segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Absoluta falta de vergonha

Os políticos iam diminuir os vencimentos em 15% não iam?

Pois iam, para inglês ver. Mas agora, no Orçamento, aumentaram-se em 20% nas despesas de representação e assim compensam aquele sacrifício. Um truque tão antigo que é um escândalo. Mas passa sempre, porque as pessoas não se dão ao cuidado de pedir contas.

Isto que é de bradar aos céus é tão baixo e tão despudorado que mete dó.

3 comentários:

joserui disse...

Deve ser o romance "Viagens Fantasma", revisto e aumentado.
Uns colegas no empresa do meu irmão, franceses, vieram até cá em trabalho e dizem-lhe que pelo pouco que sabem, se fosse em França já havia uma guerra civil. Não sei se é assim, mas que estes tipos só lá vão à chapada, já não tenho dúvidas. -- JRF

pedro frederico disse...

Bom dia,além de vergonha, raiva, ódio por esta gente tenho mais ainda porque quem votou neles, tenho nojo e desgosto de ser Português neste tempo...todas as palavras que esses sujeitos usam, para defender o bando, são gordura , acumulada, debaixo da minha pele, saturada de ódio e incompreensão...abomino, mais os
"inteligentes", que os que votam no punho cerrado por "natureza", os que ainda tentam pensar, gatafunhar nos jornais e blogs, caracteres imundos com dinheiro sujo e imoral, esses deveriam ser destituidos de prebendas e alimentarem-se de pasta de papel, a ver se a moral descia às suas palavras...

tudo de bom para si, José, e boa semana

JC disse...

Isto é do pior de que há memória na nossa História.
É traição, sacanisse e vilipendiagem. Um autêntico saque.

Precisamos mesmo de uma entidade externa a tomar conta do País.
Seja o FMI ou qualquer outra organização.

Estes malabaristas têm de ser corridos de qualquer maneira, a pontapé de preferência.