncio é que não podem deixar de receber os ordenados e as comissões. Não temos que nos preocupar com os trabalhadores porque isso é um estatuto que, brevemente, irá desaparecer. Restarão apenas três, categorias: chulos, ladrões e desempregados

goncalo disse...

Outra socratice - eheheh

GM

Mani Pulite disse...

VAI CUÇALO,GONÇALO.AO SÓCRATES,CLARO.AINDA CHEGAS A ASSESSOR,SECRETÁRIO DE ESTADO OU "NAMORADA".

joserui disse...

Quero ver quando e como vai ser discutida a petição para a redução do número de tratantes.
Quando se discutiu as viagens da senhora deputada de Paris, alguém naquele bando utilizou algum argumento que o pudesse prejudicar no futuro? Está quieto. -- JRF

rita disse...

Coitadinhos dos desintegrados! Chulam-nos até à medula, alguns passam lá uma vida sem nunca terem aberto a boca a não ser para bocejar e depois recebem uma reforma ou um subsídio de reintegração... Isto é mesmo à medida da cidadania medíocre!