sábado, 27 de novembro de 2010

BOA outra vez

Esta é boa:

Com a contagem dos votos quase terminada, é já certo que os advogados escolheram reconduzir António Marinho Pinto como bastonário da Ordem

Segundo o SOL apurou, Marinho Pinto obtém maioria absoluta.

Agora não se queixem.


8 comentários:

joserui disse...

Alguém se tem queixado? Até o indivíduo Júdice deixou de se queixar. Tudo bons rapazes estes advogados. O país está-lhes grato. -- JRF

100anos disse...

É o fim da macacada.
Mas é um momento tão bom como qualquer outro para começarmos a pensar com lucidez e racionalidade como é possível que uma classe como a advocacia, da qual temos uma imagem de gente de bem, alinha maioritariamente com o discurso marínhico cavernícola, grosseiramente demagógico, tocando frequentemente as raias do insultuoso, contraditório, palavroso, politicamente comprometido com o que há de piorzinho na política.
Há-de haver boas razões para isso e com certeza que as magistraturas não são alheias a essas razões.

Pedro Luna disse...

Depois disto, já não quero que o Socas se vá embora antes do fim da legislatura - se os Advogados querem o Marinho, então o país merece tudo.

Karocha disse...

Gostam de sofrer José!!!

Camilo disse...

Bom... vejamos as coisas por outro prisma...!
A "Ordem"... não pode ficar sem... bastonário(!!!)
Os (dois) vencidos não tinham "qualidade" (penso eu de que...).
Portanto, há que reconduzir e...tudo na mesma.
Em 1965, colaborava eu,em Luanda, no humorístico "MIAU".
Nele desenhei e escrevi páginas e páginas de anedotas e "tiradas" de minha autoria.
Uma delas foi esta:
"Vale mais ter um mau hálito do que não ter hálito nenhum!"
Ora bem: com o actual bastonário (e atendendo que os outros "concorrentes" não eram lá grande coisa...)...

Miguel disse...

«Agora não se queixem.»???

Quer isso dizer que ao eleger o Sócrates...os tugas (incluindo o josé e os restantes comentadores que aqui aparecem) também não se podem queixar???

josé disse...

É o mesmo que dizer: têm o que merecem.

Camilo disse...

Aqui está a prova provada:
se o sócrates for a eleições,
ganha... nem que seja por 1 voto de diferença.
Lê-se nas Aventuras do Astérix:
-Estes (portugas)... são loucos.